quinta-feira, 3 de abril de 2008

Bolo de cenouras dummy-proof de minha mãe

Pode parecer mentira, mas algumas memórias muito antigas estão tão impressas em meu cérebro que são impossíveis de serem esquecidas, mesmo tendo acontecido há tanto tempo. Lembro-me da primeira vez em que comi chocolate. Um pedacinho, pequenininho, de chocolate meio-amargo. Não sei quantos anos tinha, mas, considerando que me lembro do dia em que minha irmã nasceu (e eu tinha apenas dois anos), imagino que era também muito nova nessa ocasião. Lembro-me perfeitamente de estar sentada no sofá da sala — um sofá cor de burro quando foge, que nem existe mais — perninhas esticadas para frente, quando meu pai apareceu com aquele quadradinho marrom escuro, quase preto, ligeiramente lustroso, que mais me parecia um pedaço de plástico, do que qualquer coisa comestível.

"O que que é isso?", perguntei, muito desconfiada.
"Chocolate", respondeu meu pai.

Não sei dizer exatamente por quanto tempo resisti a experimentar aquela coisa de aparência pouco apetitosa. Meu pai gostava de pregar peças em mim desde pequena, e por isso eu olhava para aquilo como algumas crianças olham para uma couve-de-bruxelas. Recusei.

Num outro momento, não sei nem se no mesmo dia ou no mesmo ano, pois a memória é boa mas não tanto, meu pai se aproveitou do fato de estar completamente hipnotizada pela televisão, e aproximou-se sorrateiramente, dizendo "abre a boca!". Obedeci sem pensar nem olhar o que ele tinha na mão, e quando mastiguei, senti todo um mundo de novos sabores se abrindo diante de mim. Imediatamente a televisão perdeu o encanto. "Hmmmm! Que é isso???" Chocolate. Foi paixão à primeira mordida.

Claro, em outra ocasião, só para provar que televisão não fazia bem para meu cérebro, meu pai aplicou a mesma técnica e colocou uma rolha de garrafa na minha boca, que cuspi imediatamente, revoltadíssima, em meus sei lá quantos poucos anos.

Quanto ao bolo da fotografia, trata-se do bolo de cenoura que comi durante toda a minha vida. Receita de minha mãe, apanhada não se sabe onde, anotada num caderno velho, naquele velho estilo impreciso que tanto me enerva. Não me lembro da primeira vez em que comi do bolo, mas recordo quando primeiro o contestei:

"Do que que é esse bolo?"
"Cenoura", disse minha mãe.
"Ah, vá? Cenoura é legume! Do que que é? Fala a verdade!"
"Cenoura, juro! Olha aqui os pedacinhos!"

A verdade é que já testei diversos bolos de cenoura; com farinha de amêndoas, com nozes, com laranja, com cobertura de cream-cheese, versões italianas, inglesas, receita de tia, de amiga... Mas nunca nenhum bateu a simplicidade, a doçura e a infalibilidade do bolo de minha mãe. Porque mesmo quando ele dá errado, ele dá certo. Desta vez mesmo, atrapalhada por ter esquecido de marcar o tempo de forno e ter ido trabalhar, fui confundida pelo aroma doce que invadia a sala e o princípio de casquinha dourada por sobre o bolo, e abri o forno para testá-lo com o palito, ao que o danado respondeu imediatamente desinflando como um soufflé fracassado. Feiúra solucionada virando-se o bolo de ponta-cabeça, escondendo-se a parte em colapso.

Este é o bolo de cenoura mais fácil, mais rápido e também o mais gostoso que já fiz ou comi em minha vida. Seu miolo é muito macio e úmido, contido por uma ligeira crosta quase caramelizada que nunca vi repetida em receitas mais sofisticadas. Deixo aqui, então, essa simples mas carinhosa "herança de família", que foi para o meu caderno, acompanhado de uma ilustração, para que eu ache a receita mais facilmente, dentre tantas outras.


BOLO DE CENOURA (Updated)
Tempo de preparo: aprox. 1 hora
Rendimento: 8-10 porções


Ingredientes:
  • 2 cenouras médias raladas bem fino
  • 3 ovos
  • 1 xíc. de óleo (canola ou girassol)
  • 2 xíc. de açúcar
  • 2 1/2 xíc. de farinha de trigo
  • 1 colh. (sopa) de fermento químico em pó

Preparo:
  1. Em um liqüidificador muito potente ou um processador, bata todos os ingredientes até que fique homogêneo.
  2. Coloque em uma forma de cerca de 20cm de diâmetro com furo no meio, untada e enfarinhada, e leve ao forno médio (180ºC) pré-aquecido por 45-50 minutos, até que fique dourado e um palito saia limpo quando inserido no bolo (insira o palito na rachadura central, em que se pode ver o miolo, pois muitas vezes ele está pronto nas laterais mas cru nesse meio, apesar da casquinha dourada em volta).
  3. Deixe esfriar completamente numa grade antes de desenformar. Se quiser, cubra com ganache, mas ele é perfeito assim, sem nada.

22 comentários:

Giuliana disse...

ana, a crosta quase caramelizada faz desse bolo um dos meus favoritos...e aí? sobrou um pedaço? humm, eu quero!

Bjos, Giu.

Mel L. Ramos Bryar disse...

Que memórias maravilhosas! Nossas memórias da infância pertencem aos bens preciosos de nossa vida! Esta receita parece simples, mas tem detalhes que fazem toda a diferença a cenoura ralada e o açúcar cristal dão o toque de mágica! Vou fazer este bolo, pois amo bolo de cenoura! Beijos

Anônimo disse...

Ana,

Dias atrás fiz esta receita e levei para minhas colegas da faculdade. Virou sensação, rssss, pois nenhuma delas consegue fazer um bolo de cenoura decente.
Fiz sucesso por sua ajuda "indireta".

Abraços com carinho,

Henri
Ps: sempre passo por aqui, para dar uma olhadinha.
Boa sorte com seu novo lar.

Andreia T. Farias Britez disse...

Ai que inveja! Bem que eu queria saber desenhar pra ilustrar meu caderninho com desenhinhos lindos assim, seu caderno deve ser um charme!! E nem vou comentar a receita, bolo de cenoura é tudo de bom e nada melhor que um bolinho pra marcar sua volta ao blog!!! Beijão!!

raquel disse...

Ana,
Fiquei curiosa sobre a cobertura de cream cheese. Qd tiver um tempinho, vc pode publicar?
Grata!

laila disse...

o exto está arrebatador...não há como resistir a esse bolo...

tenho q fazer, e o farei, ele ficará lindão, delicioso, fotografo, posto e agradeço a mãe da Ana Elisa pelo sucesso do bolo!

bjos

Fer Ayer disse...

Acho que é bem parecida com a da minha mãe...risos...mas o meu sempre vinha acompanhado de uma cobertura de brigadeiro, maneira de nos fazer experimentar o bolo de legume...haha.
Que linda a ilustração no caderno, quem me dera...meio Jamie at Home...amei
Beijos

Marizé disse...

Essa é a receita que faço sempre, quem deu essa receita à minha mãe foi uma amiga nossa espanhola, que curiosamente tem uma plantação de cenouras, então um dia foi oferecer á minha mãe um carregamento desse legume juntamente com a receita do bolo.
A ilustração np caderno está linda quêm me dera desenhar assim.
O bolo está com um aspecto apetecivel.

Bjs

P.S. Adorei as memórias de infancia

Julinha disse...

Eu não tenho uma receita de bolo de cenoura de mãe..
Tenho a da sogra(que é uma mãe pra mim)que coincidentemente é igual a sua..
Delícia de lembranças,não?!

Um beijo

Laurinha disse...

quem me deu esta receita foi uma sra portuguesa, tia de minha cunhada... que com certeza trouxe da terrinha.. como o mundo gira! e se renova, sempre!
Beijinhos,

Anônimo disse...

Olá :)

Uma receita com tanto carinho só pode dar coisa boa.
Vou fazer para o pequeno almoço do fim de semana... segunda conto como ficou.... se é que vai ficar (sobrar) algo :D

Beijinhos de Portugal

Ana Elisa disse...

Giu,
sobrou, mas não dou não!!! (risada malévola)

Mel, Laila e "anônimo de portugal que não assinou o comentário",
Façam sim e me digam como ficou!

Henri,
há quanto tempo! Fico contente que você tneha gostado!

Andreia,
Obrigada! Só rabiscos, para achar mais fácil as receitas no meio da bagunça!

Raquel,
dá uma fuçada nas coisas do Jamie Oliver, que, se não me engano, ele tem uma receita que tem a cobertura. Mas depois vou ver se coloco aqui sim.

Fer, Marizé, Laurinha e Julinha,
tá vendo só? Quem diria que a receita tava espalhada assim. Hoje em dia a gente anota a fonte, para procurar outras coisas boas no mesmo lugar, mas nossas mães, avós acho que não ligavam muito para isso! Fer, minha mãe também cobria com chocolate, mas vou dizer que prefiro assim, simplesinho.

Achei o máximo saber de tantas coincidências!!! Hehehe...

;)

Beijos!

Márcia disse...

Alguém pode me explicra pq eu li bolo de MAÇÃS???
Ana, eu nunca fiz bolo de cenouras, mas sempre gosto de comer dos que me oferecem... Adorei a ilustração, vc é msm super talentosa!
Bjos!

Rogério disse...

Ana, que linda ilustracao. Me lembrou Beatrix Potter...
beijo
Rogerio

Heliantia disse...

Olá.
A "anónima" de Portugal era eu :)
Na altura não conseguia fazer o login.
Bemmmmmmmmm... o bolo ficou do outro mundo... nem tempo deu para fotografar :)
Beijinhos

Anônimo disse...

Ana,
Acabei de fazer o Bolo de Cenoura. Ficou ótimo, o único problema foi que quando fui desinforma-lo ou virá-lo, a parte debaixo do bolo continuou na assadeira, não quis sair.
Untei a assadeira com margarina. Acho que era preciso polvilhar farinha também. É isso mesmo?

Grato pela receita,
Daniel M

Glaucia disse...

Ana do céu, o que que é esse bolo? acabei de fazer e amei! cresceu pra caramba e ficou super macio! Adoro receitas assim, fáceis e divinas!
Bjo

Socorro Braga disse...

Nossa! Além do bolo ser uma delícia, admirei o seu caderno de receitas! Lindo! Parabéns!

Lillian Haasper disse...

Ana, fiz o meu na Bimby. NUNCA tinha comido um bolo de cenoura tão delicioso ... o sabor da cenoura se "transfigura"

vanessa . disse...

Fiz o bolo.
Minha mãe tem um caderninho de receitas praticamente infalíveis, mas o bolo de cenoura é uma das exceções. Já tentei várias vezes fazer um mas nunca fica do jeito que queria.
Essa receita deu certo, mas ficou masi denso que o da foto... acho que por causa do liquidificador... será que se bater na mão ou batedeira é melhor?
Esse site é um tesou ro pra mim ;)

Anônimo disse...

Ana, eu fiz esse bolo hoje, com ganache de chocolate pra cobertura. Ficou gostoso, mas o miolo do bolo ficou totalmente diferente do seu, ao inves de ficar soltinho como na sua foto, ficou mais parecido com uma "massinha". Voce teria ideia do que possa ter dado errado? A minha forma tem mais ou menos 25cm de diametro, poderia ter sido esta a razao?? obrigaga! Paula

Taciana disse...

Eu fiz esse bolo ontem e deu super certo, mesmo adaptando um pouco a receita, porque eu tinha menos de 2 cenouras médias em casa, hehehehe. E ficou perfeito na minha forma!

Adoro suas receitas, Ana, dá vontade de fazer todas!

Um beijo,

Taciana

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails