segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Microtortinhazinhas bonitinhas de cogumelos ou do que você quiser

E resolvi fazer meu bolo de aniversário [31 anos, para quem estiver curioso]. E resolvi que seria um bolo de chocolate com recheio e cobertura de marshmallow e uma "pintura" de chocolate ao leite. Receita de um livro que jamais me decepcionou.

No entanto, algo deu errado.

A receita citava o chocolate, mandava derretê-lo, mas não dizia quando incorporá-lo à massa. Sem pânico, tendo já feito muitos bolos, misturei-o à massa junto com o café, no final do processo. Bolos no forno, muitos minutos passados. Eles estão sequinhos, palitos saindo limpos, mas suas superfícies não estão tão firmes quanto a receita sugere. Estão fofos. Perigosamente fofos. Longe de mim reclamar de um bolo fofo, mas quando estamos pensando em camadas, pensamos em bolos firmes o bastante para suportarem a manipulação e empilhamento sem grandes problemas. Bem... problemas. Os bolos são tão fofos que ameaçam partirem-se ao meio quando tento levantá-los da grade para empilhá-los. Foi uma lambança movê-los sem maiores prejuízos.

Hora da cobertura. O marshmallow vai bem, lindo, branco e fofo. Mas a receita pede para batê-lo por 2-3 minutos para esfriá-lo até determinada temperatura. Tenho de ficar parando a batedeira para inserir o termômetro eletrônico e checar. Desastre: não se passaram 2 minutos e o marshmallow já está mais frio do que deveria. Corro para espalhá-lo no primeiro bolo. Tudo ok. Atrapalhada, posiciono o segundo bolo em cima do recheio. Começo a espalhar a cobertura. O bolo é macio demais. A espátula cheia de marshmallow quase frio e não tão cremoso começa a arrastar migalhas e verdadeiros pedacinhos de bolo junto, arruinando a alvura angelical que eu almejava e transformando o bolo num pequeno dálmata circular. Não consigo alisar a cobertura sem correr o risco de desmontar todo o bolo. Ele fica assim, rebarbento, pontilhado. Nhé.

Suspiro. Fazer o quê? Agora é deixá-lo secar umas duas horas para pincelar o chocolate ao leite. Passam-se duas horas e o marshmallow continua mole. Passam-se três. Quatro. Apanho o secador de cabelos e ligo o botão de ar frio para ver se resolve alguma coisa. Nada. O vento move a cobertura mas ela não resseca. Coloco o bolo na geladeira. E devagar, muito devagarinho, ele começa a secar. Mas não o suficiente. Não vai dar tempo. Apanho o pincel e o chocolate derretido e faço minha arte. Arte de criança de 3 anos, que pinta fora da linha. O chocolate claro, mal pincelado sobre uma cobertura branca, irregular e grudenta, faz o bolo parecer feito de neve suja. Manchas marrons pouco atraentes num solo branco mal acabado e pontilhado.

Feio. Muito feio. Nem fotografo. Vocês me matam se precisarem passar pelo que passei para provarem um bolo que ficou gostoso, mas não vale tanto esforço e stress.

No fim, olho minhas tortinhas. Lindas, perfeitas, simples. Diferentes do bolo. Receita tirada de um livro que ganhei na quinta-feira meio que de surpresa, de uma boa amiga da corrida, incrivelmente doce e gentil. As tortinhas foram tão fáceis de fazer que achei que não dariam certo. Vão grudar na forma. Nunca mais vou tirá-las daí. Não vão ficar gostosas. Mas ficaram tão boas que minha irmã, famigerada "detestadora" de cogumelos, comeu, gostou e repetiu.

Tão poucos ingredientes rendem uma fornada inteira de microtortinhas. Fica fácil e em conta fazer mais fornadas e servir as delicadezas numa festa, e elas têm carinha de comida de buffet, de cocktail party. Mas não foram bandejas prateadas que me vieram à mente. Meu cérebro, que anda muito focado em uma coisa e uma coisa apenas, imediatamente transportou as tortinhas para o futuro, para as festinhas infantis, e fiquei cogitando recheios que as outras crianças comeriam. [Por que afinal, sonho meu, meus filhos vão comer cogumelos; mas filho dos outros, já não sei não... ;) ]

Quando digo fácil, digo fácil mesmo. A massa fica pronta em instantes e você não precisa sequer abri-la com rolo. Basta separar em bolinhas e pressioná-las com os dedos diretamente na forma de minimuffins (ou forminhas pequenas de empada) sem sequer untar. Distribuir o recheio causa pânico. Você não acredita que seja o bastante. Mas milagrosamente aquelas poucas gotas de creme de ovo em volta dos cogumelos de fato infla, e as tortinhas saem lindas, douradas, recheadas, com um cheiro maravilhoso.

Se é para dividir algo com vocês, uma receita de aniversário, prefiro que seja algo que deu certo de primeira e que pretendo repetir à exaustão. Essas prometem virarem um clássico. :)


MICROTORTINHAS DE COGUMELOS
(do livro KitchenAid Best Loved Recipes)
Tempo de preparo: 5 minutos + 1 hora de descanso + 20 minutos de forno
Rendimento: 24 tortinhas

Ingredientes:
(massa)
  • 115g cream cheese
  • 3 colh. (sopa) manteiga em temperatura ambiente
  • 3/4 xic. + 1 colh. (chá) farinha de trigo
(recheio)
  • 250g cogumelos, picados grosseiramente
  • 1/2 xic. cebolinha picada
  • 1 ovo grande, orgânico
  • 1/4 xic. tomilho seco
  • 1/2 xic. queijo suiço ralado grosso (Gruyère, Ementhal, etc...)

Preparo:
  1. Coloque o cream cheese e 2 colh. (sopa) da manteiga na tigela da batedeira e bata em velocidade médio-baixa por 1 minuto. Pare, raspe com uma espátula e adicione 3/4 xic. da farinha. Reduza a velocidade para baixa e bata por 1 minuto, ou até que a massa esteja bem misturada. Forme uma bola, embrulhe em filme plástico e leve à geladeira por 1 hora. Enquanto isso, faça o recheio.
  2. Derreta a colher (sopa) restante de manteiga numa frigideira grande, em fogo médioo. Junte os cogumelos e a cebolinha. Tempere com sal e pimenta e cozinhe, mexendo de vez em quando, até que os cogumelos estejam macios, ligeiramente dourados e toda a água que eles liberarem tiver evaporado. Remova do fogo e deixe esfriar um pouco.
  3. Coloque o ovo, a colher (chá) restante de farinha e o tomilho na tigela da batedeira e bata em velocidade média por 30 segundos. Com uma colher, misture o queijo e os cogumelos.
  4. Pré-aqueça o forno a 190ºC. Retire a massa da geladeira e divida-a em 24 pedaços iguais. Pressione cada pedaço em uma cavidade da forma de minimuffins, formando cestinhas, e divida o recheio entre elas, com a ajuda de uma colherzinha de chá ou café. Asse por 15-20 minutos, até que o recheio tenha inflado e dourado. Desenforme imediatamente com a ajuda de uma colher e sirva morno. 

Obs: eu dobrei a receita para servir em casa, fazendo 48 tortinhas. Fiz toda a massa (o dobro) de uma vez, colocando para gelar apenas uma vez, e dividindo ao meio na hora de fazer as tortas. Metade da massa ficou na geladeira enquanto dividia e assava a primeira fornada. Assim que a forma esfriou (rapidamente), preparei a segunda fornada.

46 comentários:

ana maria disse...

ANA
PARABÉNS PARA VOCE E PARA MIM, FAZEMOS ANIVERSÁRIO NO MESMO DIA?
SUAS RECEITAS SÃO TUDO DE BOM!
ANA MARIA

Rebeca Jacuniak disse...

Parabéns Ana!!!
Deus te abençoe nesse novo ano e nova fase da vida! Felicidades em dose dupla!!
bjoos

idi disse...

olá Ana, feliz aniversário! e parabéns pelo bebê, que como mãe posso te desejar felicidades, que é isto que se transformará sua vida! receitas que não dão certo não são um impedititivo para continuarmos, ainda bem! ontem joguei uma fornada de cupcakes direto no lixo! mas fiz mais outras 2 maravilhosas ;)
sucesso e tudo de melhor, obrigada por compartilhar as delícias... e também os desastres!! :)

Alessandra disse...

Parabéns pelo seu aniversário (pelo bebê eu já falei no formspring), que eu sei que foi ontem pq vi na Patricia Scarpin,e que Deus te abençoe com mtas inspirações culinárias e vários relatos felizes aqui no blog!
As tortinhas são de dar água na boca.
Beijos.

caroliny disse...

parabéns!!!ana !!felicidades..aos dois!!baby!!
caroliny!!

Fernanda F disse...

Felicidades para você, Ana. As tortinhas parecem deliciosas, já estou imaginando 500 outros tipos de recheio, tem alguma sugestão? e outra, como elas ficam frias? você chegou a come-las depois de um tempo ou acabaram antes disso? hehe. gostaria de faze-las em um picnic

Carol Amim disse...

Oi Ana, parabéns e muita felicidade para você e seu bebe. Quero te agradecer pelas receitas maravilhosas que tenho aprendido aqui no seu blog. Tambem tenho um bebê,o Antônio,e acho que por enquanto é seu mais novo fã,ele provou várias receitas suas neste ano (faço questão de fazer tudo em casa, trakinas jamais). Sobre as tortinhas, você acha muito estranho usar o queijo parmesão? Obrigada e Bjs.

Sarah Abreu disse...

Feliz Aniversário! Que tortinhas lindas e que pena pelo bolo... Mu último também um desastre, só que ficou seco! Quis morrer! Mas já passou! As tortinhas ficaram fantásticas! Vou tentar no meu aniversário mês que vem! Aquele meu projeto, lembra? Encarte de cd? Está mais do que enrolado... Vai ficar pra 2011. A gente conversa depois da sua licensa maternidade. BOA SEMANA! bj, Sarah

Adriana disse...

P-A-R-A-B-É-N-S E-M D-O-B-R-O!!
;)
:**
Seu bolo pode até não ter dado tão certo, como vc esperava, mas a foto destas tortinhas, deram água na boca...
Dá para fazer com abobrinhas, alhó poró, azeitonas, salmão...
A propósito, comprei frutas cristalizadas (figo e laranja) e ao prová-los pensei: porque não fazer uma rosca recheada com figos e nozes triturados? Lembrei na hora de vc! La Cucinetta!
Sim, porque tantas receitas maravilhosas, deve ter uma de massa para rosca/pão doce que deve ser um sucesso total.
Vou procurar e fazer, depois lhe digo como ficou.
Obrigada.
Muita luz em seus mais sinceros desejos de vida!!
Bjsss
Adriana

Cintia Mara disse...

Ana!

Parabéns duplo pra vc!!! Hehe...espero que você seja tão feliz quanto eu e meu marido somos com nossa piccolina! Agora estou na fase das papinhas e confesso que para mim é um desafio em todos os sentidos, mas tenho vencido cada dia com cada pratinho raspado pela Bellinha. Em breve voltaremos pro Brasil. Se quiser veja nosso último post: http://dagobrasil.blogspot.com/

Beijocas

Carla Nogueira Kuramochi disse...

Oi Ana, feliz aniversário e muito obrigada por compartilhar conosco inclusive as receitas que não dão muito certo. Isso faz com que nós mortais nos conformemos que nem sempre tudo dá certo, mas para dar certo temos que tentar.
Já fiquei imaginando o sabor das tortinhas, hummmm.

Bjs

Carla

Ju R. disse...

Oi Ana!

Me tira uma dúvida, por favor?
VocÊ usou que tipo de cogumelo? É possível usar funghi secchi?

Beijão.

Anônimo disse...

"...num pequeno dálmata circular."
Confesso que gargalhei quando li essa parte!
Meus parabéns do teu fã aqui de Porto Alegre :D
Já acompanho o blog há... olha, anos, acho que desde 2008. E só melhora.
Um grande beijo.

Patricia Scarpin disse...

Tortinhas fofas! E adorei a facilidade para preparar, Ana.
Ótima escolha de receita!

ass.: a mais nova apreciadora de cogumelos, graças a vc. ;)

Cris Murachco disse...

Parabéns pelo aniversário e pelo bebê! E - acredite - tenha fé na nova geração de pequenos gourmets... Da última vez em que os amigos de meu filho de 5 anos vieram jantar em casa teve disputa para ver quem comia mais cogumelos!

Hevelyn disse...

Ana!
Muitas Felicidades pra vc e p/ o bebê!
Sempre leio seu blog e fiquei muito feliz quando vc "contou" que esperava um bebê!
Sabe q eu queria ver a foto do bolo de aniversário?!?! Fiquei pintando ele na minha cabeça! haha!
Bjs

Hevelyn disse...

Ana!
Muitas Felicidades pra vc e p/ o bebê!
Sempre leio seu blog e fiquei muito feliz quando vc "contou" que esperava um bebê!
Sabe q eu queria ver a foto do bolo de aniversário?!?! Fiquei pintando ele na minha cabeça! haha!
Bjs

Trainee de Cozinheira disse...

Primeiro feliz aniversário, eu também fiz aniversário por esses dias e como vc que deve ter mais experiência do que eu aconteceu uma vez, comigo todo bolo que faço para o meu aniversário é um desastre, por acaso este ano resolvi que ia fazer tudo certo, errado, eu usei uma receita de um bolo de abacaxi que várias blogueiras tinham feito e nenhum dos blogs que eu li eu entendia a explicação de como desenformar o bolo, bem para resumir este ano o bolo ficou melhor mas a massa de baixo sumiu com o caldo do abacaxi, eu já estou ficando traumatizada ano que vem vou comprar pronto, bjs
Maura

Maristelli Camargo disse...

Ana,
Primeiramente, FELIZ ANIVERSÁRIO!!!!
"Segundamente", queria saber que tipo de cogumelos você usou e quais são as outras opções que combinam melhor com esse tipo de tortinha.

Bjs

Flora disse...

Eu tô suspirando uma barbaridade pelas microtortinhas, mas MUITO MAIS pela tua linda forma de 24 buraquinhos pra fazê-la.

E outra coisa, vc não tá nem enjoada? tipo grávida? hahaha

Beijo!

Anna disse...

Feliz Aniversário!!
Muita saude.
Mil beijos

Anônimo disse...

Oi Ana,
Parabéns em dobro, pela comemoração do seu aniversário e pela chegada do herdeiro.
Estou grávida de 5 meses do meu segundo filho e vivendo um momento maravilhoso. Não dá p/ gente descrever a emoção de descobrir e acompanhar o desenvolvimento dessa nova vida. Um filho é um presente muito especial, nos possibilita viver emoções ímpares de felicidade extrema e ao mesmo tempo nos faz deparar com tantas dúvidas, angústias e questionamentos. Como tudo que é bom exige sacrifícios, mas nada comparado a recompensa da maternidade. Tomei gosto pela cozinha lendo seu blog e me descobrindo capaz de fazer pratos mto bons. Vou testar no feriado sua receita :)
Bjos!
Ivanise

Lígia disse...

Oi Ana! Parabéns pelo aniversário e pelo neném!!

Os cogumelos são frescos ou secos hidratados: (meu teclado não tem ponto de interrogação, então considere uma pergunta)

beijo

a. luz disse...

Parabeés pelo niver Ana!!!
Quanto ao bolo, não esquenta!
Não foi o primeiro e não vai ser o último certo?

Quanto as tortinhas, terei que fazer para meu namorado experimentar, ele é LOUCOOOOO por cogumelos!

Beijokas

carladuc disse...

Feliz Aniversário Ana! :)

Adorei a receita dessas tortinhas. Ainda mais com cogumelos que tanto eu como o marido somos fãs absolutos! Já coloquei uma forma de mini muffins na minha lista da Amazon. hehehe

Beijo,

Fernanda disse...

Parabéns pelo niver Ana! E pelo baby que vem por aí!

Aposto que o bolo deu trabalhão, ficou feioso mas deve ter ficado gostoso, vc sempre dá um jeitinho ;)
Adorei as tortinhas, tô sem batedeira mas acho que dá pra encarar tudo no braço!
Uma dúvida: Vc untou a forma??? Beijos!

Cássia Blush disse...

Olá Ana!

Sou leitora assídua do seu blog e fiz uma indicação no meu sobre ele. Utilizei o seu cabeçalho para ilustrar o post, você autoriza?

Dê uma passadinha lá: www.blushmoda.blogspot.com

Bjos

Ana E.G. Granziera disse...

Para quem perguntou dos cogumelos, são frescos, e você pode usar os que preferir. Usei Shiitake.

Cássia, sem problemas, muito obrigada pela indicação. :)

Bjs

tati blue disse...

Que linda, mais uma aniversariante do mês.
Tbém farei 31 anos daqui uns dias.

Fiz hoje as tortinhas, estão no forno e tô com um medo avassalador de que não darão certo.
MEDO MONSTRO!
Segui todas as dicas e a receita toda, veremos.
Volto depois pra contar como foi.

bjo

tati blue disse...

deu certo....... ufa!!!
juro que achei que ia grudar tudo.
kkkkkkk
ufa!
ufa!
ufa!
ah! fiz de palmito.
bjooo

mmariaclaraa disse...

Que delicadeza!

Mirella disse...

Ainn será q consigo sem batedeira?? Queria tentar hoje, de tomate seco ou de azeitonas nham nham.

Lia disse...

Ana, vi esse site e achei sua cara:

www.theydrawandcook.com

Parabens pelo baby e pelo aniversario.

miosotiis disse...

Ainda assim, foi um dia feliz, perfeito, completo, não foi? Em tudo diferente de todos os outros aniversários! ;)

P.s. Vou experimentar as tortinhas. Adoro cogumelos!! ;)

Cebolinhando disse...

Ah, que pena que não deu certo o bolo! Fiquei curiosa pra ver? Fiquei, mas nada que eu não consiga superar.. haha :)
Adorei adorei as tortinhas, e bem provável que virem lanche da tarde no feriado!
E parabéns! :) Felicidades!

Denise Cardoso disse...

Xiiiiiiiiiiiii
Perdi a data do seu niver...
Vale parabéns atrasado?
Se valer ai vai: PARABÉNS,muita saude,muito sucesso( isso vc já tem) e muitos e muitos anos de vida!( Como dizia o Nonno " cento de questo giorno",tomara que tenha escrito certo...rsrsrs))
Mas na verdade vim aqui,pois queria noticias de como vc está passando e queria pedir tb uma coisa...qdo vc estiver bem barrigudinha,tire uma foto pra gente ver?Acho lindo mulher gravida e vc com certeza vai ficar uma gravida muito lindinha!!!
Espero que vc esteja muito bem.
Um grande beijo
Denise

Jean Y. disse...

Ana, tenho que desabafar!

Acompanho o La Cucinetta por mais ou menos 3,4 meses. Só hoje fui DE FATO me interessar a ler timtim por timtim sobre a história do blog. Desde técnicas, conversões, relatos, desvaneios, etc.
Primeiramente, tenho que admitir que a história é grandiosamente maravilhosa! De que no início não tinha noção de muitas coisas e que hoje é praticamente uma cientista gastronomica! Pois é claro que, apesar de muitas pessoas não terem noção, cozinhar é algo puramente científico. Desde proporções, ou temperatura, técnicas, processos, etc.
Vejo que é claro que tem amor por tudo aquilo que faz: Pintar, Cozinhar, Redigir textos, etc. Ainda mais claro no La Cucinetta, pelo fato de se preocupar com pequenos detalhes que fazem toda a diferença.

Em outras palavras, quero que fique claro meu intenso carinho por este cantinho em que tudo é harmônico (textos humorísticos, materiais de primeira, matéria de primeira), mas me acabou despertando uma curiosidade durante a leitura dos textos: Seu gênio. Percebi claramente que possui um gênio forte e que defende de pés juntos de que o que é bom, É BOM! Que qualidade não dá para se comparar. Daí me veio à cabeça: "como ela consegue 'impor' esta exigência e ainda assim manter o carinho das pessoas?" Pois, confesso que sou mais ou menos igual à você! ("eiita bichinho arretado") Porém quando alguém me vem com algo de "qualidade inferior" não consigo disfarçar... tão bem. Ou melhor! Você colocou no 'itens de minha cozinha' - "não tenho e não quero uma máquina de pão!" - e se algum amigo teu, vendo que é apaixonada por pães, der uma... máquina de pães? Como reagiria? Pois eu acho que não saberia onde enfiar a cara :P

Assim, eu não quero causar um alarde, até mesmo porque te admiro muito. O que quero entender, é como consegue conciliar as duas coisas?

Agradecido pela atenção desde já!
Beijão!

Ana Cristina disse...

Parabéns! Felicidades!

Bolos são o meu forte, precisando de dicas só entrar em contato.

Bjos!

Ana

http://bolocasamento.blogspot.com/

Inês Fontes disse...

Ana,

Tem um tempinho que não passo por aqui.Parabéns duplo, atrasado,mas de ♥.

Bjs.

Mirella disse...

Fiz as tortinhas!!! Ebaa!! Fiz a massa em um dia (sem batedeira) e depois fiquei com sono. Só peguei no dia seguinte. Usei azeitona e parmesão. Ficou delicia!!! Eu e marido acabamos com todas na hora. Enfim um uso decente para minha forma de mini muffins que ele comprou errada nos EUA.
Estou pensando em vários recheios.
Beijos.

Flavinha disse...

Ana, parabéns atrasado!

Comigo tem sempre receitas dando errado! Rsrsrs...

Adorei a microtortinhas!

Lindo e saudável! Delícia, nham-nham...

Postei no meu blog um pedido de DICAS para um FIM DE SEMANA em SAMPA.

Quem sabe você pode me ajudar?

Beijinhos.

Deborah disse...

Oi Ana!
Essa eh a minha primeira vez aqui... e ja to adorando!
estava em busca de comidinhas de festa e dei de cara com essa receita maravilhosa! Ja sera testada aqui em casa no domingo.
Depois conto como ficou...
Parabens pelo blog!
Bjs,
Deborah.
http://temperinhos.blogspot.com/

flavio disse...

Oi Ana, sou de Londrina, interior do Paraná e sempre leio seus textos e receitas, mas nunca comentei antes. Sobre a sensação de "alien", fiquei contente em saber que compartilha do mesmo sentimento. E acho que é assim mesmo. A gente é um peixe fora dágua, que rema contra a maré, o tempo todo. Mas, no meu caso, é o jeito da madeira. Aqui eu descobri um vendedor de leite, queijo, ricota, ovos, banana etc, direto da chacará, não é orgânica, mas super honesto. Aí acho que é difícil ne... Sobre as etiquetas das bananas, faço igualzinho. Super abraço,
flavio

Sooraya disse...

Parabéns pelo filhote!

Se, por acaso, vc tiver um tempinho ... eu estou morrendo de vontade de fazer essas microtortinhazinhas mas sou muito muito ruim de cozinha e a receita me pareceu bem legal e fácil com um PORÉM bem grandão. Que cogumelos eu devo usar?

Ricota disse...

Oi Ana!
adorei essa receita!!! Fiz aqui em casa e ela fez tanto sucesso que eu postei o link no meu blog (www.socemarmita.blogspot.com)... receita boa a gente tem que dividir, né?
beijos

Pitty disse...

Olá Ana,
Tudo bem?!

Fiz esta receita na semana passada e fez o maior sucesso no meu happy hour natalino.

Muito obrigada por compartilhar essas delícias!

Abraços,
Cintia

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails