sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Honey-glazed corn bread de um livro esquecido

Há muito tempo atrás, quando postei uma receita de corn bread, um pão rápido de milho típico do sul dos Estados Unidos, houve quem me massacrasse, dizendo que aquilo não era pão coisa nenhuma, que tinha ficado com textura de bolo, etc e tal. Aaaah, as barreiras da língua... O corn bread, normalmente consumido com outros pratos salgados, está mais para um muffin em textura e preparo do que para um pão. Assim como sua versão doce se parece mais com um bolo de fubá. Acontece que existe toda uma categoria de "quick breads", que ao meu ver ficam naquele meio termo, não tão doces para serem bolos, não tão massudos para sarem pães, geralmente feitos em uma tigela, com colher de pau, e comidos no café-da-manhã, que não temos por aqui. Bolo é bolo, pão é pão.

Então pensem nesse "pão de milho" como um bolinho de fubá muito úmido e com um delicioso equilíbrio entre o sal e o açúcar, excelente para acompanhar o café preto, para ser comido puro ou fatiado mais fino, tostado na torradeira e recoberto de requeijão, como fiz hoje de manhã. Aliás, para quem não costuma gostar de bolos de fubá e pães de milho por eles ficarem muitas vezes sequinhos demais, esse vai conquistá-los, uma vez que, saído do forno, o corn bread é ensopado em uma calda de manteiga e mel que o deixa úmido e macio por muitos dias.

Engraçado que a receita veio de outro livro que andava encostado havia muito muito tempo. Nunca preparara nada dele, principalmente porque, apesar de ter receitas muito interessantes, tanto complexas quanto simples, as fotos são de doer. Parecem ter sido tiradas nos anos 80, e conseguem fazer biscoitos de aveia parecerem ultra-complexos e difíceis. O livro acabou ficando na parte de trás da prateleira, esquecido, apesar de todas as receitas de brownies, flans, cheesecakes, muffins e biscoitos que me esperavam. Ironicamente, a foto deste corn bread é uma das únicas mais simples e contemporâneas do livro. Talvez por isso tenha ido direto a ela.

HONEY-GLAZED CORN BREAD
(do livro Desserts by the Yard, de Sherry Yard)
Tempo de preparo: 50 minutos
Rendimento: 1 assadeira de 22x33cm


Ingredientes:
  • 1 xic. farinha de milho (fina ou polenta/sêmola de milho)
  • 1 xic. farinha de trigo comum
  • 1 xic. farinha de trigo para bolos (cake flour)
  • 1 xic. açúcar
  • 2 colh. (sopa) fermento químico em pó
  • 1 1/2 colh. (chá) sal
  • 4 ovos grandes, em temperatura ambiente
  • 85g manteiga sem sal
  • 1/3 xic. óleo vegetal
  • 1 xic. leite
  • 1/2 xic. buttermilk
(calda)
  • 85g manteiga sem sal
  • 1/4 xic. mel
  • 1/3 xic. água

OBS: substitua a "cake flour" pela mesma quantidade de farinha comum; retire 1 1/2 colh. (chá) da farinha e substitua pela mesma quantidade de amido de milho (maizena). Mais informações sobre a cake flour e sua substituição aqui.
OBS2: substitua o buttermilk, enchendo a 1/2 xíc. com leite, deixando uns 2mm de espaço até a marcação. Preencha o restante com vinagre branco, misture bem e use normalmente.
OBS3: você pode usar azeite extra-virgem no lugar do óleo vegetal, mas o bolo terá um sabor ligeiramente pronunciado do mesmo. Eu usei metade canola, metade azeite, pois meu óleo de canola acabou, e ficou muito gostoso.
OBS4: tanto faz usar farinha de milho fina, ou cornmeal, sêmola de milho ou polenta (bramata). A diferença é que os três últimos dão uma textura mais granulosa e interessante ao bolo. Usei metade farinha de milho fina e metade polenta.


Preparo:
  1. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Forre uma assadeira de 22x33cm com papel alumínio e unte o papel alumínio com manteiga.
  2. Peneire juntos as farinhas, o fermento, açúcar e sal. Peneire novamente.
  3. Em outra tigela, bata ligeiramente os ovos com um batedor de arame ou um garfo. Derreta a manteiga e junte imediatamente aos ovos, num fio devagar, enquanto mistura bem. Junte o óleo, leite e buttermilk.
  4. Junte os ingredientes secos à tigela, misturando apenas até que estejam combinados. Despeje na assadeira forrada e untada e leve ao forno por 30 minutos.
  5. Abra o forno, gire a assadeira 180ºC, feche e asse por mais 10 minutos, ou até que um palito inserido no centro saia limpo. Meu corn bread não dourou por cima, apesar de estar muito bem assado, enquanto os da foto do livro estavam bem douradinhos. Então, tanto faz. Se estiver seco, está bom.
  6. Retire do forno e espete o palito no corn bread, num intervalo de uns 2cm. Derreta a manteiga numa panelinha. Junte o mel e a água e mexa até dissolver. Despeje a calda sobre o corn bread, de modo uniforme, para que todo ele absorva o líquido. Deixe esfriar completamente antes de desenformar e corte em cubos.

9 comentários:

carladuc disse...

Oi Ana,

Quando você fala que houve quem te massacrasse por causa do outro pão de milho eu só tenho a lamentar. É triste que hajam pessoas assim. Enfim, acho que o melhor a fazer é ignorá-las sumariamente.

Com realação a essa confusão bolo/pão para os brasileiros com receitas estrangeiras, aqui na Holanda é a mesma coisa. Há receitas em holandês que são chamadas de pão, mas que para os brasileiros nada mais são do que um bolo. É um tipo de receita que eles chamam de pão. Eu adoro. Preparei uma que até publiquei no Entre Panelas de banana, tâmaras e mel. Em holandês era chamado de pão. Muito bom! :)

Esse de fubá que você preparou parece delicioso! Eu adoro esse tipo de pão/bolo simples para acompanhar com um café. :) Mais um pra minha lista.

Obrigada!

Abraço,

Patricia Scarpin disse...

Ana, essas pessoas têm muito tempo livre, não? Porque, francamente, com tanta coisa bacana que vemos aqui, encrencar com pão/bolo é demais... Sabe que outro dia uma moça (que nunca tinha visto no blog e sumiu em seguida) deixou um comentário se queixando por eu usar o pretérito-mais-que-perfeito? Inclusive citou você, que também o sua. Mereço? :D

Enfim. Adorei o cornbread - parece tão fofinho! E já li coisas boas sobre esse livro, mas não o conheço - livros com fotos feias e/ou poucas delas me desanimam.

Beijo!

Valentina disse...

Ana, otima escolha. gosto muito de corn bread. A Fer do Chucrute me mandou um livro lindo uma vez . livro de receitas do sul dos EUA, e tem umas otimas receitas.

ninapicnic disse...

hmmmmmmmmm, fiquei com água na boca!
Delícia, bolo de milho molhadinho, um sonho!
Obrigada por mais essa receita!
Beijinhos
Nina

Carol disse...

Complicado traduzir ao pé da letra, né?!
eu adoro qndo vc coloca as "substituições", pq principalmente nos mercados americanos, há tanta coisa que não temos por aqui.. nada melhor que "adaptar"!... né?! .. rs.
Bjos

dodo disse...

É a primeira vez que faço bolo de fuba, e com certeza vou repetir esta. o bolo ficou muito gostoso e é facil de fazer!! valeu pelas dicas das substituiçoes.

Fabiane disse...

Sabe, tava pensando.. Tu rejeita os "tipos" e deixa isso bem claro. Tipo parmesao, por exemplo. Mas a tua comida, por mais artesanal, cuidadosa e organica que vc consiga reproduzir na sua cozinha, nao vai ser nas mesmas condiçoes que as feitas do local de origem. Por motivos obvios, creio eu. Mas se nao forem, um exemplo é a condiçao climatica. Daí que, a meu ver, em funçao disso, teu blog é otimo e cheio de receitas inspiradoras mas com um discurso chatinho... Nao consigo deixar de vir aqui ler sempre, mas apenas pela primeira consideraçao sobre. E como tu da teus pitacos sobre autores e livros, vim dar meu pitaco sobre teu blog. Que leio desde 2009 ��

Fabiane disse...

acabei de fazer. e o fermento misturado aos secos obviamente reagiu aos 2 milimetros de vinagre branco juntados a meia xicara de leite na substituição do buttermilk no momento de incorporar tudo, espumando na massa...
ta la no forno, sei la o que vai acontecer. não me dei conta antes, é uma experiencia de colegio essa reação. fica a dica para os proximos.
.
.
.
4 ovos que espero nao irem pro lixo pq é caro! :/

Fabiane disse...

voltei
o bolo ficou lindo e delicioso :DDD
a massa é pouco doce, a calda adoça e a umedece mais ainda. um pedaço quentinho ja foi otimo, to esperando pra comer frio com café preto amanha de manhã.
perfeiçao ;)

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails