segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Bolinhozinhoinho mármore de corrida (e de aniversário), e o bem que um pouco de yoga faz...


Passou, passou...

Era tanta a raiva mal resolvida por uma dezena de diferentes situações, que não me vira disposta sequer para escrever a respeito deste bolinhozinhoinho feito na última quarta-feira. Fico feliz que ao menos o bolo não tenha absorvido meu mal humor. Pudera, foi feito com carinho, num raro momento de paz.

Como não tive tempo nem paciência para preparar um bolo de aniversário para mim, fiz uso das comemorações de um amigo da corrida para sanar minha vontade de cozinhar. Era uma excelente oportunidade de relaxar a mente e estrear minha forma de bolo nova, de apenas 16cm, perfeita para uma casa com apenas uma adoradora de bolos. Escolhi um bolo mármore, com cara de café da manhã, mas tive de fazer algumas adaptações para a forma diminuta. Felicidade é levar bolo no café da corrida e trazer de volta um prato vazio.

Passado o momento de sossego na cozinha e na corrida, já arranjara novas sarnas para me coçar, e foi de muita má vontade que me arrastei para o retiro de yoga programado para o fim de semana. Não queria ver gente e não estava (havia já muito tempo) com vontade de meditar. Todas as vezes que o fizera nas últimas semanas, na tentativa de acalmar a cachola cheia de caraminholas, conseguira apenas ficar mais irritada por minha incapacidade de eliminar os pensamentos conturbados da mente idiota.

Depois de dois dias sentada meditando e olhando para a cara indiana, barbuda e enigmática de meu mestre, só posso dizer uma coisa: era exatamente o que eu precisava. Dois dias em um sítio, ouvindo pássaros e cigarras, pisando na terra e meditando de pernas cruzadas até os joelhos caírem. Tomar uns tabefes espirituais em forma de broncas também deu nova perspectiva a meu mau humor.

Deixei o retiro como outra pessoa, leve, bem humorada, feliz, decidida a não me deixar irritar com pessoas irritantes. E, de quebra, minha força de vontade foi renovada, e prometi a mim mesma tentar ser uma discípula melhor, meditando todos os dias.

Se isso vai fazer com que o número de posts do blog volte a aumentar, isso eu não sei. Afinal, trabalho + cachorro + meditação = menos tempo para escrever. Dieta (ainda em vigor) também me impede de preparar trocentas guloseimas por semana.

Por enquanto, deixo-lhes esse mini-bolo para quatro pessoas, pois foi o número necessário de comensais para destruir o coitado em uma sentada.

BOLO MÁRMORE
(ligeiramente adaptado do livro Baking - From My Home to Yours)
Tempo de preparo: 45 minutos
Rendimento: 1 bolo pequeno para 4 pessoas


Ingredientes:
  • 1 xíc. + 1 colh. (sopa) de farinha de trigo
  • 1/2 colh. (chá) de fermento químico em pó
  • 1/4 colh. (chá) de sal
  • 6 colh. (sopa) de mantiega sem sal em temp. ambiente
  • 1/2 xíc. de açúcar cristal orgânico
  • 2 ovos extra-grandes em temp. ambiente
  • 1/2 colh. (chá) de essência de baunilha
  • 1/4 xíc. de leite integral
  • 50g de chocolate amargo

Preparo:
  1. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma de bolo de 16cm, com furo no meio e polvilhe com farinha, batendo fora o excesso.
  2. Pique o chocolate e derreta em banho-maria. Deixe esfriar e reserve.
  3. Misture com um garfo a farinha, o sal e o fermento. Na batedeira, bata a manteiga devagar, por 10 minutos, até que fique cremosa e volumosa. Junte o açúcar aos poucos e bata por mais uns 3 minutos. Misture a baunilha. Junte os ovos, um de cada vez, e não se preocupe de a mistura parecer coalhar.
  4. Junte 1/4 da farinha, misturando em velocidade baixa até incorporar. Junte uma parte do leite e continue intercalando os dois até que acabem, misturando apenas até que a massa esteja uniforme, terminando com a farinha.
  5. Divida a massa em duas. Junte o chocolate a uma delas e misture. Coloque metade da massa clara na forma. Cubra com a massa de chocolate e depois com a massa clara e, com a ajuda de uma faca, crie o efeito marmorizado.
  6. Leve ao forno por 30 minutos ou até que o bolo esteja dourado-claro e um palito saia limpo ao ser inserido nele. Desenforme e deixe esfriar. Polvilhe com açúcar de confeiteiro antes de servir.

15 comentários:

Karin disse...

Ana adoro o seu blog!
Parabéns pela disciplina!
Meditação regular e dieta não são para qualquer um!
Força!!!
Beijos

Anônimo disse...

Ana Elisa,leio seu blog sempre. Por ele vejo que você é uma pessoa muito especial e muito exigente consigo mesma.
Deixe as coisas correrem, não fique muito estressada.
Encontrei esse pensamento em meus guardados e estou mandando a você.

A felicidade não é ausência de conflito, é a habilidade de lidar com ele
Uma pessoa feliz não tem o melhor de tudo.
Ela torna tudo melhor.
Torne seu dia lindo.
Torne sua semana linda.
Torne sua vida linda.
É o meu desejo pra você.
Um beijo, Lena

paula disse...

dieta é triste pra quem gosta de cozinhar. só isso que tenho a dizer.

Mari Azevedo disse...

Ana, que bom que as coisas estão melhorando para vc... ou que, pelo menos, vc está conseguindo driblá-las com mais facilidade - o que não é para qualquer um!
Seu bolo ficou uma fofura, e com todo esse talento, não me surpreende que vc tenha voltado da corrida de prato vazio!!
Beijo grande e ótima semana,

Mari

Clarissa Fondevila disse...

Oi Ana,
Pratico yôga faz 8 anos e não vivo sem... Fez muito bem de tirar seu fds para praticar e meditar. A vida parece que fica mais bonita e otimista depois de uma boa prática...
O bolinho tá lindo!
Bjs

DESIRÉ disse...

Olá,Ana!
Faço parte das pessoas que amam o seu blog. O jeito de vc explicar a receita, é perfeito.
Enfim... procurei, mas não encontrei: vc já postou alguma receita de Tiramissú?

DESIRÉ disse...

Ah, outra coisa: já vi algumas receitas por aí, e muitas dela tem o mascarpone, posso fazer alguma substituição à ele, o que sugere?

lindalacava disse...

E eu nem sabia, mas na verdade, vc ja tinha feito a escolha certa, nem precisava ter dado a sugestao do yoga. Depois me mande o end desse lugar onde vc foi.Dou aulas de yoga pra crianças e é sempre bom conhecer lugares novos. bjs

Carolina disse...

Ana, o que é esse seu blog?? Estou viviada nas receitas e no modo lindo que vc escreve!! Andei reparando sua foto e ví que é de Positano, estou apaixonada por esse lugar, louca pra conhecer...alguma dica de viajem ou mais fotos de lá?
Beijos
Carol.
cacau15@hotmail.com

Monaliza disse...

Ana Elisa, EU A-M-O o seu blog e foi o meu marido, que também é diretor de arte, que o achou.
Pelo que vejo não tem muito tempo de sobra na sua vida, mas estou lendo um livro tão bacana, que me parece, te agradaria muito: Comer, rezar e amar...
Se ainda não o leu, o faça. Se já o fez, tenho certeza que gostou. Um abraço e hummmmmmmmmmmmm
para você e o seu dia.
Monaliza (monaliza.maia@gmail.com)

Ana Elisa disse...

Karin,
o engraçado é que meditação regular e dieta provavelmente resolveria os problemas de 90% da população. Deveria ser prá todo mundo! hehehe... :)

Lena,
muito obrigada. Seu texto caiu como uma luva.

Paula,
o jeito é encarar como desafio. Voltei cheia de paciência renovada na cozinha após o retiro!

Mari,
Não ficou? Quando vi aquela formazinha pequenininha da Oetker na loja, não agüentei. Principalmente depois de ouvir do meu marido que fundição alemã é a melhor do mundo, e que as avós deles sempre tiveram formas de bolo alemãs. Depois dessa propaganda, tinha que levar pra casa...

Clarissa,
vc tem toda a razão!

Desiré,
tem sim. É que vc digitou errado: é TIRAMISÙ, com o acento invertido e um S só. Por isso não achou. Eu não recomendo substituir o mascarpone. Afinal, é ele que faz com que tiramisù seja tiramisù, e não pavê de café! Hehehe... ;)

Linda,
eu pratico kryia yoga (http://www.kriya.org.br/). Não existe um local físico para a prática, como uma escola. Você é iniciad, aprende e pratica em casa. O retiro é organizado pelos próprios alunos, que trazem o Paramahansa ou um monge que esteja disponível, alugam um local e fazem meditações guiadas, palestras, etc.

Carolina,
hm... vixe, caí em positano por acaso. Se vc for, fica no albergue, que é bonito, barato e tem uma vista lindíssima!

Monaliza,
já ouvi falar.Obrigada pela indicação.

Bjos

Carolina disse...

qual o nome do albergue? rs
beijos
Carol

Laurinha disse...

Um bolinho para alegrar barriguinhas, acalmar monstrinhos, suavizar a alma ... perfeito!

Beijinhos

Leandro disse...

Poxa Ana... tenho visitado muito pouco os blogs por aí!
Mal tenho tido tempo pro Cozinha Pequena...

Estou com uma perfuração no tímpano, tenho me lascado por causa disso!

Mas... PARABÉNS atrasado, vale?
Muitas felicidades e muita paz, viu?

Um grande beijo, cherrie!

Anônimo disse...

Ana querida,

A-dooooo-ro o seu blog! Não só pelo seu estilo divertido de descrever sua rotina cheia de aventuras, mas pelas receitas ótimas e dicas sempre úteis! Amei o meu bolinho de mármore, obrigada!! Abraço grande! Louise.

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails