terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Picolé de melão e pistache para um dia mequetrefe

Tem dias em que o bom humor é como areia fina nas mãos. Você acorda bem, o céu está azul, o café da manhã é gostoso, o cachorro está sendo fofo, você ama seu marido, o bebê está chutando. Você finalmente acordou cedo o bastante – graças ao fim do horário de verão – para conseguir ir ao treino de corrida caminhar um pouco e rever seus amigos. Nem o fato de que o tênis de corrida incomoda seus pés de melão parece tirar seu sorriso do rosto.

O mundo é um lugar bom. As pessoas são legais. Tudo vai dar certo.

Então o dia se desenrola. E conforme você vai tropeçando nos acontecimentos, você começa a acreditar que o universo está testando sua fé na humanidade. É o tiozinho perfeitamente jovem e saudável de carrinho cheio na fila preferencial do supermercado, a capa de almofada nova que veio com o zíper quebrado, é um idiota que faz uma idiotice e envolve você e sua família num pepino enorme e totalmente desnecessário a essa altura da sua vida, e mais um sem número de demonstrações de falta de civilidade que fazem você pensar que o mundo talvez seja um lugar horrível. E que as pessoas são:

a. sem noção
b. sem educação
c. sem caráter
d. todas as alternativas.

E que talvez o universo não seja justo desde a extinção dos dinossauros, e tudo está fadado a ser um desastre, no fim das contas. E você sente, ao longo das horas, aquele seu bom humor escorrendo rápida e inevitavelmente por entre seus dedos. O sabiá da sua janela vai embora e alguém liga novamente uma serra circular no seu quarteirão.

Então você senta na beira da cama e contém o choro de raiva. Tenta se lembrar do modo como o dia começou. Do céu azul, do beijo de tchau, do modo doce como o cão olha para você simplesmente porque você está acordada e existe, das risadas com os amigos.

Inspira. Expira.

Decide que não vai mais atender o telefone pelo resto do dia, porque não quer mais más notícias entrando pelo ouvido e porque precisa parar de ser interrompida toda vez que senta para trabalhar. Então se lembra de que tem sorvete de melão no freezer. Levanta-se, dá dois passos em direção à cozinha e então estaca, receosa: e se não tiver dado certo? E se tiver ficado uma porcaria? Vai ser a gota d'água e você vai sair pelas ruas, a grávida louca, degolando seres humanos aleatoriamente.

Não. Vai estar bom. Precisa estar bom. Tem que ter dado certo. Eu acredito que o sorvete de melão vai salvar meu dia.

Bendita Santa Martha entre as mulheres. Delicioso e refrescante sorvete de melão, doce e pontilhado de pistaches. E tão simples! Valera a pena recortar aquela receita de uma revista sua e guardá-la no caderno. E esperar pelos bons melões do verão. Os que não são meus pés.

Vá lá. Se o seu dia não está lá essas coisas, compre um melão maduro de 1,5kg. Ela pede o HoneyDew; usei o Gália, que estava mais perfumado. Retire a casca e as sementes, e corte a polpa em quadrados. Bata no liquidificador até virar suco; tem que dar umas 4 xícaras. Numa tigela, misture 1/4 xic. de mel e 1/2 xic. de creme de leite fresco, bem gordo e saboroso. Junte o suco de melão e misture bem. Distribua alguns pistaches pelas forminhas de picolé. E despeje a mistura de melão nelas. Leve ao freezer. Se estiver usando palitos soltos, deixe gelar umas 2 horas antes de colocar os palitos, e então gele por mais 6 horas antes de servir. Metade da receita encheu minhas 6 formas. Tão, tão bom... Dá de dez no Melona e restaura o bom humor.

[Obs: porque já tá chovendo a pergunta, aqui vai a resposta: comprei as forminhas de picolé numa Bed, Bath & Beyond, em Nova York.]

13 comentários:

Ligia disse...

Ana, quero um picolé desses todo dia, mesmo nos não tão mequetrefes ;-) Mas não tenho mais forminhas de picolé, onde você comprou as suas?
Ligia

Patricia Scarpin disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gianna Solera disse...

Meu dia foi quase assim...a idèia do sorvete vou testar logo, parece maravilhoso!

Anônimo disse...

Ai Ana, outro dia tava pensando... Eu sou louca ou o mundo é louco!!!!

Outro dia achei numa loja forminhas de picolé e agora com certeza vou experimentar esse de melão (uma vez que o filhote adora melão).
Miti

Antonia disse...

Nossa, você descreveu exatamente como eu vejo o mundo! Quanto ao sorvete, a receita veio em hora perfeita. Comprei pistaches picados e crus, mas não sabia o que fazer...só não me diga que o pistache nesta receita é torrado!
Antonia

Dani disse...

Melão + Pistache? nunca pensei em tal mistura, deve ficar bem interessante.

Assim que acabar com o frozen de abacaxi que fiz ontem (se é q deu certo) seu picolé será minha próxima investida no mundo dos gelados.

Me sinto confortável quando leio que não sou eu a única insatisfeitas com muitas atitudes externas.

Ariane Seixas disse...

Santa Martha entre as mulheres e amém à ela!!!

Está para nascer o dia que alguma de suas receitas falha.

Olha só com muita yoga para aguentar dias assim....

Anônimo disse...

Ana,

para inchaço na gravidez: chá de alpiste.Dá uma pesquisada.
Fiz o bolo de banana,pecas e coco...DE-LI-CI-O-SO!!!!!!
E SUPER FÁCIL!!!!!!!
Obrigada!!!
Dadi

Dani Hoffmam disse...

Oi Ana, eu ando sempre por aqui, mas ainda não te deixei nenhum comentário...
amo suas receitas, principalmente os pães... hummm
Agora esse picolé, rapidinho de fazer... tentador!
Ah, sua barriga ta linda! Parabéns

Bjos
Dani
http://kitutando.blogspot.com/

cronicas gulosas disse...

Este sorvete deve melhorar qualquer dia! Acho que vou começar a dieta do picolé de melão com pistache - quem sabe aguento mais os trancos diários (e emagreço enquanto isto...)Abs!

Lyna disse...

Ri muito com "a grávida louca que sai degolando seres humanos". Mas ainda bem que deu tudo certo. Pena que tô sem melão. Outro dia eu faço. Quando dias assim acontecem: um monte de persona non grata te telefona, o táxi passa direto, o sofá da sala não chega, o canal pago fica travando, a diarista não aparece, etc e tals (simplificando: quando merd* realmente acontece) respiro fundo e tento me lembrar de uma frase que foi dita por Anne Frank:
"Apesar de tudo, ainda acredito na bondade humana." Se ela conseguiu acreditar nisso, acho que a gente também pode. Bjs

cristina disse...

ola e adorei o picole de melão que a sua pessoa tão gentilmente trouxe para me dar água na boca. tenho máquina mas não tive coragem de inaugurá-la. O máximo que fiz foi um picóle de laranja (num suporte de plástico para picolés rs rs ).
Estou morrendo de vontade de experimentar com melão.

sou cristina

Até

magdalena disse...

O Melona é pura enganação.
Leia os ingredientes, mas antes esteja bem sentadinha numa cadeira de espaldar alto, porque vc vai cair se não fizer isso.

A palavra "melão" é mera sugestão de mídia. Ele é feito de água, corantes, acidurantes, espessantes e sabores totalmente artificiais. Nem casca de melão eles pensaram em colocar nesse famoso Melona.

É gostoso, sim, mas...pelo amor de Deus, acordem!

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails