segunda-feira, 28 de junho de 2010

Bolo de maçãs com cobertura de açúcar e canela para tirar cisma

Há tempos olho para meu único livrinho da Magnolia Bakery com ressentimento. Depois de cookies molengas e sem gosto e cupcakes insossos e esfarelentos cobertos por uma cobertura de açúcar e manteiga que levaria qualquer ser humano primeiro ao dentista e em seguida a um cardiologista, eu havia desistido de estragar ingredientes com aquelas receitas. Tendo lido outras críticas no mesmo tom, criei um ranço do livro, da confeitaria e de todos os envolvidos. Ao ponto que cheguei a passar na porta da Magnolia Bakery em NY e não quis entrar. Mostrei a língua (mentalmente) e passei reto.

Veio porém a Valentina, luz no fim do túnel, dizer-me que havia sim tido boas experiências com os livros da Magnolia, incluindo o meu. As receitas que ela testara, entretanto, eram diferentes das que eu preparara. Hmmm.... Parte minha desconfiava que talvez nem todas as receitas do livro fossem confiáveis. Outra parte sugeriu que era meu adaptômetro que andava feito louco naquela época, e que eu provavelmente andara substituindo ingredientes onde não devia, usando ingredientes na temperatura errada, etc e tal. Afinal, eu confio em Valentina, e se ela disse que funciona, então funciona.

Tendo duas maçãs Pink esquecidas na fruteira, abri o livro na primeira receita e decidi preparar um bolo de maçãs com cobertura de açúcar e canela. O bolo era bastante simples e prometia dar certo, enfim. O único porém (e um dos motivos pelos quais o livro não me empolga muito) era o uso de maçãs enlatadas. Hmmm... É tão rápido descascar e fatiar uma maçã... maçã em lata? Jura? Isso acontece em outras partes do livro, em que a autora usa mistura pronta de pudim de baunilha e biscoitos industrializados, dos mais vagabundos. Não exatamente o que se espera de uma confeiteira... mas esse não é o ponto. O ponto é que estamos na época das maçãs, as minhas estavam lindas e suspirantes, cor-de-rosa como o nome, e ai de mim se eu me meteria num supermercado em dia de jogo justamente para comprar maçãs em lata. Hunf. Importadas, ainda por cima, e carésimas, uma vez que brasileiro pode até só conhecer maçã da Mônica, mas pelo menos come a fruta in natura.

Ok. O bolo é fácil de fazer, principalmente pelo fato de usar óleo no lugar de manteiga. Cresceu bem e desenformou fácil, apesar do medo de que todo aquele açúcar derretido por cima fosse criar uma barreira intransponível impedindo a passagem do bolo pronto. Ele ficou fofo, úmido e perfumado. A receita pedia uma lata de 20 ounces de maçãs em calda (560g, aproximadamente), e eu tinha 400g de maçãs fatiadas, in natura. Até pensei em cozinhá-las um pouco em uma calda de água e açúcar, apenas para simular sua textura, mas confesso que me deu muita preguiça. Procurei por aí qual era o peso DRENADO das maçãs em lata americanas, mas não encontrei. Presumi que a diferença de 160g fosse ok para as maçãs drenadas em relação ao peso total da lata, mas no fim das contas acho que faltou um pouquinho de maçã no bolo. Eu usaria 3 maçãs grandes facilmente, e talvez usasse outra variedade também, como a Gala ou a Golden, de sabor mais pronunciado.

Apesar disso, porém, e apesar de não ser meu bolo de maçã favorito (nenhum ainda superou o de Anna del Conte para mim), o livro me pareceu mais promissor, e tive vontade de testar outras receitas e mesmo tentar novamente aquelas que falharam. Nada me chateia mais do que livros de culinária ruins [ok, há coisas que me chateiam mais, mas livros de culinária ruins estão no Top 10 da chateação], então é sempre bom descobrir que fora apenas um caso de "dia ruim".

[UPDATE: o bolo ficou mais gostoso no dia seguinte, e o Allex, que dificilmente come qualquer bolo que eu faça - sacrilégio! - tanto gostou que disse de manhã cedo que não queria pãozinho: comeria bolo no café da manhã. :D]


APPLE CAKE WITH CINNAMON SUGAR TOPPING
(ligeiramente adaptado do livro More From Magnolia, de Allysa Torey)
Tempo de preparo: 20 min + 1 hora de forno
Rendimento: 1 bolo de uns 23cm

Ingredientes:
  • 2 xic. farinha de trigo
  • 2 colh. (chá) fermento químico em pó
  • 1 colh. (chá) sal
  • 2/3 xic. óleo vegetal (de preferência canola)
  • 1 xic. açúcar cristal orgânico
  • 2 ovos grandes, orgânicos, em temperatura ambiente
  • 1 xic. leite
  • 1 colh. (chá) essência de baunilha
  • 3 maçãs grandes (aprox. 550g), descascadas e fatiadas
  • 1/2 xic. açúcar cristal orgânico misturado a 1 colh. (chá) canela em pó

Preparo:
  1. Pré-aqueça o forno a 160ºC. Unte e enfarinhe uma forma de furo no meio de 23cm de diâmetro.
  2. Em uma tigela pequena, peneire a farinha, o fermento e o sal. Reserve. 
  3. Na tigela da batedeira, em velocidade média, bata o óleo, os ovos e o açúcar até que fique espesso e claro, cerca de 3 minutos. 
  4. Junte a farinha em 3 partes, alterando com o leite e a baunilha, batendo apenas até que pareça bem misturado. 
  5. Em uma tigela, misture as fatias de maçã com metade da mistura de canela e açúcar, até recobri-las bem. Junte metade das maçãs à massa, misture com uma espátula e espalhe na forma. Disponha o restante das maçãs sobre a massa e polvilhe com o resto do açúcar e canela.
  6. Leve ao forno por 60-70 minutos, ou até que um palito inserido no meio saia limpo. Tire do forno e deixe esfriar na forma por 1 hora. Então desenforme, e deixe terminar de esfriar sobre uma grade.

12 comentários:

Paula Schuwenck disse...

Olá, Ana.

Me indicaram seu blog porque acabo de lançar um com a minha família, no qual postamos um vídeo por semana com receitas veganas. Quando puder dar uma passadinha lá, talvez goste das receitas. Fica o convite:
www.vegetarianocomeoque.com.br

Um abraço

Juliana disse...

Amei o bolo e o blog! Sou fã incondicional de doces com maçã e canela. Vou passar sempre por aqui pra conferir as novidades. Bjs, Ju

Patricia Scarpin disse...

Ana, que bom que você resolveu botar o livro à prova novamente - vamos adorar! A Valentina tem mesmo umas receitas lindas desses livros da Magnolia Bakery, especialmente no comecinho do Trem Bom - eu já pensei em comprar o livro justamente por isso.

Delícia de bolo - amo tudo com maçãs.

Beijo!

Carla disse...

Ana, tenho um pequeno presente no meu blogue para ti. Passa por lá.
Beijis.

Valentina disse...

Menina, fiz este bolo em 2005 - pode, quase 5 anos.Esta começando com o blog e tinha mais um diário de receitas. E a curiosidade foram as tais das maçãs em latas. Nem sabia que tal coisa existia. Até hoje a nao ser abacaxi em lata, agora a maça, e mais umas duas ou tres frutas, nem sei o que se acha em lata. tenho um preconceito profundo de fruta enlatada. talvez muito por ter crescido comendo frutas frescas para começo de conversa. Quando comprei o livro da Magnolia fiz uma boa leva de receitas. Mas nao toco nele ha muito tempo. Que bom que de qualquer forma esta receita aqui nao desagradou.

Raquel disse...

Oi, Ana !
Acompanho teu blog tem um tempão !
Já fiz o bolo de fubá, o de laranja e aquela sopa de abóbora com feijão branco ( acho que era sopa ). Agora esse de maçã tá lá no forno assando !
Vamos ver se acerto !

Beijinho !

Ester disse...

olá!
Conheci seu blog procurando receita de bolo de maçã rs
Fiz ontem e segui a receita à risca. MA-RA-VI-LHO-SO!
Todos aqui adoraram! Tanto que repeti hoje. Mas fiz 1 e 1/2 receita, e acrescentei rodelas de banana. Ficou ótimo!
Estarei sempre por aqui.
bjs

Cecilia disse...

Ana que bolo é esse pelo amor de Deus?!!!! Meu marido foi quem fez, ele errou na temperatura do forno, assou em forno muito baixo, mas o resultado foi... surpreendente! O bolo ficou húmido, hummm, acabei com ele, ele bolo kkkk Comecei hoje aulas de boxe, para lutar contra as calorias!
Vi a receita do pudinzinho, mas tenho medo das suas receitas ha ha ha Beijo Cecilia www.cozinhadagranja.blogspot.com

Pimenta Cor de Rosa Bazar e Ateliê disse...

Ana...parabéns pela receita e obrigada por compartilhá-las conosco.
Eu simplesmente amei esse bolo!!!Não gosto muito de maçã mas esse bolo é magnífico.
Bjs,Sil

Camila Lima disse...

Ana! maravilha de bolo! Acabo de fazer aqui em casa, que cheiro delicioso! Muito obrigada pela receita maravilhosa! =]

Chocolatine Cramée disse...

Oi Ana,

Fiz seu bolo na festa de despedida do trabalho e os franceses adoraram (não estão acostumados com bolos feito em casa). Ficou uma delicia!!
Obrigada pela receita.
Beijos

Juliana disse...

oi Ana.

acabei de tentar(mil anos depois). não aguentei e roubei um pedaço morno, mesmo... nossa, que textura, que cheiro, que fofuuuura.

mas tenho uma pergunta (sempre, né, rs):
há pouco tempo eu comprei um termômetro de forno.... mantive realmente a 160˚C, controladinho, e tive de assar por mais de hora e meia...! me parece que ficou menos dourado e mais úmido que o seu. você sabe se o seu forno é fiel aos numeros do termostato?
você usa um termômetro?
acho que na próxima vou tentar assar a 180˚C... será?

um beijo e muito obrigada

ju

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails