domingo, 15 de fevereiro de 2009

PADARIA DE DOMINGO 30: forma de pão de forma

Desde que comprara um livro que mencionava essa forma eu a queria. Não importa o quanto eu adore pães rústicos: meu marido é viciado em pão de forma, e se deixar ele compra os do supermercado, empacotados de gordura hidrogenada e outras porcarias. Tudo porque o homem gosta de fazer sanduíches no tostex. Até aí tudo bem já fiz algumas dezenas de pães de forma brancos, ainda que eu sempre arrume uma desculpa para preparar um integral... No entanto, os pães de forma caseiros ficam sempre com aquela superfície abaulada em cima, e essa barriguinha costuma dificultar as coisas na hora de encaixar o pão na sanduicheira quadrada.

Imagine minha felicidade quando encontrei a tal da forma de pão com tampa em uma dessas lojas mais tradicionais de cacarecos para cozinha! Preciso dizer que é um dos cacarecos mais legais para fazer pão, porque ele elimina a última desculpa de qualquer teimoso que não quer comer pão caseiro. A forma funciona maravilhosamente bem, e, untada com manteiga, o pão fica igualmente dourado dos quatro lados e deliciosamente quadradinho e perfeito. O pão também fica bastante úmido, uma vez que a tampa não deixa o vapor sair completamente.

No entanto, tive de fazer uma modificação na receita de pão de forma que mais uso. Isso porque para ficar quadradinho, o pão tem que crescer até alcançar a tampa e preencher todo o espaço. Nada de mais. Bastou refazer alguns cálculos.

Para o pão de forma quadradinho, use esta receita, mas com os ingredientes listados abaixo. Pré-aqueça o forno a 215ºC e, depois de moldar o pão, coloque-o na forma (untada com manteiga) e coloque a tampa (também untada), deixando um espaço de uns 2,5cm para respirar e deixe fermentar pela segunda vez, durante uma meia hora, até que o pão atinja uns 3/4 do tamanho da forma. Então feche-a completamente e leve ao forno por 50-60 minutos, ou até que o pão esteja bem douradinho por igual e tenha um som oco quando batido com os nós dos dedos na parte de baixo. Não se acanhe em tirar o pão da forma para testá-lo. É só colocá-lo de volta no forno, com a tampa fechada por mais 5 ou 10 minutos, ou até que fique pronto.

PÃO DE FORMA QUADRADINHO Rendimento: 1 pão de 650g Ingredientes:
  • 225g água
  • 15g fermento biológico fresco
  • 405g farinha de trigo para pães
  • 10g sal
  • 15g açúcar
  • 20g leite
  • 15g manteiga
Preparo:
Aqui.

24 comentários:

Dani disse...

Nossa Ana, nunca havia visto essa forma. Que legal, pois a máquina de pão quando assa ele fica quadradão né? nessa forminha fica o tamanho ideal para qq sanduicheira, até as elétricas. Gostei.
Bjs

Acusações Irrisórias disse...

Ana, você não teria uma boa receita de pão para que um reles mortal, que não tem balança e que tem uma batedeira simples que ganhou no casamento, possa fazer um pão para a esposa e para ele comerem no café...
Obrigado
Ronaldo

Ana Elisa disse...

Ronaldo,
a única daqui do blog que é em volume é essa aqui: http://www.lacucinetta.com.br/2006/09/po-de-forma-2-misso.html

bjos

Bigode de chocolade disse...

Como consegui sobreviver até hoje sem uma forma dessas? Compro pão branco algumas vezes só para fazer croutons e olha lá. Pão feito em casa além de mais barato é infinitamente mais saudável. Além de não ter ficado semanas esperando pela gente na prateleira do supermercado, não tem na sua composição aquela lista infinita de aditivos que eles colocam para ter cheiro, ser branquinho, mais fofinho e venenoso. Minha mente curioso já se pergunta também o que será que a gente pode fazer com essa forma além do pão!!! Um abração.

Kelps Leite de Sousa disse...

Só faltou dizer onde a gente também pode encontrar essa forma.

Rodolpho Leonardo disse...

Olá Ana!

é muito interessante saber que alguém partilha de idéias fantásticas de fazer pães caseiros. Eu particularmente nnnão cozinho em casa, deixo só mesmo para o serviços e quisá alguns amigos quando nos reunimos. Mas bem, gostaria de parabenizá-la pelo blog bonito e simpático e como não pude deizar de notar, você passou por positano, italia ou mora lá?
rodolpho

Cucchiaio Pieno - Receitas de uma cozinheira amadora disse...

Cara Ana, fazer pão é uma arte. "Quando eu crescer quero ser igual a voce". Parabéns! Um abraço. Léia

miosotiis disse...

Encantei-me por esta forma! Estou a (re)descobrir inúmeras coisas desde que mudei de casa e uma delas foi voltar a fazer pão. Vi, por acaso, aqui uma forma para cozer baguetes (pão francês) e tentei encontrar por aqui, mas sem sucesso...Fui a uma casa da especialidade e nem sabiam o que era! Agora esta forma...confesso que me prendeu a atenção! :)

*patrícia

Patricia Scarpin disse...

Ficou perfeito, Ana - e amei a cor dourada da casquinha.
Já vi que precisarei arrumar mais um lugarzinho na minha já lotada cozinha... :D

Ana Elisa disse...

Eugenio,
fui lá ver a geléia, mas vc não me disse se gostou ou não do resultado!

Kelps,
nas mesmas lojas de sempre... m dragonetti, doural, depósito pinheirense e qualquer outra loja mais voltada para restaurantes do que para madames. ;)

Rodolpho,
Muito obrigada! Não, só passei por lá, mas virou um dos meus lugares favoritos no mundo... [*suspiro de saudades*]. Moro em SP mesmo.

Léia,
hehehe... que é isso... ;)

Patrícia (miosotis),
tente ir atrás de lojas que forneçam materiais para restaurantes, pois além de mais bem abastecidas, são também mais baratas que aquelas lojas de coisinhas bonitinhas para decorar nossas cozinhas... :)

Patrícia,
Ah, essa é mesmo uma belezinha. Vale a pena. :D

Bjos

Bjos

Acusações Irrisórias disse...

Ana, obrigado pela dica.
No pós carnaval experimentarei a receita e depois te falo se acertei.
Ahh...o bolo de fubá (sua receita) ficou uma delícia. Depois do desastre da forma pequena fiz numa forma retangular mesmo...e deu certo!
Aquele bolo quente é algo assim...
Abs
Ronaldo

Anônimo disse...

Olá Ana
Aqui no Rio tem essa forma (e muitas outras coisas legais) no Principado das Louças(www.principado.com.br) na Rua Marechal Floriano, no Centro, pertinho do meu trabalho. Essa loja vende principalmente para o pessoal de restaurantes, mas não é muito barateira, o melhor em preços são as lojas da região do SAARA, que fica próximo também, mas não vi essa fôrma por lá ainda. O pão ficou lindo. Parabéns.
Bjs. Cláudia Nantes
claudianantes@bol.com.br

Bigode de chocolade disse...

Ana, respondi lá mesmo. Que bom que me visitou. Agora estou a fim de fazer uma geléia de azeitonas pretas. Coisa extravagente. E a é culpa sua, eh eh. Nao precisa publicar, ok!?

Anônimo disse...

Olá Ana!
Tudo bom?
Ana, você tem alguma boa receita de croissant?
Ja fiz algumas, mas os pãezinhos ficam borrachudos...minha mãe, que é uma excelente baker, também encontrou o mesmo problema!
Parabéns por tudo no blog, ele é muito didático e lindo!
Beijo
Mirela

Ariel Pacífico disse...

Ana, parabéns pelo seu tão sonhado e perfeito pão! Se embalasse em um saquinho com logomarca se passava com certeza pelo industrializado, exceto pelo perfume que não senti mas imaginei, que tortura não? Segui a tua receita do brownie, simplesmente divina, mas infelizmente não a repetirei tão cedo...a devorei inteira imagine o prejú? rsrs. Vou colocar teu link no meu blog ok? Abraços, Isa.

Anônimo disse...

Olá Ana, para um pão integral basta que eu substitua a farinha branca por integral, ou terei que usar uma parte da branca e uma parte da integral?
Abs,
Daniela Fonseca (dafsp@terra.com.br)

Ana Elisa disse...

Ronaldo,
que bom que você gostou! Ponto positivo para a cozinha simples de nossas mães e avós! ;)

Cláudia,
ó, aí... bom ter dicas de lojas em outras cidades, porque eu só conheço coisa daqui de SP mesmo... Se bem que muitas delas entregam... de repente...

Eugenio,
ih! Publiquei! ;)

Mirela,
fiz croissant uma vez na vida (até falei dele aqui, tadinho, tão mirradinho que ficou), mas ainda não peguei a manha da massa folhada para te dar a certeza de que a receita é boa. Preciso testar de novo ainda...

Isa,
que bom que gostou dos brownies! Por isso que esse tipo de doce eu só faço quando vem visita ou quando vou levar para a casa de alguém. Se ficar em casa dando sopa, vira dois.

Daniela,
fiz ontem mesmo a versão integral com linhaça. Para essa receita específica, com essas proporções, é melhor substituir parte da farinha apenas, cerca de 60% do peso total de farinha vira farinha integral. Ok?

Bjos

clau disse...

Poxa...ficou perfeito este seu pao de forma!
Pensar que estas formas, nos velhos tempos da FOUSP, serviam para esterilizar o nosso material das aulas de cirurgia,com cadeado e tudo mais, rss.
Mas nao seria certo fazer pao com elas, que nem sei que fim tiveram!
Belo pao, este seu!

Anônimo disse...

Ana, farei o seguinte: vou tentar melhorar a receita e folhar uma vez mais, para ver se perde o aspecto borrachudo...se eu conseguir melhorar a receita que tenho, mando para você tentar, ok?
Beijos!
Mirela

Anônimo disse...

Ana (que trouxe a luz, a epifania e a dica) e Claudia Nantes (que disse onde posso encontrar no meu Rio de Janeiro)

Como posso agradecer o suficiente a vocês duas? Há tempos tento fazer meu filho comer pão feito em casa mas sempre esbarrava no problema do formato do dito cujo. Agora que a FORMA foi resolvida pela FÔRMA, mais uma pequena batalha será ganha... Tremendo serviço de utilidade pública!

Anônimo disse...

Queridas padeiras do lar , é facil achar a forma para quem mora em São Paulo, na Regiao da Rua Paula Souza no metrô Luz tem eu comprei la e foi baratinho abraços.
Rosana Vilela

Tati Marques disse...

É, a pessoa aqui estava atacada hoje, também fiz esse, ontem comprei a forma com tampa....
Só fiquei triste porque ele não cresceu o suficiente para ficar quadradinho :( foi pouca massa, mas ficou delicioso! Da próxima vez farei a receita com as medidas maiores do outro post!

bj,

Lilian Albuquerque disse...

ola,vc poderia me passar as medidas da sua forma,fui comprar e tem de varios tamanhos,obrigada desde já.

juliana disse...

Oi...amei
Essa receita é para um pão de que tamanho? 250 gr, 500gr?

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails