quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Um bolo de maracujá e uma homenagem aos blogueiros sem criatividade

Havia um maracujá de tempos imemoriais na minha geladeira. Eu lhe lançava um olhar de soslaio, esperando que ele me soprasse alguma ideia, uma inspiração, e nada. Uma andorinha não faz verão, ou, na versão frutífera, um maracujá não faz mousse. Mas ele estava me irritando ali, me olhando da prateleira de acrílico. Cada vez que abria a geladeira, aquela fruta amassada era um tapa na cara, um atestado de incompetência. Vai me deixar estragar? Vai? Pecado, viu?

Até que me lembrei de um conselho que dera há muito tempo atrás, talvez nos comentários do blog, talvez no Formspring. Sobre usar maracujá no lugar do limão em um bolo. E pensei imediatamente no meu bolo de limão siciliano favorito, receita da Nigella que fora minha nêmesis até me dar conta de que bastava deixar a manteiga em temperatura ambiente. De verdade. Não "meio" geladinha. E o bolo foi um sucesso todas as vezes que o preparei desde que aprendi a ser paciente e tirar a manteiga da geladeira com uma hora de antecedência.

Apanhei o livro. Preparei a receita ipsis literis, substituindo as raspas de limão por um nadinha de baunilha. Abri o maracujá quase maduro demais, raspei-lhe a polpa e passei por uma peneira, obtendo exatamente a quantidade de suco de que precisava, nem uma gota a mais, nem uma a menos. Fiz a calda. Hummm... o cheirinho da calda... Despejei no bolo quente e fiquei impacientemente voltando à cozinha por mais de uma hora para ver se o bolo estava completamente frio. O primeiro pedaço foi cheio de expectativa.

Expectativa correspondida. :) O bolo ficou bem molhadinho, perfumadíssimo de maracujá e encharcado aqui e ali de calda amarelo-forte, aromática e doce. Tão bom quanto a versão original, de limão siciliano, e assim como o o original esse foi comido quase que de um dia para o outro, apenas por esta gulosa que lhes escreve. Não podia deixar de dividi-lo aqui.

Agora que o post está escrito, com todas as minhas impressões a respeito do processo da receita, da experiência, do teste... uma pergunta: como alguém pode achar interessante copiar e colar esse texto inteiro em seu próprio blog e deixar passá-lo como seu? Exatamente qual é a vantagem? Pegar foto dos outros, eu até entendo: a pessoa não é boa com a câmera, gostou da foto, às vezes achou no Google Images (a maldição) e o mundo está tão cheio de espertalhões quanto de pessoas que ignoram que direitos autorais vigoram também na Internet, e que nenhuma imagem surgiu por combustão espontânea, elas foram criadas por alguém.

Agora... texto??? Já vi muito passo-a-passo meu (e de outros blogs) espalhados por aí. Com créditos (thank you!) e sem créditos (go f*ck yourself!). Mas quando você copia um texto que diz "eu e meu marido...", "meu cachorro Gnocchi...", "porque eu estava fazendo uma ilustração pra um cliente...", ou mesmo falando sobre experiências pessoais com uma receita, memórias gustativas, livros favoritos e afins... que diabos??? Alguém me explica qual é a vantagem de se roubar o "diário" de outra pessoa?

Até que ponto essa coisa de "ter um blog" chegou? O importante é TER o blog. Gastar meio neurônio e cinco minutos para produzir conteúdo, aí é outra história, acho que é difícil para quem não tem meio neurônio sobrando. Se o seu blog inteiro é feito de conteúdo de terceiros, sem nem mesmo uma opiniãozinha sua a respeito, então, cara, por que diabos você está perdendo seu tempo? Vai fazer outra coisa, vai ler um livro, ver um filme, trabalhar, brincar com o cachorro... ou melhor: que tal começar a de fato cozinhar e criar suas próprias experiências??? Hein?

É uma questão de ego? Você quer falar pros outros que você tem X mil acessos? Uau! Você tem sérios problemas. Do que mais você leva crédito sem merecer?

Crédito. Palavrinha hoje que parece estar associada só a um pedaço de plástico com chip. Que você usa para comprar coisas de que não precisa, para parecer o que você não é. Coisa mais importante do mundo hoje em dia: parecer alguma coisa. Parecer inteligente, parecer bom fotógrafo, parecer bonito, parecer rico. Mas ai de quem de fato se esforça para aprender alguma coisa, fazer um curso, cuidar da alimentação, ganhar dinheiro trabalhando. Mais fácil repetir citações da Veja, usar foto dos outros no seu blog, fazer lipo de vez em quando e comprar bolsa falsificada pra parecer de grife. Coisinha irritante.

O que me impede de ficar de mal humor pelo resto do dia é saber que não importa quantos textos ou imagens você roube. Haverá sempre gente genuinamente inteligente e capaz produzindo mais. E ao produzirem mais, essas pessoas pesquisam mais, experimentam mais e aprendem mais. E apenas por isso estão destinadas a serem seres humanos muito melhores do que você, tadinho, incapaz de escrever uma linha coesa do próprio punho, incapaz de expressar uma opinião que seja verdadeiramente sua, incapaz de criar. Qualquer coisa.

Vocês não precisam ir lá no site da pessoa. Mas esse post é em homenagem a todos os blogueiros (e seres humanos) sem criatividade e vontade de auto-aprimoramento por aí. De culinária ou não.

Agora vamos fazer bolo de maracujá e ficar calminhos, porque stress não leva a nada e o dia está bonito.

BOLO DE MARACUJÁ
(adaptado do livro How to be a Domestic Goddess, de Nigella Lawson)
Tempo de preparo: 1 hora + tempo para o bolo esfriar
Rendimento: 1 bolo inglês (cerca de 8 porções)

Ingredientes:
  • 1/2 xic. manteiga sem sal em temperatura ambiente
  • 1/2 xic. + 1 colh. (sopa) açúcar cristal orgânico
  • 2 ovos grandes, orgânicos
  • 1/2 colh. (chá) extrato de baunilha
  • 1 xic. + 1 colh. (sopa) farinha de trigo
  • 1 colh. (chá) de fermento
  • 1/8 colh. (chá) bicarbonato de sódio
  • 1 pitada de sal
  • 4 colh. (sopa) leite integral
(xarope)
  • 4-5 colh. (sopa) de polpa de maracujá, sem as sementes (1-2 maracujás, dependendo do tamanho)
  • 1/2 xic. açúcar cristal orgânico

Preparo:
  1. Pré-aqueça o forno a 180ºC, unte uma forma de bolo inglês padrão (cerca de 10x21cm), e forre o fundo e as laterais com papel-manteiga, deixando uma boa beirada de papel para facilitar na hora de desenformar.
  2. Bata a manteiga e o açúcar na batedeira em velocidade média, por alguns minutos, até que fique claro e cremoso. Junte os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Junte a baunilha.
  3. Junte aos poucos a farinha, então o sal, o fermento e o bicarbonato, até ficar homogêneo. Junte o leite e bata apenas até que fique homogêneo.
  4. Despeje na forma, alise a superfície e leve ao forno por 45 minutos, ou até que esteja dourado (o bolo pode afundar ligeiramente no centro) e um palito inserido no meio saia limpo. Enquanto o bolo assa, coloque a polpa de maracujá e o açúcar numa panela e leve ao fogo baixo, até que o açúcar esteja completamente dissolvido.
  5. Retire o bolo do forno e espete toda a superfície com o palito, sem dó, até o fundo. Despeje a calda de maracujá de modo uniforme, inclusive nos cantos e laterais (deixe as abas de papel p/ cima, para impedir que escorra p/ fora) e deixe o bolo esfriar completamente e absorver a calda.
  6. Quando estiver totalmente frio, puxe o bolo para fora pelas abas de papel e descole-o com cuidado, pois o bolo é macio e quebradiço.

67 comentários:

Yuri Stávale disse...

Isso aí Ana! Estou com vc! sou seguidora sua e fiquei indignada!
Se alguém roubar as minhas fotos de origamis e postar como seus (tenho um blog de origami)acho que vou querer matar a pessoa. Mas o mérito vai continuar sendo meu. Assim como o seu é seu, e é imeeeenso, pq abro todo dia seu blog pra ver qual receita nova vou testar!
um beijos

Somi disse...

Parabéns pelo texto. Assim é que é ... e quem não gostar deixe de copiar!

Quéroul disse...

afe!
claro que eu fui no blog, e claro que eu fui procurar algo descarado como 'Gnocchi', mas antes, procurei 'marido'. gente, fiquei chocada.
eu às vezes também erro - pego imagens no google, digo que é do google, mas sei que deveria dizer que é do lugar tal, mais precisamente. mas que tipo de ERRO é esse, de copiar A VIDA de uma pessoa??? é um nível tão avançado de descaramento, que olha...
como vocês descobrem essas atrocidades? credo, viu.
sal grosso, arruda e olho grego aqui no seu blog, Ana.

adorei seu bolo de maracujá, mas dá licença que eu vou atrás daquela receita dummy-proof do bolo de cenoura que eu sei que tem aqui.

;)

Patricia Scarpin disse...

Ana, assim não dou conta - a minha lista com receitas suas não diminui, mulher. Fiz os cupcakes deliciosos e agora vou ter que fazer este bolo tb - falou em azedo é comigo mesma.

Também não entendo quem usa conteúdo alheio como se fosse seu - atestado de falta de criatividade e outras coisas a menos no cérebro. Adorei o post!

Beijo!

luciana disse...

Nossa, que delícia deve ser... você pode por o maracujá na massa também?

Sabrina disse...

Realmente vc já disse tudo sobre esse assunto deplorável... Fiz o flan de abóbora e gorgonzola e meu marido, que não gosta de abóbora, devorou tudo; obrigada pela receita! No dia seguinte ainda tinha um pouco de abóbora assada e resolvi montar um potinho com ela, um pouco de gorgonzola, azeite, pimenta, sal, noz moscada e as nozes torradas. Não ficou com a mesma textura do flan, mas o gosto ficou ótimo e foi MUITO rápido de preparar! Bjs

Maristelli Camargo disse...

Ana,
Conheci o seu blog há coisa de um mês e o seu jeito sincero e único de escrever reacendeu em mim a cozinheira adormecida! Gostei tanto que comecei a ler de trás pra frente, pra acompanhar a evolução e todas as experiências relatadas aqui!
Lendo o post de hoje, fiquei embasbacada com a cópia descarada das fotos, do texto! Nossa! Estou pasma!!! Não valeria mais a pena dizer que leu uma receita ótima e colocar o link para o La Cucinetta?? Seria muito mais sincero e honesto!
Você tem a minha solidariedade!

Renata Santos disse...

Olá Ana, sou seguidora do seu blog e só tenho algo a lhe dizer: A INVEJA É M.....Simples assim.
E tão simples é ignorar (caso não cause nenhum mal sério) e seguir.
O importante é que suas receitas são MARAVILHOSAS e continuarei seguindo e lendo seus escelentes textos.
Abs.

Renata.

Angela Machado disse...

Muito bom seu blog! sou solidaria a você nessa questão. Eu sempre que refaço a receita de alguem no meu blog, posto como homenagem e indico o blog da pessoa para que meus leitores vejam a receita diretamente lá. Vejo isso como respeito ao criador da receita e ética de blogueira.

Danira disse...

Oi Ana,

Adoro seu blog, principalmente sua personalidade e seu jeito único de escrever.
Personalidade... Incrível como certas pessoas passam longe de ter uma...
Eu realmente não concordo nem em pegar fotos de outros blogs. Se o seu blog é de culinária, você precisa postar a foto do que você preparou.
Por sinal, cozinhar é fácil. Difícil é montar um belo prato e tirar uma ótima foto.

Beijos!

Letrícia disse...

Bolinho divino. O link já está devidamente guardado para uma oportunidade de provar.

Também não entendo qual é o barato de copiar posts. Eu fiz um blog porque queria compartilhar, além de receitas, as minhas impressões e experiências na cozinha. Que sentido faz postar se não for assim? Bom, é o que eu penso.

Beijo.

Fulana disse...

Ana, é a primeira vez que comento, mas já tem um tempinho que te tenho lido e acompanhado! Já fucei foi muito nos históricos, e preciso te dizer: estás na minha cozinha! Me influenciei sobretudo com as conversas sobre orgânicos, e cá estou aqui em SC às voltas com a cooperativa que entrega cestas; sinceramente ando bem paranóica com isso!
Se quiser visitar meu blog, fique à vontade, não é nada útil, pelo contrário, é um diário muito simples que possivelmente não interessa a quem não me conhece, mas és bem vinda nele!
Beijos e obrigada pelas inspirações!

Aninha Padredi disse...

Inacreditável!!
É óbvio que eu não aguentei meus dedinhos e corri lá pra deixar um comentário!

duda disse...

eu quero perguntar sobre uma outra receita, pode ate apagar esse comentario daki, mas so p eu tirar minha duvida, tudo bem?
é sobre os benditos cookies.
Eu sigo sua receita direiiitinho, ate olho todos os comentarios p ver se vc da uma dica q possa ser util, mas nao.
qnd eu preparo, eles saem exatamente como o primeiro post de cookie do seu blog http://www.lacucinetta.com.br/2007/04/cookie-bom-ningum-quer-dar.html , mas eu queria mesmo q eles ficassem como esses aqui http://www.lacucinetta.com.br/2008/01/nestl-toll-house-chocolate-chip-cookies.html . Pq aqueles de lá, q sao como os meus saem, sao mt parecidos com os cookies do subway, meio quebradiço e seco,nao é? Ja o da segunda receita parece que fica taao recheiadinho. To imaginando coisa, ou com o tempo vc desenvolveu uma tecnica no preparo? Adooro o blog, sigo sempre e tento me aventurar com algumas receitinhas. Obrigada pela ateenção

Ana E.G. Granziera disse...

Duda,
na verdade é bem o oposto. Meus primeiros cookies saiam mais molinhos e aqueles da Nestlé é que saíram mais crocantes. A coisa da crocância ou textura de bolo reside em alguns fatores: 1) bater a manteiga: use ela bem em temperatura ambiente mesmo, para não precisar bater muito. Não precisa ficar fofo. É só virar creme. Se bater demais, você incorpora mais ar e fica mais "bolinho", mais macio e ao mesmo tempo esfarelento. Batendo menos, a massa fica mais densa e assa crocante; 2) tamanho do cookie: tente fazer em outros tamanhos e ajustar o tempo de forno. Cookies maiores ficam crocantes nas bordas e macios por dentro, e menorzinhos tendem a ficar inteiros crocantes; 3)cuidado com as medidas em volume, tenha certeza de ter medido direitinho, pois massa mais úmida, com mais líquido, vai espalhar e assar diferente.
Eu me acertei melhor com os cookies (gosto dos crocantes) quando acertei o ponto da manteiga, batendo menos. Agora veja qual solução (ou todas, de repente) funciona melhor para você. Ok?
Bjs

Nora disse...

Ana, já sigo seu blog há um tempão e fiz vááárias receitas que você postou (como o Pizzoccheri sobre o qual já te escrevi, lembra?) e já vi outras vezes você escrever sobre plágio e roubo (porque é assim que se chama o que a pessoa fez). Estou passando por uma situação parecida, só que com um livro que deveria ser meu e entendo perfeitamente sua indignação! Não aguentei e fui conferir: a pessoa não tem dignidade nem ao menos para ter um perfil... Ia deixar um comentário para o "ser", mas o blog é tão pobre, tão esdrúxulo, que não vale a pena. Prefiro ficar lendo e relendo os posts do La Cucinetta!
Beijos

duda lima disse...

Ana,
li seu texto todinho e fiquei chateada por você! Tenho um blog de comida, para mim o bacana é fazer e postar, sejam com fotos boas ou ruim, mas as minhas fotos!
pouco comento, mas sou assídua por aqui, adoro suas receitas, seus textos e suas ilustrações!

Ah! não resisti e fui no blog, hehe!

abraços!

Pepa disse...

Ana, fiquei passada... realmente como a pessoa tem "coragem" de copiar assim discaradamente... Se não conhecesse seu blog e me deliciasse com suas receitas e fotos lindas, provavelmente me encantaria com aquele, já que é tudo seu (aff, vc entendeu meu raciocínio ??, rsrsrsr). E antes até pensava que a gente deveria deixar prá lá... mas acho bom mesmo falar, colocar o nome do sujeito, afinal vc sabe do que está falando, entende do assunto, escreve do que conhece (e dá dicas mara, lembra que te perguntei da placa de mármore no forno ? muito boa !!)
Não achei o "Gnocchi", mas naqueles rolinhos de biscoito para dar de presente, tá lá a sua ilustração e "assinatura" no cartão. Só com muito maracujá mesmo !!
Bjus 1000

Ana Ventura disse...

Ana, é a primeira vez que comento aqui no blog, apesar de acompanhá-lo há quase um ano.
Você está coberta de razão em falar sobre isso. Tanto copiar integralmente os textos dos outros, quanto usar fotos que não são nossas sem creditar adequadamente o autor é algo extremamente condenável. Não só por ser de uma falta de ética e de criatividade absurdas, mas também e principalmente por ser crime.

Amo as receitas! As saladas, os bolos, tudo uma delícia. Gosto muito das suas ilustrações também, viu?!
Você está de parabéns.
Que Deus te proteja sempre!

Monalisa disse...

Nossa como fiquei com raiva!!! Falta de criatividade é elogio pra esse tipo de pessoa. Isso é pedir para ser processada!
Bom, mas falando agora de coisas boas, farei sua receita com muuuita calda, yummmmmy!
Beijos

CRISTIANE LARA disse...

Oi Ana ! Tudo bem ? Conheci seu blog por acaso procurando uma receita de Bolo de Maçã e não só a encontrei como descobri muitas outras receitas maravilhosas.
Fiquei muito chocada com a cara-de-pau da pessoa que copiou o seu texto e fotos.
Beijocas para você !

Fernanda disse...

Ana, q bolo delicioso! Essa saga da frutinha olhando murcha lá de dentro da geladeira tb me persegue as vezes!!
Quanto ao roubo do conteudo do seu blog adorei a homenagem q vc fez às pessoas sem criatividade, só levando as coisas assim para não enfurecer!
Não liga não, aquilo nem é blog, dei uma olhada e penso que todos os posts são copiados, identifiquei vários do baunilha e Chocolate. Uma vergonha!
Bjs.

miosotiis disse...

Enfim Ana...a sensação que dá é que todas as receitas são fruto de copy-paste... e, na verdade, bastava deixar lá os créditos das imagens e a receita...

Há coisas que nem vale a pena comentar... :(

dcportiz disse...

Oi Ana,

Tenho sido uma leitora assidua do seu blog mas silenciosa. Há 2 meses eu o descobri quando procurava uma receita de bolo de laranja para lembrar meus tempos de Brasil (moro na França - Orleans). Seus textos escritos de forma tão peculiar me cativaram tanto quanto as receitas e quase credito a vc meus quilinhos a mais(brincadeirinha)!!! É por isso que não pude deixar de ir no tal blog e deixar meus comentários irados!! ao ler o dito blog todo deu para perceber que os posts são de várias pessoas pois o estilo dos textos muda muito. A não ser que a pessoa tivesse um distubio de personalidade muito forte para mudar de estilo a cada post. Pelos comentários pude ver outros donos de blog reclamando a autoria de receitas. Isso tudo é nojento!!
Mas o que importa é que a unica coisa que ninguém rouba de vc é o seu conhecimento. Se pusesse vc e a criatura farsante lado a lado e pedissem para reproduzir as receitas só vc poderia faze-lo.
Parabéns pelos blogs, pelas receitas e por compartilha-las conosco, assim como um pedacinho da sua vida.
Só peço que não demore a aparecer pois sinto muito sua falta.

Bisou

Daniella

Elisa Torrezani disse...

Oi Ana! Tudo bom?
Aqui é a Elisa do Receitas da Mamma. Nossa! Fiquei indiginada com isso!!! Que absurdo! Realmente, já tinha visto roubarem fotos, mas textos é a primeira vez!
Eu também não me aguentei e fui lá ver: é ridículo!! Não sei se vc percebeu, mas a pessoa é tão burra, mas tão burra que os links que têm no meio do seu texto levam ao La Cucinetta!!! Gente, como pode???

beijos e força!!!!
se precisar de ajuda para algo, conte comigo!

Caren disse...

Guria!! Fiquei chocada! Fiz questão de conferir, e a pessoa copiou mesmo posts na íntegra!! É uma falta de elegância total. De fato, para que ter um blog assim? Qual a vantagem em copiar de outros, que dispuseram de seu tempo e inspiração para fazê-lo?
No mais, é vc que eu vou continuar seguindo, pois gosto de credibilidade.
bjks

Bru disse...

Gente, que bafao!! Pessoa mais descarada!
Ainda bem que a gente sabe que o original é aqui! :-)

(O bolo parece uma magavilha!)

Ju Tedesco disse...

O blog á absolutamente mal feito e todas as rceitas são copiadas de outros lugares, inclusive a formatação. Juro, ou a pessoa é uma criança de 11 anos que quis fazer um caderno de receitas virtual ou tem que ser presa.

Bom, vou fazer seu bolo hoje, que pareceu ser delícia!!!

dulce disse...

Ana, eu a acompanho há muito tempo, mas nunca achei necessário escrever, já que na minha mente é tão claro que você já faz parte da minha rotina diária, como a minha higiene, por exemplo, que escrever seria redundante. Não tem coisas que não falamos pro marido e depois perguntamos por que ele não fez o combinado? Então, achamos que o outro está dentro dos nossos pensamentos, dada a intimidade que estabelecemos. Vc nem me conhece, mas eu sim e vc é parte do meu dia a dia.
Qto ao blog clone, só tenho uma coisa a dizer: Mulher Solteira Procura ! Alguém assistiu? Pois é, assistam. Sem comentários.
Parabéns pelos blogs. São minha inspiração diária.
E as cópias, bem, deixemos com a consciência e a vergonha de cada um.
Beijos
Dulce

Fúlvia e Suzie disse...

Oi Ana!
Tb estou passando por isso de copiarem texto de blog meu. E a pessoa teve a pachorra de copiar tudo MESMO: falando da minha filha, da minha cachorra, do jeito como faço as coisas em casa. O que diabos? Ela não teve a capacidade de colocar créditos, de mudar o texto, de mudar legenda de foto (pelo menos não copiou a foto que tiraram p/ mim), nada.

Pode usar o texto como inspiração, q é o que faço, e escreva com suas palavras. Pior: a pessoa tem uma empresa que trabalha com o que eu tinha escrito no texto... olha a sacanagem, né?!

Beijos e sigamos =)

p disse...

pra mim esse tipo de atitude tá mto associada com o jeito que os cozinheiros são vistos hj em dia.
se o blog tivesse pouca audiência, com fotos e receitas nada demais,
duvido que copiaram os textos, as receitas e as fotos. provavelmente a pessoa gostaria de ser reconhecida por algo que faz e ter um blog como vc tem, mas, como vc disse, em vez de ir cozinhar, aprender a fotografar o que faz e ler livros de gastronomia etc, aprendendo cada vez mais sobre, a pessoa copia o que encontra aqui e age como se a autoria não fosse sua. assim é fácil (e mais rápido).
mas fica difícil ter personalidade e saber do que se gosta qdo se age assim. muito bizarro.

Camila disse...

Oi, Ana - só pra dizer que vi o post assim que saiu e meia hora depois lá estava eu fazendo o bolo. Ficou incrível e eu também tô perigando comê-lo todo de um dia pro outro. :o) É isso, só queria agradecer mesmo! Super obrigada e um grande beijo.

Karen disse...

Sigo esse blog há três anos, na maioria das veses silenciosamente. Aquela receita da pâte brisée foi que me trouxe aqui e é uma das minhas favoritas, a primeira sua que testei e depois de muito estudar sobre essas massas hj sou quase uma expert em quiches e tortas graças a ti. E sempre, sempre que alguém me pede a receita eu passo e dou o link do seu blog pra pessoa ver as fotos da farofa e seu passo-a-passo que é fantástico. Quase deixei um recado desaforado qdo vi aquilo, tipo: -ei, como assim?? Simplesmente não acreditei que alguém tivesse tamanha cara de pau... cheguei a pensar que era outro blog seu, sei lá... no fundo acho que não queria acreditar que o mundinho de certas pessoas possa ser tão oco. Enfim, seu blog é e sempre será referência pra mim e referência a gente cita quando usa!

cristiane.reis disse...

Que cara de pau esse blogueiro! Mais que patético isso!!! Mas deixe estar... vc será sempre e cada dia mais uma blogueira habilidosa e inteligente e ele um zé mané qualquer.

Pedro disse...

Integridade em falta no mercado, Ana. Baixíssima estação, infelizmente.

Eu nem blog tenho, mas quando faço uma receita sua aqui em casa dou os devidos créditos, você já é quase da família =)

Falando de outro assunto, sempre leio por aqui que você corre. Algum outro exercício específico? Eu pedalo, mas recentemente descobri e me apaixonei pela corda. Que exercício, menina! Já perdi 10 quilos em um ano e nada de diets e lights =)

Grande abraço e siga firme, gostamos muito daqui.

Pedro disse...

Integridade em falta no mercado, Ana. Baixíssima estação, infelizmente.

Eu nem blog tenho, mas quando faço uma receita sua aqui em casa dou os devidos créditos, você já é quase da família =)

Falando de outro assunto, sempre leio por aqui que você corre. Algum outro exercício específico? Eu pedalo, mas recentemente descobri e me apaixonei pela corda. Que exercício, menina! Já perdi 10 quilos em um ano e nada de diets e lights =)

Grande abraço e siga firme, gostamos muito daqui.

Quitutes da Juju disse...

Nossa, Ana... Estou perplexa com a cópia totalmente desenfreada! O que que é isso???
Parabéns pelo texto que expressa tão bem a sua (nossa) indignação.
Bjs,

http://quitutesdajuju.blogspot.com

DricaPeixoto disse...

Espero que ajude, denunciei o blog.
Sua receita de cokkie em rolo está lá ... que falta de vergonha.

Anônimo disse...

A pessoa é tão cara de pau que pubica diversos posts seus como se fossem dela! Falta de vergonha na cara...
Não se preocupe, todos aqui gostamos demais do seu blog e da sua autenticidade ;)
Beijos,

Ingrid

Rachel disse...

Que loucura!! Isso já aconteceu com outros sites como o do Rainhas. Só acho que a pessoa é uma psicopata, além de cara de pau!

bjos

Eloisa Vidal Rosas disse...

Querida Ana, sou seguidora do seu blog, não só pelas receitas como pelo texto delicioso... sabe, não dá nem para ter raiva, é tão... patético! Essa pessoa não roubou suas receitas e diário... ela tentou roubar sua vida...
Parabéns pelo seu blog lindo e obrigada por compartilhar momentos tão gostosos - duplo sentido! - da sua vida comigo.
Eloisa, do Rio de Janeiro

Paulo RT disse...

Olá.
Concordo com você. Vi cerca de 10 artigos do nosso blog plagiados no mesmo site que postou o link.
Simplesmente copiou o html, pois até os estilos estão lá. A preguiçosa (palavra carinhosa para outra que pensei mas alteraria meu nível rs) só mudou algumas coisinhas que pudessem dar pistas que eram (como de fato) de outras pessoas).
Não ganhamos nada para fazer nosso blog, pelo contrário, investimos no layout, no servidor, em tempo para fotografar, editar, comprar os ingredientes e para fazermos como gostamos, investimos tempo e dedicação. É revoltante ver que em minutos, uma aproveitadora apresenta um trabalho seu como se fosse dela.

Uma curiosidade: Na lista dos blogs que ela segue, não estão incluidos os que ela rouba. Não é uma admiradora, mas uma mera ladra.

Parabéns pela maneira elegante e direta de responder a essa baixaria. Aproveito para dizer que seu blog é muito bom.

Paulo RT disse...

PS: Denunciei aquele blog.

Paula disse...

É assim mesmo Ana! Como você é superior a essa gentinha... Encontrei no dito blog a sua receita de cupcakes de chocolate "fáceis e deliciosos"... que falta de vergonha na cara!

Ana Matusita disse...

Oi Ana,

comecei a acompanhar seu blog há pouco - e já adoro. passei a fazer meu caldo de legumes com as suas instruções e ficou ótimo, obrigada!
Então, não tem como não se indignar com a cretinice e psicopatia alheia. Além de copiar um post seu, vi que a pessoa copiou também do Vitor Hugo, amigo querido do blog Prato Fundo.
Lamentável.
Abraço,
Ana

Tatiana Rabaneda disse...

Já leio seu blog há algum tempo, mas é a primeira vez que deixo um comentário. Não pude deixar de visitar o blog mencionado, logo que vi as fotos já identifiquei que eram do seu blog, quando li o texto fiquei ainda mais assustada. Como é complicado entender o ser-humano!!!
Mas aproveito para agradecer as receitas deliciosas que vc passa pra gente. Adoro seu blog.
Beijosss

samya disse...

Oi Ana, tudo bem? Acredito nunca ter deixado nenhuma mensagem no teu blog mas o sigo fielmente e ja experimentei varias receitas.
Estava dando uma olhada no blog da pessoa em questão e parece que todas as receitas são copiadas de outros blogs de cozinha.
O mais engraçada é ver que em alguns posts se lê o português do Brasil e outras, como no bolomousse de chocolate, o português de portugal, alias essa receita foi roubada do blog baunilha e caramelo.
Muito triste isso, muita solidão mesmo, não fico com raiva não, me da mesmo é pena.
Abraços e longa vida ao teu delicioso blog.

Vivian disse...

Caramba, quase todas as receitas são suas!!!! Que absurdo!

Adriana Gabardo disse...

Oi Ana! Adoro seu blog e o que mais aprecio quando eu o estou lendo eh a sua originalidade. Parabens! Ah, gostaria de comentar, nao sei se vc ja o conhece mas encantei-me com o blog do David Lebovitz. Vale a pena dar uma olhada la. Eu gostaria de te perguntar se vc indica alguma marca quando vc usa manteiga nas suas receitas. Beijos!

Rena disse...

Olá, Ana, que coisa mais chata mesmo, eu não resisti e entrei no blog, você acabou dando bastante pageviews pra ela hehe vc poderia criar um banner de boicote a essa pessoa e acredito que nesse ponto os blogueiros poderiam se unir. Digo isso pq lembrei quando uma marca infantil copiou um boneco da RosaPomar, eles fizeram isso e deu certo!
E ela tem outros blogs, deve ser tudo cópia também... mas o mais importante é que as pessoas reconhecem seu trabalho!

Manu disse...

Infelizmente o mundo está cheio de pessoas invejosas... mas isso só demonstra ainda mais a qualidade do seu trabalho, se é invejado é porque é muito bom, né? Só não sei como alguém assim consegue encostar a cabeça no travesseiro à noite...
Amei a receita, com certeza irei testar, adorei seu blog, estou conhecendo agora e já estou seguindo!
Continue nos brindando com suas receitas maravilhosas, fotos lindas e textos cheios de criatividade!

Lau V. disse...

Olá.
Fico indignada com a falta de personalidade dessa pessoa que roubou textos e fotos de vários blogs, incluindo o meu.
A "pessoa" quer ser esperta mas é tão burra que acabou deixando alguns links nos meus textos direcionados para o meu blog.
Alguns títulos ela até mudou o nome, da para acreditar nisso?
É muita cara de pau e muita falta de noção.
Fiquei nervosa quando vi teus textos e fotos lá também, Ana.
Espero que saia do ar logo esse blog ou que a pessoa se toque, eu já denunciei.
Gostei da receita, bom para acalmar. rs
Beijos

Katia Bonfadini disse...

Ana, que coisa mais chata e, a meu ver, incompreensível! Eu me identifiquei com esse trecho do seu texto "às vezes achou no Google Images (a maldição) e o mundo está tão cheio de espertalhões quanto de pessoas que ignoram que direitos autorais vigoram também na Internet, e que nenhuma imagem surgiu por combustão espontânea, elas foram criadas por alguém." Recentemente uma leitora do meu blog encontrou uma das minhas ilustrações sendo vendida (!!!!) em uma loja virtual! Denunciei o caso e o site foi muito prestativo "fechando" a loja virtual da pessoa em questão. A resposta que recebi foi justamente essa: "estava no google images" e achei que podia ser usada". Pra terminar o caso, fingi acreditar na história, mas como alguém pode não saber que toda imagem pertende a alguém???? Já vi ilustrações minhas em outros blogs, mas dessa vez, a pessoa estava vendendo minha imagem! Olha que coisa absurda! O bom é que tem sempre alguém que nos avisa dessas coisas. De resto, fique tranquila. Seu blog é um sucesso porque você é autêntica e super talentosa! Ninguém pode tirar isso de vocÊ! Beijão!!!!

carol disse...

Ana já fiz varias receitas suas,a preferida aqui em casa ainda é o bolo de chocolate em camadas.Parabéns!Quanto ao plágio, o blog q vc sitou só tem receitas copiadas de uotros blogs,como o seu ,o cozinha pequena, o quixe de macaxeira,isso só para citar alguns pois até sites de revista como a casa e comida por exemplo ela sita as receitas como dela.Q loucura creeeedo!!!!Q medo de gente asim eim!???

Dani Etoile disse...

Ana, to passada! Fui lá ver e deixei meu comentário! absolutamente infâme...
bj

Bruna disse...

Eu fiquei curiosa e fui olhar o blog da moça, eu confesso que fiquei apavorada. Ela não se dá o trabalho de REMOVER a formatação das tuas receitas!
Cara, sem mencionar os textos na íntegra!
"o marido jogando video game, o cachorro dormindo desconfortavelmente..." hahaha
gente sem... vida!

Bacana teu blog, sempre leio, entretanto nunca havia comentado antes.
Te desejo ai
nda mais sucesso com o blog.

Excelentes receitas!!!

beijo

Carol Romagnolli disse...

Oi Ana,
Seu bolo de maracuja is just adorable!!! Otima ideia, agua na boca.
Agora, o lance da "pessoa" copiando seus textos, mantendo referencias pessoais e tudo, que horror! Eh dificil de acreditar que alguem tenha a cara de pau de fazer isso...

Geórgia disse...

Concordo em tudo.
Postado por eu, como assim? Não tem nem nome de quem escreve, ou melhor, copia no blog. Tem quase todas as receitas do site http://baunilhaechocolate.com também. Pelo visto ela escolhe as receitas que mais gosta e copia.

Anônimo disse...

Ana, talento como o seu é raro.. e pra quem sabe português descobre logo que o texto é seu por sua maneira de usar o verbo no passado.. poucas pessoas escrevem como vc faz... falta de ética é um um problema endêmico..
claudia_ana@hotmail.com

Adri disse...

Ana, em primeiro lugar quero dar os parabéns a seu blog! Acompanho há algum tempo, mas nunca tinha comentado, falha minha! (olha que também ou blogueira, rs).
Fiquei chocada com a cópia dos seus posts. Não acho correto nem copiar o texto com os créditos, pois o post tem um contexto, é muito melhor deixar um link, pois o que é bom merece ser divulgado.
Você escreve os textos de forma tão pessoal que identifiquei na hora de onde eram os posts. Só um comentário para o ocorrido: lamentável!

Eneida disse...

Oi Ana, sou leitora do seu blog já há algum tempo, gosto muito do seu jeito simples e direto e venho sempre dar olhada nas receitas deliciosas.

Por isso, não quero parecer agressiva, e é claro que é ridículo além de ilegal alguém copiar seu texto sem sua permissão.

Porém, fiquei pensando se, ao copiar uma receita da Nigella Lawson neste mesmo post, você também não estaria infringindo as leis de direitos autorais.

Sei que isso é prática comum em vários blogs de culinária, meu objetivo não é acusar ninguém de nada, mas gostaria de saber: os blogueiros têm permissão da autora ou da editora para publicar as receitas em seu blog? No livro da Nigella que eu tenho está escrito que todos os direitos estão reservados e que é proibida a reprodução total ou parcial da obra em qualquer meio, sem autorização da autora. Há um acordo com as editoras, que abrem mão dos direitos autorais neste tipo de mídia??

Me desculpe se a ofendo ao perguntar, não é esta a intenção. Mas propriedade intelectual é um assunto muito sério e atualmente muito polêmico. Todos nós temos programas piratas, cds e filmes piratas, e cometemos todas as formas de infração a direitos autorais o tempo todo. Ao tratar isso de forma unilateral, você está reduzindo a complexidade do tema de uma forma que, para mim, é bem simplista.

Me desculpe pela franqueza e parabéns pelo blog!

Ana E.G. Granziera disse...

Eneida,
não é agressivo não, seu comentário é muito pertinente. Lá mais para trás do blog eu tinha ficado muito com o pé atrás com a possibilidade de infringir direitos autorais de livros. Tanto que só publicava adaptações de receitas, e nunca ipsis literis como constavam nos livros. Depois fui um pouco atrás e não consegui encontrar nada muito específico a respeito disso a não ser alguns chefs que me disseram que não há direitos autorais para receitas. Apenas o respeito em se citar a fonte. Tanto que os próprios livros da Nigella estão lotados de "tirei essa receita desse livro e adaptei assim" e a maior parte dos livros de culinária que tenho citam sua bibliografia no fim. A não ser os da Heloísa Bacellar, o que eu acho muito bizarro, apesar de gostar muito dela. De qualquer forma, eu relaxei um pouco a esse respeito e de vez em quando publico receitas tal qual o livro. Mas assim que vejo que há já receitas demais de um determinado livro, eu paro. Porque quero mais é que as pessoas comprem os livros, por isso deixo os links pra Amazon na minha biblioteca e sempre, SEMPRE cito a fonte das minhas informações. Também por isso nunca vou fazer como uma pessoa sugeriu e "destrinchar" um livro só. Esse respeito de citar fonte se vê inclusive em blogs de chefs e pessoas que trabalham com edição de livros e revistas de gastronomia, então fico mais tranquila. O que acredito que seja infração de direitos autorais de um livro de culinária seja escanear as páginas e disponibilizar capítulos inteiros, por exemplo. Ou traduzir textos inteiros como se fossem seus. Ou usar as fotos dos livros no blog e aí colocar anúncios na lateral do site, o que quer dizer que você está ganhando dinheiro com o trabalho do chef e da editora. Mas se você tiver mais informações a respeito disso, adoraria saber. :)
Essa discussão é sempre muito boa, obrigada.

Bjs

Ana E.G. Granziera disse...

Eneida,
não é agressivo não, seu comentário é muito pertinente. Lá mais para trás do blog só publicava adaptações de receitas, e nunca como constavam nos livros, por me preocupar com isso. Não consegui encontrar nada muito específico a respeito disso a não ser alguns chefs que me disseram que não há direitos autorais para receitas. Apenas o respeito em se citar a fonte. De qualquer forma, eu relaxei um pouco a esse respeito e de vez em quando publico receitas tal qual o livro. Mas assim que vejo que há já receitas demais de um determinado livro, eu paro. Porque quero mais que as pessoas comprem os livros, por isso deixo os links pra Amazon na minha biblioteca e sempre, SEMPRE cito a fonte das minhas informações. Isso se vê inclusive em blogs de chefs e pessoas que trabalham com edição de livros e revistas de gastronomia, então fico mais tranquila. O que acredito que seja infração de direitos autorais de um livro de culinária seja escanear as páginas e disponibilizar capítulos inteiros, por exemplo. Ou usar as fotos dos livros no blog e aí colocar anúncios na lateral do site, o que quer dizer que você está ganhando dinheiro com o trabalho do chef e da editora. Mas se você tiver mais informações a respeito disso, adoraria saber. :)
Essa discussão é sempre muito boa, obrigada.

Bjs

Livia Luzete disse...

Que maravilha de bolo. Comi um desses,com essa mesma receita na casa de uma amiga e copiei a receita. Então como ontem comprei maracujás hoje sai bolo!!! Só não terá extrato de baunilha...buá...não encontro aqui no Ceará!
Beijo.

Daniela Souza disse...

Olá Ana, acabei de conhecer seu blog e adorei!
A minha dúvida é em relação a calda de maracujá, ela é submetida a algum tipo de cocção?

Beijão e espero que responda...

Anônimo disse...

Perguntinha: E se eu não tiver uma forma de bolo ingles? Poderia usar algum outro formato mais convencional?

Anônimo disse...

Eu andei lendo outra receita em forma de bolo inglês e pensei em duplicar essa e assar numa de furo. Você já tentou isso alguma vez, ana?

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails