sexta-feira, 5 de junho de 2009

Salada quente de batata e ervilha-torta com queijo de cabra e ovo poché

Quando a batata grande e fatiada com casca está quase cozida, acrescento à água fervente um punhado de ervilhas tortas. Enquanto isso, uma tigela grande aguarda com uma colher (sopa) de azeite, uma colher (chá) de vinagre branco, a mesma quantidade de mostarda de Dijon, algumas folhas de tomilho, um dentinho de alho pequenininho muito bem picadinho, pimenta-do-reino e uma pitada de sal. Escorro os legumes com cuidado para não quebrar (muito) as batatas e volto-as à panela ainda no fogo, apenas o suficiente para fazer evaporar seu excesso de água. Derrubo-as na tigela com o tempero e misturo tudo rapidamente e com cuidado, até que eu possa ver uma fina película de tempero sobre o verde vivo das ervilhas e o amarelo opaco das batatas.

A água da outra panela está fervendo, com uma pitada de sal e um pouco de vinagre. Derramo ali meu ovo e, nos três minutos em que ele cozinha, desfaço em pedaços sobre a salada quente uma fatia de queijo tipo Feta, para que ele derreta ligeiramente com o calor dos legumes.

Disponho a salada quente no centro de meu prato e apanho a espátula para retirar meu ovo poché. Num momento desajeitado, no entanto, minha gema explode, e eu corro para salvá-la e derrubá-la de qualquer jeito sobre a salada.

Jantar rápido e delicioso, mas a linda fotografia que eu planejava com o ovo poché partido ao meio foi arruinada.

É nisso que dá tomar vinho antes de fazer seu ovo poché. :P

8 comentários:

Joana G. disse...

a salada está linda...!
se é isso que passa quando você toma vinho antes de cozinhar... está mais que recomendado! rs

Andrezza disse...

Oi Ana! Essa salada parece deliciosa!
Comprei o livro que vc me indicou: Técnicas Culinárias- Le Cordon Bleu.
Estou aguardando ansiosamente o correio me entregar!!! Obrigada mais uma vez!!!

Edilia disse...

Ana, passe no meu blg que tem um mimo para você.
Edilia

Ligia disse...

Oi Ana
Eu tenho um problema com ervilha-torta porque não gosto da consistência dela, acho muito fibrosa. As suas ervilhas-tortas também ficam assim e fazem CREC CREC (muuuuito mais crec crec que uma vagem)quando mordidas ou você tem algum truque pra deixá-las com uma consistência melhor?

Ana Elisa disse...

Andrezza,
que bom, espero que o livro te ajude.

Edilia,
muito obrigada pelo mimo.

Ligia,
eu apenas cozinho em água fervente com sal por uns dois minutinhos, e, para falar a verdade, eu ADORO a textura mais firme das ervilhas tortas. Você tira as pontinhas e os filamentos, não?

Bjos

Flavia Pantoja disse...

Esse é meu ideal de refeiçao: consistente, leve e cheio de texturas. Adoro ervilhas.
Bjs

Flavia

Carol Flor disse...

Agora eu sei fazer ovo poche, obrigada!

Simplesmente Mariza disse...

Saladas e mais saladas. Coloridas, nutrivas, diferentes, mil maneiras de fazer. Combinações intermináveis, molhos divinos....opa....me empoguei. Mas definitivamente adoro saladas. Atua sugestão está perfeita. Ameiiiiiiiiiiii

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails