sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Bolo de limão de vó e de chuva

Pedacim pequeninim, num pires.

E prossegue esse calor infernal, esse calor que faz com que a manteiga recém-tirada da geladeira fique perfeita pra passar no pão em dois minutos, e absolutamente derretida em quinze. Esse calor que faz com que o pão de fermento natural dobre de tamanho em duas horas, e não em dezoito (o que impede também que ele crie aquela cor dourado-escura ao ser assado ou cresça decentemente no forno). Esse calor que é quente demais até para usar shorts. Só saia salva.

E enquanto todos nós derretemos por aqui, queimando os pés no azulejo do quintal e maldizendo cada pincelada de aquarela, cuja tinta seca antes que se possa manipulá-la no papel, ouço súplicas por chuva por todos os lados. Para refrescar, para encher os reservatórios.

Aí me pego pensando, que se fizermos um esforço coletivo, podemos, juntos, fazer chover. Basta seguir os passos simples a seguir, e é garantia de chuva refrescante no fim do dia:
  1. Saia de casa o dia todo e deixe as janelas abertas. De preferência, com algum objeto logo abaixo delas que não possa ser molhado, como seu livro favorito, um trabalho de faculdade ou seu laptop aberto. 
  2. Se não puder deixar seu livro favorito, seu trabalho de faculdade ou seu laptop em casa, saia com ele para dar uma volta bem longa à pé, em direção a algum lugar longe para um compromisso para o qual você já está atrasado, e lembre-se de não levar nenhuma espécie de proteção contra chuva para esse objeto que não pode molhar. Afinal, está um dia bonito e não vai chover. 
  3. Lave o carro.
  4. Regue as plantas. 
  5. Vá para o trabalho de moto, porque está um dia bonito e não vai chover. Melhor ainda se tiver uma reunião assim que chegar ou um evento importante depois do trabalho para o qual você vai direto, de moto.
  6. Faça escova no cabelo.
  7. Jogue fora aquela sua capa de chuva que você nunca usa mesmo, porque não chove faz tempo.
  8. Programe um piquenique a céu aberto. Programe, na verdade, qualquer evento a céu aberto. Melhor ainda se for importante, como um aniversário ou um casamento. Se puder ignorar os conselhos de amigos dizendo que é melhor ter uma tenda no evento, ótimo.
  9. Saia de casa com um sapato de camurça. [Funciona como ir de blusa branca em restaurante japonês: garantia de o sushi escapar do hashi e explodir shoyu na sua roupa. Ou dar sorvete de uva pra criança. Criança nunca derruba na blusa sorvete de limão. É sempre de uva.]
  10. Programe uma viagem para a praia, de preferência numa pousada cara, num lugar que não tenha mais nada para fazer a não ser virar croquete na areia, onde a TV só pegue rede Globo (e só às vezes), e onde não tenha wi-fi.
  11. Lave o quintal.
  12. E, mais importante de tudo, garantia de chuva na certa: peça à sua mãe para que diga a você que leve o guarda-chuva porque vai chover, e então deliberadamente a ignore, deixando o guarda-chuva em casa. Se isso não funcionar, nada mais vai.
Acredito que se todos resolvermos ajudar, conseguiremos fazer chover. Juntos chegaremos lá [tem aquele gesto de mãos acompanhando a frase com entusiasmo]. Vamos todos lavar os carros e combinar um piquenique de aniversário numa praia sem wi-fi, para o qual iremos de moto e sapatos de camurça, enquanto deixamos nossos guarda-chuvas em casa, dizendo que nossas mães não sabem de nada mesmo.

Combinado?

Enquanto isso, que tal abraçar o calor de vez e dar uma de louca desvairada e... acender o forno? Fazer um bolo enquanto espera a mandinga aí de cima dar certo? Daí, quando chover, podemos fazer bolinhos de chuva (que também é coisa de vó) e reclamar que o verão está uma droga porque não pára de chover. ;)

Esse bolo de limão é tão brasileiro que me surpreendeu estar em um livro americano. Ele é muito fácil de fazer, desde que você não invente de substituir o açúcar, como tentei na primeira vez. Usei açúcar comum ao invés do de confeiteiro e o que aconteceu foi que tive de bater a manteiga por três vezes o tempo até que o açúcar estivesse dissolvido, o que incorporou muito ar à massa e fez com que o bolo transbordasse da forma, não assasse direito e fosse direto para o lixo. Fiz novamente, desta vez com o açúcar de confeiteiro, e foi um sucesso absoluto. Tão simples que acho que dá pra fazer até com uma colher de pau ou um batedor de arame. E tão gostoso, azedinho de limão, além de derreter na boca de macio.

BOLO DE LIMÃO
(Do ótimo Bon Appétit Desserts)
Rendimento: 9 porções (16 se você cortar em quadradinhos comedidos como os da foto)

Ingredientes:

  • 3/4 xic. manteiga sem sal em temperatura ambiente (cerca de 150g)
  • 2 1/2 xic. açúcar de confeiteiro, dividido em 1 xic. e 1 1/2 xic.
  • 2 ovos grandes, em temperatura ambiente
  • 1/4 xic. leite
  • 1 1/3 xic. farinha de trigo
  • 1 3/4 colh. (chá) fermento químico em pó
  • 1/2 colh. (chá) sal
  • 4 limões tahiti grandes
  • 6 colh. (sopa) açúcar cristal


Preparo:

  1. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte com manteiga e enfarinhe uma forma quadrada de 20cm de lado e pelo menos 5cm de altura (traumatizada com minha forma de metal, na qual o bolo vazara, usei com sucesso uma de vidro, um tantinho mais alta e milímetros mais larga).
  2. Com uma batedeira elétrica (ou, suspeito, uma colher de pau), bata a manteiga e 1 1/2 xic. do açúcar de confeiteiro até que o açúcar esteja dissolvido (menos de 1 minuto). 
  3. Junte os ovos, um a um, misturando bem a cada adição. Junte o leite. Não tem problema se talhar. 
  4. Misture e junte a farinha, o fermento e o sal, misturando com cuidado apenas até que não se veja mais farinha. 
  5. Espalhe na forma de modo uniforme, alisando com a espátula, e leve ao forno por 30-35 minutos, até que esteja dourado e um palito inserido no centro saia limpo.
  6. Enquanto isso, rale as cascas dos limões até obter 1 colh. (sopa) de raspas. Esprema os limões até obter 6 colh. (sopa) de suco. 
  7. Numa tigelinha, junte as raspas, o suco e 6 colh. (sopa) de açúcar comum e mexa bem até que o açúcar dissolva. 
  8. Quando o bolo estiver pronto, retire do forno e coloque a forma sobre uma grade. Fure o bolo por toda a superfície com um palito. Reserve 2 1/2 colh. (sopa) do xarope de limão para uso posterior e derrame o restante sobre o bolo ainda quente, deixando que escorra para dentro dos furos. Deixe esfriar completamente na forma.
  9. Quando estiver frio, junte ao xarope de limão a 1 xícara restante de açúcar de confeiteiro e misture bem até obter um glacê. Espalhe sobre o bolo uniformemente. Deixe secar por 1 hora antes de cortar o bolo em quadradinhos e servir. Você também pode desenformar o bolo primeiro e passar o glacê depois, mas ele vai escorrer para os lados em alguns pontos. O bolo se mantém bem em pote fechado por alguns dias. 



20 comentários:

Caroline disse...

hahahaha! Como diz meu marido: - Você só liga o forno quando faz 35 graus ou mais!
Pensei que era só aqui em casa que acontecia devaneios desta origem!
Bom verão!
Caroline

Yolanda disse...

Olá amiga, gostei de todas as sugestões, eu prefiro ficar em casa, porque tomo banho várias vezes, agora o guarda-chuva está em desuso, a sombrinha está em alta. Bjs.

Sil disse...

Kkkkkkkkkk, amei!!!

Muito bom ler este post inspirador! Me fez lembrar de um post de 26 de janeiro de 2012 (Uma não muito breve explicação). Que diferença, hein?
Ana, continue inspirada!! Divirto-me muito, e aprendo muito também!! Isto é melhor de dois mundos!!!

Bjs,
Sil

Ana E.G. Granziera disse...

Sil,
sabe o pior? Fui lá ler o post, pois não me lembrava dele (são tantos!)... e continuo igualzinha. Mas a casa nova possibilita o uso do aspirador mais do que da vassoura, e eu estou sim encontrando mais tempo para os meus interesses, incluindo navegação de internet (ainda que isso seja um hábito que vai e volta; às vezes me divirto; quando pára de ser divertido, fico um mês inteiro sem me conectar). Mas as coisas estão mais leves e com certeza cansei do tom "veja só como faço direito", "faça assim não faça assado" e "natureba-xiita". Comecei a me irritar com outros blogs com esse tom e vi que estava no mesmo caminho, então um pouco de bom humor vem a calhar de volta. Certo? ^_^

Caroline,
desde que o calorão começou já fiz 4 pães sourdough. Ninguém consegue entrar na cozinha, de tão quente. :P

Yolanda,
sombrinha é uma boa, principalmente pra quem é bicho de goiaba.

bjs

Ana Paula Camargo Lazzarotto disse...

Oi, Ana! Adoro as tuas postagens...leio todas! A última está especialmente irônica e muito divertida! Amei! Mas vem cá, menina...me conta como é que tiveste coragem de acender o forno com o calor dos infernos que está fazendo????? Eu não consigo mesmo!!! Estou com várias receitas as quais gostaria de fazer e não tenho coragem...parece que falta o ar aqui!!! Um beijo...e um queijo!

CRISTIANE LARA disse...

Ai Ana, só você mesmo para nos fazer rir neste calor das Arábias que está fazendo. E que bolo mais fofo e com cara de gostoso ! Adorei !
Só por curiosidade: o que há atrás do bolo ? São canetinhas ? Fofas também ! :) Bjsbjs

Ana E.G. Granziera disse...

Ana Paula,
é misto de "abre toda a casa que aí só fica quente na cozinha" e "se eu não fizer um bolo os limões vão estragar e meu filho vai levar de lanche na escola meio abacate passado e um pedaço de chorizo". ;)

Cristiane,
são canetas Copic, para ilustração.

bjs

Daniele disse...

Olá Ana!
Já faz muito tempo que acompanho o seu blog. Aprendi muito contigo e sou apaixonada pelas receitas de sorvete. Já fiz muitos....
Nesses últimos tempos tenho me alegrado muito com as suas postagens,vejo que a "velha Ana" (se posso dizer isso) está ressurgindo... Sei que na verdade não é a velha Ana, mas sim uma nova Ana, porém muito mais leve e madura...
Sei que não nos conhecemos, mas eu queria muito dizer o quanto fico feliz em ver essa nova fase de sua vida e dizer que torço muito por ti. Um grande abraço e muito obrigada pelo seu post tão irônico e divertido!

Anônimo disse...

Ana!!! Muito obrigada pela receita.... Há muito tempo eu queria uma receita de bolo de limao como esta, acrescentei semnte de papoula, pq na minha lembrança esse bolo tinha que ter!!!! Abraco, Nivea

valeria rezende disse...

Oi Ana. Concordo com todas as sugestões. Está tão calor que um dos meus gatos está dormindo a noite no bide(sem uso) do banheiro.E estou grávida, o que faz a pressão despencar e dá uma vontade danada de não fazer nada.
Abraços!

Amanda disse...

Olá, Ana! Este fim de semana eu tive o prazer de ver e sentir a... CHUVA lá no Sul de Minas. Durou uma horinha e tivemos o privilégio de dormir de cobertor!! Levei o bolo da “Saga do bolo de laranja da vovó” assado na minha cozinha daqui de SP, que quase explodiu de tanto calor, mas valeu sentir a sensação térmica acima dos 40° porque foi um sucesso! Só deu para o cafezinho da tarde de sábado. Ficamos sem nenhuma fatia no café da manhã de domingo!... E ultimamente só tenho pensado na primeira sopa que vou fazer quando começar a temporada de frio. Ando com muitas saudades de tomar uma sopinha, nada de gazpacho, sopa bem quentinha...

Unknown disse...

Eita, achei que fosse só eu que ligo o forno e asso bolos, pães e ontem, 40 graus no Hell de Janeiro, estava à beira do fogão fazendo risoto enquanto um pato assava no forno (e assava minhas pernas junto)...kkkk

Bora fazer essas simpatias pra chover!

Patricia disse...

Oi, Ana.
Adorei a receita. Tenho uma dúvida: não tenho açúcar de confeiteiro. Será que açúcar comum terá o mesmo efeito na massa? Sei que na cobertura não vai ter, não ficará com esse glaceado lindo. Mas será que tudo bem trocar um açúcar pelo outro?
Beijo

E digo todos os dias na última semana: com esse calorão, o lugar menos aprazível de estar, quem diria, é a cozinha. Acho que farei o bolo de madrugada.

Patricia

Ana E.G. Granziera disse...

Patrícia,
dê uma olhada no texto do post antes da receita, onde eu menciono como justamente essa substituição deu errado.

abs

Mayra disse...

Acompanho o blog a um tempinho e nunca tinha comentando. Mas a parte do calor é exatamente o que eu tenho pensado e feito, sair sem guarda-chuva e tal. Achei tanta coincidencia que citei o seu texto no meu blog: http://nossoferiado.blogspot.com/2014/02/derretendo-os-miolos.html Coloquei as devidas referencias, mas fique a vontade de comentar caso esteja feito de forma errada!

Carolina Corrêa disse...

Admiro tua coragem e sabedoria! Minha sogra tá o verão todo falando que a gente tá perdendo esse calorão bom de crescer pão. Mas né, no último fim de semana não consegui nem acender as bocas do fogão, de tanto que passei mal com o calor.

Amo limão, vou tentar esse bolinho! ^_^

Junji Takeda disse...

Hahahahahaha, adorei seu método de fazer chover! Aqui no Japão, o povo tem costume de consultar a previsão do tempo diariamente. Quando eu resolvo seguir essa desgraça, acontece o seguinte:

1 - 90% de probabilidade de chuva torrencial. Saio com guarda-chuva e não chove.

2 - 10% de chuva leve. Saio sem guarda-chuva e cai um tsunami aéreo.

O tempo nos odeia, de fato.

E boa receita de bolo de limão! Tava querendo uma pra preparar aqui esses dias. Parece que pedidos mentais de receitas não seguem a mesma lógica de chuvas hahaha

Abraços,

Junji

Cynthia Nogueira disse...

Ana, aqui estou eu, com um buraco enorme no peito, sentindo uma absurda necessidade de me preencher com algo que me dê uma boa sensação.
Aí, visito o seu blog, sempre tão divertido e com uma receita que só de ler o título me faz encher os olhos d'água e lembrar da minha avó que cheirava a talco de lavanda e fazia o melhor bolo de limão que já comi na vida.
Juro, quando sentei pra comer ofereci à ela um pedaço e senti como se voltasse no tempo, sentada na cadeira de vinil vermelho, naquela cozinha apertada de apartamento popular em Brasília.
Como foi bom !!!

Marina Soares disse...

Oi Ana, adoro suas receitas e "tento", seguir a risca quando consigo todos os ingredientes. Como não moro no Brasil e muitas vezes alguns ingredientes têm que ser substituídos por similares; limão tahiti - limão siciliano; açúcar de confeiteiro - bater açúcar cristal no liquidificador ate virar pó, e por aí vai... O bom de tudo isso, é que termino criando "uma nova receita"!
P.s. - como meu marido adora coco, e eu tinha leite de coco aberto, substitui o leite por leite de coco e acrescentei coco ralado. Ficou divino!!!
Obrigada por compartilhar tantas receitas!!
beijos

maria disse...

Maravilhosas as suas aquarelas! Adorei! Maria

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails