quarta-feira, 18 de abril de 2012

Voltando? Talvez. Com muffins.

As férias do blog me fizeram bem. Colocaram minha cabeça e minhas prioridades em ordem. Fizeram-me perceber que eu não escrevia para os outros, mas para mim. E isso é muito bom, e é como deve ser. Senti falta não de compartilhar meu almoço, mas um leite de coco caseiro, um truque para reaproveitar spaghetti, um jeito mais fácil de pensar o cardápio da semana. Alguma coisa que teria sido bom ter lido quando precisei, para não me sentir tão louca, tão perdida. Andei também relendo alguns dos meus textos favoritos na internet, as poucas crônicas do Extreme Frugality, publicadas na finada Gourmet, e pensei quão órfã me sentia desde que os textos foram interrompidos, e me identifiquei com alguns dos emails que recebi durante essa pausa.

Mas não foi apenas isso o que percebi nesses meses: também vi como foi libertador cozinhar apenas para minha família, para mim, sem pensar quão fotogênico ficou um bolo ou o melhor ângulo do espinafre. Simplesmente comida quente, do fogão à mesa, para a boca ávida do (não tão) pequeno matador de dragões. Como os fracassos retumbantes foram menos retumbantes por não implicar na ausência de um post, por não parecer que eu falhei não apenas para mim, mas para um sem número de leitores. Os fracassos se tornaram não apenas toleráveis, mas contornáveis. Os macarons no lixo não doeram tanto. Ficou a vontade de tentar novamente. Sem pressa. Sem pressão.

Nesse espírito, e na correria desenfrada que tem sido meu trabalho esse ano, meu estilo de cozinha sofreu algumas mudanças. Aquela velha história de um prato inteiramente novo a cada refeição, porções exatas, calculadas para não sobrar, acabou. Pelo menos por enquanto. E me tornei uma grande adepta da reciclagem dos pratos: o feijão que vira frijoles refritos, a quinua que vira bolinho, o risotto que vira arancini, o spaghetti que vira fritatta – porque se Thomas não gosta de algo hoje, basta misturar com ovo que ele comerá amanhã... Peguei esse hábito de cozinhar os pacotes inteiros de feijão e deixá-los separados em porções já pensando "esse é sopa, esse é salada, esse é hambúrguer vegetariano...". E cozinhar sempre o dobro do que preciso de cereais como arroz integral ou quinua, perfeitos para utilizar num stir fry ou bolinhos rapidíssimos no dia seguinte, tudo sempre cheio de legumes.

Meu livro favorito ultimanente tem sido o How To Cook Everything Vegetarian, do Mark Bittman, que tem estado constantemente aberto em minha cozinha pelos últimos dois meses. Os pratos diários tem saído tão variados, que há já muitos meses não me lembro de comprar um pedaço de peixe, e me vejo em estado de puro choque quando ouço alguém dizer "não gosto de legumes". COMO É POSSÍVEL???

E Thomas tem sido puro orgulho gastronômico. Come sozinho, com suas mãozinhas exploradoras ou com garfinho e colher, que ele usa para espetar a comida do prato e levar... à outra mão, que então coloca o pedaço na boca. Mastiga com seus seis dentinhos, emitindo contentes "nhom-nhom-nhom". Adora comidas apimentadas. Numa reunião de amigos, peguei-o mastigando uma castanha de caju com caiena que eu preparara para os adultos. E frutas. Principalmente banana. Seu bolo de aniversário foi obviamente de banana.

Agora que ele completou um ano, estou devagarinho deixando-o comer coisinhas um pouco mais doces. Não sempre. De vez em quando. Porque é feito em casa. Porque tem bons ingredientes. E porque não importa o chocolate; como pode lhe fazer mal, com sarraceno e caqui? Porque não vai ser danoninho. Não no MEU turno.

Esses muffins foram o exemplo perfeito de algo que teria me tirado do sério há meses atrás. Porque eles estavam se esforçando para dar errado. De verdade. Meu forno que não anda confiável, minha cabeça cansada e distraída, eu já ter estragado outros muffins do mesmo livro, a manteiga gelada que talhou na adição dos ovos de uma vez e depois terminando de estragar miseravelmente na adição do iogurte... Mas deram certo. Muito certo. Deram certo porque decidi ouvir o tiozinho sábio invisível sentado no meu ombro, que me sussurrou: "joga fora e faz de novo, do seu jeito!".

Joguei fora e comecei de novo. Do meu jeito. E ficaram deliciosos, e macios, e complexos. Mas eles são engraçados. Se você nunca provou farinha de trigo sarraceno na vida, saiba que ela é peculiar: seu sabor é terroso, forte e específico – posso até dizer, um gosto adquirido. Recomendo que, antes de comprar um quilo da farinha, experimente um prato de soba (massa japonesa de trigo sarraceno). Gostou? Então vá em frente. Porque eu não daria um desses muffins a alguém só acostumado a brigadeiro. O primeiro sabor que atinge você como um murro ao mordê-los é justamente o sarraceno, que então se dissolve no cacau da massa, nos nacos de chocolate amargo derretido e nos pedaços de caqui quase caramelizados. Então tudo fica bem. Mas a primeira mordida é estranha, pois seu cérebro se sente enganado, depois de olhar para aquele bolinho e concluir apenas "chocolate".

Use bom cacau. Escuro e perfumado. Fuja dessas marcas com cheiro de giz. Gaste um pouco mais num cacau que presta. Use o dinheiro que você costuma gastar naquele iogurte que faz ir ao banheiro. Você vai me agradecer. Use caquis bem maduros e doces. Meça as farinhas com mão leve, principalmente o sarraceno, que não tem glúten e tende a dar uma consistência mais pesada e arenosa aos produtos assados. Se derem certo, aproveite. Se não derem, acontece. Há alguns dias atrás joguei três assadeiras de macarons de avelãs no lixo. Shit happens. Não se cobre muito. Tente de novo depois.

MUFFINS DE CHOCOLATE, CAQUI E SARRACENO
(ligeiramente adaptado do livro Good to the Grain, de Kim Boyce)

Ingredientes:
  • 1 xic. farinha de trigo sarraceno
  • 1 1/2 xic. farinha de trigo branca orgânica
  • 1/4 xic. + 2 colh. (sopa) cacau em pó (não-adoçado)
  • 2 colh. (chá) fermento químico em pó
  • 1 colh. (chá) sal
  • 1/2 colh. (chá) bicarbonato de sódio
  • 85g manteiga sem sal*
  • 1/4 xic. açúcar orgânico claro
  • 1/4 xic. açúcar mascavo
  • 2 ovos grandes, orgânicos
  • 1/2 xic. iogurte natural (preferencialmente caseiro)
  • 2 xic. polpa de caqui (corte o caqui ao meio e remova a polpa com uma colher de chá, para manter os pedaços pequenos)
  • 110g chocolate amargo (50-70%) picado
*A autora especifica manteiga gelada, mas ela pode talhar na adição dos ovos, então use em temperatura ambiente

Preparo:
  1. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe muito bem 12 forminhas de muffins**. 
  2. Peneire os ingredientes secos numa tigela. Junte à mistura qualquern fibra das farinhas que sobrar na peneira.
  3. Na tigela da batedeira, coloque a manteiga e os açúcares e bata em velocidade baixa até que tudo esteja misturado. Aumente para velocidade alta e bata por pelo menos 5 minutos, até que a manteiga esteja clara e cremosa.
  4. Numa tigelinha, quebre os dois ovos e misture bem com um garfo. Raspe as laterais da tigela da batedeira com uma espátula e ligue novamente a batedeira, em velocidade média. Acrescente os ovos à manteiga pouco a pouco (use uma colher de sopa), batendo bem a cada adição. 
  5. Junte 1/3 da mistura de farinha e bata em velocidade baixa, apenas até que esteja incorporado. Junte metade do iogurte e bata novamente. Continue alternando, batendo a cada adição apenas o suficiente para que não haja traços de farinha ou iogurte na massa, que estará mais densa e pesada do que uma massa de muffin normal.
  6. Desligue a batedeira e, com uma espátula, incorpore a polpa de caqui e o chocolate, misturando bem. 
  7. Divida a massa nas 12 formas. A massa continua densa e vai crescer pouco e para cima, então não se preocupe se ela ultrapassar a borda.
  8. Leve ao forno por cerca de 35 minutos, ou até que você toque o topo dos muffins e eles estejam firmes como um bolo. Retire a forma do forno. Torça os muffins para fora da forma e coloque-os apoiados sobre as bordas das forminhas na diagonal, para que esfriem mantendo a crocância da casca. Eles são melhores comidos no mesmo dia, mas podem ser guardados em pote fechado por até dois dias, ou embalados e congelados, para serem reaquecidos depois.
**A autora diz que a receita dá para 8 muffins. Mas como não apenas eu, mas outros internautas por aí tiveram tanto sucessos quanto resultados desastrosos com essa proporção, preferi mais muffins menores a um único tapete de massa mal assada, como já aconteceu. No entanto, como a massa é bem densa, acredito que até seja possível assá-los em 8 formas apenas. Caso queira fazê-lo, intercale as formas com massa com outras cheias de água quente até a metade, para garantir cozimento por igual. Por sua conta e risco. 


74 comentários:

Deborah Martin Salaroli disse...

Férias refrescam nossa alma.
Seja bem vinda...
Bjs

Marina Maria disse...

Ana, eu sei que é muito estranho te dizer isso porque não nos conhecemos, mas o seu último post aqui mexeu muito comigo. Era algo que já estava borbulhando em mim e, quando li suas palavras, essa coisa transbordou. Manter a vida simples, feita só de coisas importantes, essenciais, é um desafio tão grande. E ler como você coloca em prática isso na sua rotina me fez perceber que isso é possível.

Ainda não consegui organizar as coisas do jeito que quero, mas pelo menos agora tenho um mantra: toda vez que sinto que estou complicando algo demais, principalmente na cozinha, penso: "simplifique". E lembro de você. Da imagem que tenho de você na minha cabeça. De como você conseguiu fazer isso. Acho que você virou uma espécie de "heroína virtual". rsrs.

Queria te agradecer por isso e dizer que fiquei feliz com seu novo post, foi cmoo se visse uma amiga de novo que não via há muito tempo...

Luciana disse...

Êêêê, que delícia!
Bem vinda de volta, estava mesmo com saudade.

Patricia Scarpin disse...

Morro de vontade de bake alguma coisa com caquis. Acho que estes muffins seriam o jeito perfeito de começar.
Adorei o post. É sempre tão bom te ler.
xx

Mariana Klein disse...

Eu sabia que você voltaria!
Tanto que deixei seu blog na minha lista de rss, só esperando ansiosa pelo retorno de um dos meus espaços virtuais preferidos.
Obrigada por voltar. :)

DricaPeixoto disse...

Belo retorno!

carol vannier disse...

Que bom te ler novamente!

Também tenho andado pensando em colocar caqui em alguma receita, e tinha pensado se não ficaria bom fazer um arroz-doce com caqui... será que é viagem?

E mais uma alegria de te ler, em detrimento dos blogs estrangeiros: ler idéias de coisas pra fazer que estão na estação certa! ;)

Giuliana disse...

Aaah ninguém desenvolve um texto como vc! Mesmo nesses meses eu sempre vinha aqui, pra procurar uma inspiração, uma solução ou mesmo reler algo... fico feliz em saber que está de volta!

Anônimo disse...

Ana, que legal te ter de volta!
Entendi o teu "estado de necessidade" que é exatamente o que eu venho procurando. Teu último post me ajudou a tomar uma decisão, que está sendo colocada em prática aos poucos, para não ser drástica e durar pouco tempo...
Posso dizer: Seja bem vinda de volta ao NOSSO blog?? heheh
Amei a receita, muito embora meu paladar não ande muito amigo do caqui, vou tentar essa receita.
Priscila.

Mariana disse...

Que bom! Enquanto você estava ausente, eu fiz um monte das suas receitas antigas e li seus arquivos de 2010 e morri de rir.

Obrigada por voltar. Continue escrevendo para você, por que continua parecendo que você escreve é para mim.

marilia pedroso disse...

que bom q vc voltou!!

Anônimo disse...

Ana,
q bom q voltaste! Dá pra sentir tua calma e felicidade através do teu texto!!!
Um super beijo no coracao!!!
Vanessa.

Carol disse...

Ah, serei repetitiva.. mas tudo bem né?

Seu último post me fez pensar bastante, reli há alguns dias e foi chocante ver como, desde a primeira lida, eu nada havia feito para mudar a correria que de tão instalada já tinha virado rotina.

Parei, escrevi pra mim mesma, fiz listas, organizei coisas... Cozinhei mais simples e andei arriscando em ingredientes desconhecidos...

Decidi alguns caminhos diferentes e deixei para trás malas pesadas que estavam atrapalhando a jornada.

...mas estava com saudades de ler seus textos, mesmo, de verdade!
Fiquei feliz com seu retorno!

Anônimo disse...

Que bom que tu voltou!

O teu último blog me tocou tanto que eu não parava de falar em ti e nele, para várias pessoas da família e até no salão de beleza. Alguns concordam outros não, mas sei que todos foram ler. Tu escreves muito bem e transmite exatamente o que estás pensando.
Teu blog é lindo e adoraria a tua volta! bjos Nara

Anônimo disse...

Que grata surpresa ter vc de volta!!!Mesmo nesse periodo de "descanso" sempre passava por aqui e hj tive essa feliz notícia.

Junji Takeda disse...

Nossa, mal acreditei quando você postou novamente aqui! Estava com saudades dos seus posts, mas acho que uma férias do blog faz um bem pra gente (não só de blog, mas do virtual mesmo).

Você tentou fazer macarons? Eu fiz e postei uma receita no meu blog :D Caso queira ler (mas deve estar bem difícil de entender), fique à vontade ^^

Muffins com trigo sarraceno... Uma boa tentar. Mas mesmo aqui no Japão, onde eu acho que deveria ter mais (porque comemos soba), não o encontro pra vender facilmente, apesar de ter visto uma vez... :/

Até mais, bem vinda de volta~

Silvana disse...

Ana, Ana...

Senti tanta falta de suas reflexões que quando vi o post, sorri!

Obrigada,

Silvana

linda disse...

Oba!!!!!!!!!!! Li, seu ultimo post, ensaiei escrever algo e desisti.Entendi seu momento, mas estou um pouco na contramao... explico...filha crescida, morando longe, eu vivendo em uma cidade minuscula(quase em outro país) sem recursos nenhum, longe dos amigos, da familia e da filhaPor enquanto sem trabalho.Entao to sempre na net, pra falar com a filha, com a afilhada, com os irmaos(somos 6),com os poucos amigos.Quando viajo, adoro ir num shopping, ver gente(adoro observar as pessoas),comer em restaurante(nao, na cidade onde moro, nao tem restaurante), enfim ver movimento.Fiquei imensamente feliz com esse ensaio de volta, gosto do manejo que vc tem com as palavras, e das receitas.Os momentos na vida sao ciclicos, e o melhor de tdo é poder mudar de opiniao sempre que acharmos necessario, sem precisar dar satisfaçao a ninguem.Namaste

Lari/Jê disse...

Seus posts fizeram falta =)
Mas é sempre bom ter um descanso do que podemos descansar, né!!!
Nunca provei nada com o tal trigo sarraceno, mas pela sua descrição, fiquei, no mínimo, curiosa.

Beijos
Lari

Nat disse...

Oiiiii!!! Que ótima surpresa te ter de volta! ^^

Há tempos acompanho seu blog e e ainda que eu nunca comente os posts, aprecio demais suas ideias e suas receitas.

De uns tempos pra cá, venho tentando levar minha vida de forma mais saudável, em parte inspirada em você. Na minha casa já não entra mais farinha de trigo e açúcar sem serem orgânicos, além das frutas e legumes, que infelizmente ainda não é sempre que consigo comprar as orgânicas. Tenho muito a caminhar ainda, mas aos poucos os passos estão sendo dados.

Entendi perfeitamente seu último post, sobre suas necessidades de se ausentar do mundo da blogosfera. Mas preciso admitir que fiquei "tristinha", pois vi que ficamos com uma pessoa com coisas muito bacanas pra compartilhar a menos na internet.
Por isso, espero de coração que o blog volte a ser compatível com sua rotina e com sua forma de levar a vida!
Pelos comentários, vejo que não sou só eu que ficou feliz em tê-la de volta!

Um grande abraço,
Nat

Renata Carvalho disse...

Que bom que você voltou! Ou pelo menos pretende voltar...
Acho que nunca tentei uma receita sua além de uma receitinha com fígados de galinha (nada contra vegetais), mas é que ainda não tenho minha cozinha e morar na casa dos pais implica cozinhar aquilo que eles gostam... Mas moro no interior do ES e nossa alimentação é relativamente saudável.
Estou muito feliz de saber que poderei ler seus textos novamente.
E foi algo bem legal, pq estava olhando um torrone que ganhei e lembrando de vc, quando vi que havia postagem nova...
Desde que li sua receita, sempre que como esse torrone da Cacau Show eu lembro de vc, pois esse é o mais gostoso que já provei e fico imaginando que o que vc fez deve ser ainda melhor!

Só queria mesmo dizer que estou feliz que você tenha voltado! Prometo que agora irei comentar mais!

Anônimo disse...

Ana, apesar de te acompanhar já há bastante tempo é a primeira vez que te escrevo. E só posso dizer que é muito bom te ver e ler de volta. Senti falta das receitas, mas a falta mesmo, foram seus textos inspiradores e suas experiências que nos enriquecem. Não sou muito de cozinha, mas tenho aprendido bastante com você e te agradeço por isso. Muitissimo bem vinda.
Abraços, Rose

Fernanda Cunha disse...

Que booooom que você postooooou!!!!;O))))

Eloisa Vidal Rosas disse...

UHUUUU!!! ELES VOLTARAM!!!

Léia disse...

Seja bem vinda de volta.É sempre bom compartilhar o dia a dia com alguém mesmo que virtual.Afinal, com o corre corre muitas vezes é a unica maneira de sentir que ainda existem seres humanos normais e maravilhosos.

Alessandra L. Ganz disse...

Olá Ana, recentemente me juntei ao grupo dos Blogs e criei algo também relacionado com culinária (cozinhaconchegante.blogspot.com.br - se quiser visitar e criticar!). Devo dizer que o seu blog é o meu preferido, muito bem explicado e sempre interessante.
Fico muito contente ver que (talvez) você tenha voltado a dividir conosco os belos pratos que prepara. Infelizmente, como diz meu pai, a cozinha é ingrata e acho que por isso a gente 'cansa' de ficar tentando, experimentando e vendo alguma coisa dar errada (normalmente quando dá muito trabalho).
Também tenho problemas com marrons; chamo esses docinhos de 'suspiros metidos'. Mas como você, ainda nao desisti, só posterguei.
Continue escrevendo para você e nos preenchendo com suas grandes experiências! Bjs

Anônimo disse...

Nunca havia comentado nada em seu blog, e tenho que te confessar que vc mexeu com a minha cabeça com seu post de despedida ou quase, aquele da simplicidade. Já estava tentando trabalhar o desapego, a simplicidade, etc, etc, e depois do texto saí metralhando suas afirmativas para quem quizesse e mesmo quem não quizesse pois senti uma enorme identificação com suas idéias.
Venha a nós sem grandes compromissos, seja vc também desapegada da perfeição (sei que é difícil para quem é exigente consigo mesmo - eu, não o sou e nunca quiz ser. Se é bom? não sei -sei que é mais leve.)
Escreva quando e como quiser e sobretudo a com a certeza que do lado de cá, estamos nós, fãs incondicional.. Também venho pensando em caquis pois sou uma afortunada que tem um pé no quintal o qual frutificou este ano pela primeira vez. beijos e boa sorte, vou dormir sonhando que vc está de volta quando e como quiser.

Boa sorte , Cláudia Maria

Idb disse...

Que beleza... post novo de La Cucinetta! Nunca tinha feito comentário, mas faz tempo que me sentia até culpada de tanto me aproveitar de todo o trabalho e talento que você colocou aqui, e nunca ter sequer agradecido! Pois então... obrigada, Ana, pelas receitas de sorvete e por me inspirar para comprar a sorveteira, pela panqueca de sarraceno e pera, pelos muffins de chocolate e café, por me apresentar ao "passa-verduras", pelas reflexões sobre simplicidade, pelos textos ótimos e cheios de humor. Que bom que voltou, escreva quando quiser,no ritmo que quiser, será sempre uma surpresa feliz para um montão de gente.

Amanda disse...

Que alegria lhe ler novamente! Parabéns pelo aniversario do Thomas. Se der para voltar de vez, vc é mais do que bem vinda! Saudades grandes, sua visão da alimentação/ comida mudou a forma de comer da minha família.bjos, Amanda

Vanessa Tag disse...

Ana,

fico feliz com o seu talvez retorno, confesso que estava ficando preocupada, admiro seu trabalho e faço deste blog o atalho para o outro (rs) e como não via nenhum novo "trabalho" seu, começei a imaginar o que havia acontecido... Engraçado como nesse mundo virtual a gente cria sentimentos tão reais... Venho sempre aqui não só para consultar receitas e me inspirar nas mudanças que aos poucos estou fazendo na alimentação do pessoal lá de casa, e apesar de não ter nenhuma intimidade pelas panelas, após a morte da minha mãe tomei as rédeas das panelas lá de casa, e entre seus textos, suas receitas e erros/acertos estou me tornando uma prendada cozinheira, estou tomando tanto gosto pela coisa que meu caderninho de receita que começou tímido e com pratos básicos do dia-a-dia estão se tornando cada vez mais elaboradas e melhor que isso, uma base de consultas para novas idéias...

Independente se vc continua por aqui ou por lá, lhe desejo sempre o melhor e se puder continuar compartilhando suas receitas ou seus desenhos, saiba que estarei sempre admirando seus progressos. Parabéns!!!

Vanessa

A Cozinha de HG disse...

Ana Elisa, minha "musa" dos blogs, você voltou!!!!!
Obrigada pelo post e pelo retorno!
Estarei sempre por aqui!
Beijos,
Heide

Lilian disse...

Que bom vê-la de volta!
Compreendo perfeitamente essa coisa de simplificar, fazer do nosso jeito. Já mergulhei muito fundo na necessidade de agradar e enfim emergi, confiante que a melhor forma de fazer as coisas é aquela que te deixa com o coração tranquilo e um gosto adocicado na boca.
Bem-vinda de volta.

Vamary disse...

que bom que você voltou,seja bem vinda!

Gri disse...

Que bom que voltou! fiquei feliz por ver um novo post seu no rss!
Como bem disse a Marina Maria, vc revolucionou a vida de muita gente com o post que era só pra vc, mas eu o repassei pra um n. números de pessoas que estão mais conectadas do que presente nas nossas vidas!
Sei que o texto foi pra vc, mas ame, li e reli uma centena de vezes para poder me organizar na simplicidade tb! bjs

Anônimo disse...

Ana, ainda não li o seu post, confesso. Mas quero que saiba que todos os dias, desde então sempre entrava no la cucinetta... e hoje dei um grito!!!!! dizendo: eu não acredito! meu blog preferido voltou. Eu sabia Ana, eu sabia. Tire quantas férias quiser ou sentir necessidade mas nunca deixe de nos contar sobre muffins e nem sobre o bebê devorador de morangos. bjs de alguém distante. Madry

Anônimo disse...

Ah! e eu esqueci de dizer que o la cucinetta fica mais la cucinetta com esse fundo de tela em tons de azul com listras verticais.O fundo todo branco fica vago (no caso do la cucinetta)Essa é a verdadeira cara do la cucinetta de quando eu conheci.
Madry.

CRISTIANE LARA disse...

Oi Ana, bom dia ! Que bom vê-la aqui novamente com suas receitas e seus textos. Parabéns e muitas felicidades para o seu pequeno. Esse garoto vai longe...rss Um abraço

Liz Ribeiro disse...

Ebaaaa, voltou!!!

Tatti Assis disse...

Ana,faz tempo acompanho suas receitas por email que recebo do seu blog. Acompanhei sua gravidez, suas dicas de como ser prática na cozinha, etc.mas nunca comentei nenhum post.Confesso que cozinhar nunca foi o eu forte..a minha avó diz que eu sei cozinhar sim,pois para falar mal...hehehhe é que sou meio enjoadinha para comer. Enfim, o que me fez comentar hj foi qdo li vc dizer sobre dar doce ou danoninho ao seu filho. Eu tenho 4 filhos. Não me julgo a dona da verdade, jamais...até pq a vida é um constante aprendizado...mas assim como vc se permitiu liberta-se da escravidão do ter-que-postar, não entre nessa paranóia de querer um bebe que só come coisas 100% saudáveis...e quando ele entrar na escolinha e tomar uma cocacola do amiguinho? Vc vai ter como impedir? Não estou aqui dizendo para dar besteirol ao menino, mas tb por favor, liberte-se dessa nova mania de mães Orgãnicas biodegradaveis,,,Viva...curta o seu filho, sua família e seja feliz!!
Deus abençoe

Lívia disse...

Olá Ana, não tenho palavras para descrever a sensação de felicidade que me invadiu quando ao olhar meu email hoje pela manhã constatei que havia um "La Cucinetta" na caixa de entrada. E, fiquei mais feliz ainda ao ler seu texto, tão simples, tão verdadeiro, tão sincero. Seja bem vinda de volta e saiba que nós estaremos aqui. Muito obrigada pelo seu blog. Um grande abraço.

Aline disse...

Oba! Ganhei o dia quando vi que você está ensaiando a volta!
Nunca tinha escrito aqui, mas agora tomei vergonha! Tinha que deixar meu contente alô!

Andrea - Inglês Gourmet disse...

Olá. Acho que os comentários acima já dizem quase tudo que queria dizer, mas vou escrever também! Semana passada quase tirei o La Cucinetta do meu Google Reader, mas pensei: se ela voltar, como vou saber? Hoje fiquei feliz em ver um novo post. Não compartilho todos os teus gostos e preferências culinárias. Minha filha de 5 anos, por exemplo, tem uma alimentação ótima, mas come chocolatinhos, balinhas, claro que tudo controlado. Mas quando tu fala em qualidade de vida, compartilho muito teu sentimento. Tenho um blog chamado Inglês Gourmet (inglesgourmet.com) que está quase fazendo 1 ano e me orgulho de dizer que, apesar de amar fazer o blog, não sou refém dele. Tenho Facebook e Twitter e uso com muita moderação. Teu post anterior (o da "despedida") foi super válido pra mim. Espero que estejas realmente retornando, mas sem perder o mais importante: qualidade de vida para ti e tua família. Um abraço. Andrea

Fernanda Kojima disse...

Ana Elisa,
Não faz ideia da minha alegria ao encontrar um email com post teu na minha caixa!
Obrigada pelo retorno, teus textos e estilo de vida são inspiradores e dão um gás novo ao meu dia-a-dia - e tenho certeza que ao de muita gente que também aspira viver melhor =)
Com carinho, Fernanda.

Cacau disse...

Ana, endosso o que todos já falaram.
Obrigada por compartilhar tantas coisas boas.

Cacau

Helaine disse...

Bem vinda!!!
Senti saudades!

Lorenna Reis disse...

Ana, tenho entrado no blog semanalmente. Às vezes ocorria até a loucura de entrar duas vezes por semana, para ver se havia algo novo aqui. Comecei a visitar o Desenhoque como uma forma de ler os seus textos. Amo de paixão! Por acaso, entrei aqui hoje, e qual não foi a minha alegria por saber que o La Cucinetta esteve apenas de férias! Que essa possível volta seja algo bom para você.. and welcome back!

Claudia disse...

Que felicidade!!!! A minha blogueira favorita de comidinhas está de volta! Oba!!!!!

Júlia Caires disse...

Que bom que vc voltou. Vc fez muita falta. Bjs

Victor disse...

Ela voltou.
AMÉM!!!!

Quanta falta seus posts fizeram!

Carol disse...

Muito feliz de ter vc de volta
:)
É sempre muito bom ler seus textos.

Isadora disse...

como é bom ler o q vc escreve!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! saudades sempre das suas delicias!

http://deliciasdaisa.blogspot.com/

Serena Katzumata disse...

É isso aí, Ana!!! Não desanime, seja fuçadora, inovadora, descobridora, persistente... Seja feliz. Um beijão ^^

Mariana Loreley disse...

Poxa Anna! Que bom que vc voltou...Estou muito feliz!

Anônimo disse...

Ebbaa!! Voltou! Obrigada!
Estou muito feliz pelo seu tempo e retorno.
Mesmo de férias, estive sempre por aqui.

Anônimo disse...

Ana, por mais que sua ausência tenha feito falta, vc já havia deixado um tesouro para a humanidade - sem exagero. 90% do que se come aqui em casa, devo as receitas a vc. E olha que sou carnívoro!
Durante suas férias, volta e meia eu resolvia dar uma revisitada em seus primeiros posts. E é nítido o quanto vc cresceu como cozinheira e o quanto vc curtiu tudo aquilo - que é ainda mais importante.
Enfim. Na verdade, eu só passei aqui pra dizer que ganhei uma assinatura da revista Gula, ed 229, março 2012, e havia uma citação de seu blog. Pensei: "pô, justamente agora que ela meio que desistiu?"
Parabéns pelo sucesso na culinária, nas ilustrações e por conseguir refrescar a cabeça durante as férias.
Uma pergunta: em seu perfil, vc dizia além de fotografar, "toco". Toca o quê? Sou músico da Orq Sinf Municipal SP,
Abraços,
Teco

Barbara Hinsching disse...

Que bom que você voltou!!

Thais disse...

Olá Ana!

Escrevo só para dizer que descobri seu blog há poucos meses e me divirto muito experimentando as receitas, que as vezes dão certas e outras vão para o lixo! é a vida...
Em especial tenho feito seus pães e me espanto em como tem dado certo! Talvez seja sorte de principiante.
Desejo coisas boas e se puder e principalmente quiser nos alimente com mais posts.
Grande abraço.
Thais

eme bê, maria disse...

Ana, que bom que você voltou!
Sou do grupo dos que não comentava muito, mas mesmo assim se sentiu órfã durante a sua parada, principalmente depois de um sacolejo tão bom como o do último post.. que bom que voltou. Que bom que se sente mais leve (é isso? você não falou exatamente em leveza, mas foi a impressão que me passou). Seja bem vinda de novo. Sempre e quando quiser. Sem pressão! :)

Beatriz Guimarães disse...

Eu tava aqui me perguntando quando é que eu teria de volta a alegria de ler seus pensamentos, suas receitas e suas revoltas. E aí: surpresa!
Adoro tudo o que você escreve, e todas as receitas que já fiz por inspiração do seu blog foram pra minha lista de favoritas.

Beijos

Jux disse...

que linda!
bem vinda sempre sempre sempre1
Receita dilicia, must do :D
E, FelizAniNovo pro Matador de Dragoes, futuro comedor de sanduba pêra&queijo talleggio (acredite: nunca esqueci disso e, apesar de nunca ter comido o tal queijo, cada vez que vejo esse queijudo no supermercado "phynoo" aqui na Batatalandia, sempre lembro de vc! RA!)
Beijukkkkas

As 4 irmãs disse...

Olá, Ana, que coisa boa ver que você voltou. Como a Marina Maria, também eu fiquei extremamente tocada com "aquele" post seu. Minha nossa, como tenho tentado fazer algo parecido... só que, por aqui, ainda ando complicando o suficiente para não encontrar o chão, muitas vezes...
Enfim, uma delícia a sua volta! Obrigada pela vontade de compartilhar!
(uma coisa só não entendo: duas referências em seu novo post a receitas inteiras indo para o LIXO... Foram mesmo para o lixo?)
Marlies

Fúlvia e Suzie disse...

Seja bem-vinda!! Estava com saudades de abrir aqui e ler algo novo, fiquei muito feliz =)

Helena disse...

Ai, que bom que você voltou (sem pressão, só prazer)!

Livia Luzete disse...

*\º/* (cheerleader comemorando)
Êba!
Nossa até levei um susto qdo vi um post no RSS.
Ana, depois do "último" post, da parada merecida eu mesma fiquei revendo muitos valores da minha vida. E sempre me pegava lembrando do seu exemplo, de parar, de desacelerar,desapegar do mundo virtual. Dai, ainda em ensaios, veio uma doença (dengue,talvez, já que a gripe A deu negativo)me internou por 4 dias, fiquei loucamente lutando para elevar minhas plaquetas e muita coisa foi revista na minha vida. Tive alta na 5ª feira, e só me obriguei a vir para frente do pc por satisfação aos amigos que estavam a espera de sinal de vida, hoje no domingo. Tão orgulhosa de mim mesma!! E entre os 1.373 emails não lidos tinham 2 RSS do La Cucinetta!! Nem 'creditei!
Feliz por você, feliz por mim, feliz por nossos filhos,amores e amigos que terão o nosso melhor.
Beijão.

Anelize disse...

Ana, eu ainda não estou acreditando que você voltou. Minhas preces foram atendidas!
Mas é assim mesmo, cada coisa a seu tempo e cada um com seu tempo. :)
-
Eu queria muito testar essa receita, mas aqui na minha região é tão difícil encontrar trigo sarraceno e eu não quero ter que substituir. O jeito é esperar encontrá-lo um dia.

Abraços!

Ana Ligia disse...

Que delícia Ana!!!! Surpresa maravilhosa abrir sua página pela manhã e ver texto e receita novas! Beijos

Greice disse...

Muito feliz com o seu novo post..adoro o mix de historias e culinarias.
Sabe comecei a tomar o tal iogurte mas na versão natural sem açucar, para o lanche da manhã, por pura preguiça de fazer o caseiro q é enfiar leite na garrafa termica..meu intestino antes normal agora nao funciona direito strange rsrs..Com voce aprendi tantas coisas e tenho aprendido cada vez mais e meus habitos mudaram muito.. Obrigada por dividir suas experiencias conosco..
Att Greice

Anônimo disse...

Estou super feliz com sua volta, porque quando leio seus posts parece que me transporto pra outro mundo, pra um lugar distante e gostoso, um lugar que eu gostaria muito de ir, mas inda não sei o caminho. Adorei sua volta, porque assim posso continuar minha "viagem". Beijos

Izabel disse...

Ana,
Bom tê-la de volta! Fiquei surpresa e feliz de ver novidades por aqui. Tudo o que gostaria de dizer, já falaram, então vou me ater a sugerir um link, que me passou pela cabeça quando li este seu post... espero que goste, acho que você e essa moça tem coisas em comum: http://saudeinfantil.blog.br/2012/04/delicia-caseira/#more-2923

Cláudia Fernanda disse...

Oi, querida! Como senti falta dos teus posts.... hoje vim olhar o blog só por hábito, havia tempos que eu não espiava (tb, dia 17/04, véspera do seu retorno, minha filha nasceu... então a coisa tá corrida) e fiquei felicíssima em reencontrar as atualizações!
Agora que voltaste, achei interessante registrar o quanto suas receitas e desabafos
são bacanas e seguidos.

Anônimo disse...

Linda!!!! Que bom!!! Você voltou e fez meu dia ;-)
Muito obrigada por voltar a dar vida às minhas leituras gastronómicas.
Boas aventuras com o seu guerreiro!
Bjos
Patricia
Lisboa

Anônimo disse...

Uèèba, voce voltou!!!!! Que alegria te-la de volta. Fez muita falta viu?
De coração, ganhamos todos pois cada um de nós atraves de sua "freiada" refletimos também em algum nível nossas próprias vidas. Pronto. Tudo de bom novamente. À proposito, que mãozinha gorduchinha mais linda comendo panqueca hein!! Benvinda. Sandra e família

como ganhar mais seguidores disse...

Muito bom o post amei !!

ganhar seguidores disse...

Muito bom o post amei !!

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails