terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Saudades do meio do mato

Estas fotos são da travessia de 3 dias a pé de Petrópolis a Teresópolis, no Rio de Janeiro, que fiz com amigos no ano passado. Estava olhando-as novamente, pois ando com uma necessidade quase física de me enfiar no meio do mato de novo. Mas ultimamente nenhuma viagem que tenho planejado tem dado certo, então o jeito é ficar por aqui, com saudades de beber água de cachoeira, de comer pão com queijo, andar 15km por dia, ficar 3 dias sem tomar banho...

4 comentários:

Anônimo disse...

Nem me diga...eu fiz uma viagem destas para Alto Paraíso...Goiás...uma semana sói andando no cerrado brasileiro e cachoeiras maravilhosas...tb morro de saudades e penso como fui capaz de andar tanto comendo só barrinha de cereais...risos...viagem muito boa.

Elena sem H disse...

tirou as palavras da minha boca. também estou morta de saudades do meio do mato - ainda bem que o mais perto que tenho chegado da ANtureza não são mais apenas os produtos da linha Ekos Natura... Ao menos em vasos e jardins tenho mexido!

Carol Cimó disse...

Descobri seu blog faz um mês, mais ou menos, e venho lendo ele como se fosse livro, desde o início. Tenho acompanhado também seu instagram. Que bom saber que hoje o mato tá mais perto de você, e tem como escapar pra lá até mesmo durante a semana...hahaha Tenho essa necessidade também, espero que um dia eu fique pertinho dele assim.
Muito interessante te acompanhar nesse paralelo passado-presente...hehehehe
Obrigada pelos textos, Ana!

Carol Cimó disse...

Ah, aliás, estou me programando pra fazer essa travessia! Ia no feriado dessa semana, mas o parque está fechado por conta da pandemia.
Ana, já que você também é amante de mato e de blogs, me conta uma coisa: tem algum em que dá pra achar umas receitas pra travessias (leves de carregar e rápidas de fazer), que vão além do miojo?
Obrigada de novo! hehehe

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails