sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Salada de beterrabas (1) com azeitonas e funcho (2) com pecorino

Achei muito interessante uma reportagem da revista do Jamie Oliver que dizia que o governo britânico sugere que as pessoas consumam 5 porções de vegetais e frutas por dia para serem saudáveis. A reportagem vinha para tentar explicar o que seriam essas porções e como introduzi-las na sua dieta. Quando comentei sobre isso com minha mãe, ela ergueu as sobrancelhas, espantada, e disse: "mas tudo isso?"

Então matutei a respeito.

Ontem meu almoço foi uma salada de batatas (1), abacate (2) e agrião (3). O jantar foi uma sopa de repolho (4), grão-de-bico (5) e batatas (ops, de novo, não conta). No dia anterior, almoçara uma salada de agrião (1), pera (2), nozes e queijo serrano. Comera de café-da-manhã um mingau de aveia (3) e banana (4) e jantara uma massa com molho de brócolis (5). Hoje o almoço foi essa salada de beterrabas (1) e funcho(2) com queijo pecorino e azeitonas, e a sobremesa foi arroz (3) doce de café. O jantar vai ser uma omelete de agrião (4) com hortelã e uma saladinha de trigo (5) e tomates (6).

Fiquei pensando na chateação que seria cozinhar se eu ficasse calculando esse tipo de coisa. Assim como seria se eu calculasse calorias, ou porcentagens de qualquer coisa, ou nutrientes, ou benefícios. Não só isso, pensei no espanto de minha mãe, e me dei conta de que as pessoas acham difícil comer essa quantidade (mínima) de verduras, legumes, grãos e frutas, porque presumem que devem ACRESCENTAR esses itens a um cardápio já existente de itens pouco naturais. Quando, na verdade, se você comer todo dia arroz, feijão, uma coisa verde, uma colorida e uma fruta de sobremesa, você não só cumpriu a meta, como a ultrapassou. Sem nem pensar a respeito. Sem nem ser tachado de "natureba".

Por que, ao invés de bagunçar o coreto criando regras complexas, o governo não simplesmdente sugere "coma o que estiver mais próximo de seu estado natural"? Isso resolveria tudo. Não?

Para preparar essa salada, apanhe algumas beterrabas pequenas, inteiras, tempere-as com sal e azeite, embru-lhe-as em papel alumínio e asse-as a 180ºC por 1 hora ou até que fiquem macias. Quando estiverem cozidas, retire-as do forno e deixe que esfriem o bastante para manuseá-las e retirar-lhes a casca. Corte-as em fatias grossas e misture-as a um vinaigrette feito de um punhado de azeitonas pretas picadas bem miúdo, azeite e vinagre de vinho tinto. Então fatie um bulbo de funcho, mergulhe-o em água fervente com sal por 1 minuto e depois em água gelada. Escorra e tempere com azeite, suco de limão, sal e pimenta-do-reino. Disponha as beterrabas no prato, o funcho por cima, e coloque por cima lascas de queijo pecorino. A receita é do lindo livro A16 Food+Wine.

Bom mesmo é comer comida fresquinha, colorida, e se preocupar apenas com o sabor. :)

14 comentários:

Patricia Scarpin disse...

Putz, eu me lembro tanto da Valentina falando do tal "five a day" quando a visitei em 2009. Em todo lugar a gente vê isso por lá. Na Delicious Mag tem bastante isso tb.
Nunca tinha pensado nesse teu jeito de ver a coisa e realmente faz todo o sentido. Se vc consome grãos, legumes e frutas vai chegar à cota facinho, facinho.
Delícia de salada, hein? Eu comi tanta beterraba até os meus 7 anos que devo ser cor-de-rosa por dentro. :D
Ai, essa omeletinha de agrião (nunca comi!) com saladinha de trigo e tomate seria um almocinho perfeito pra eu trazer pro trabalho.

xx

Livia Luzete disse...

O efeito das cores contrastantes ficou lindo e (para mim) apetitoso!Beijo ao Thomas.

Simples Assim disse...

Interessante mesmo essa observação sobre o consumo de 5 porções de vegetais e frutas por dia. É sempre bom estarmos alertas se quisermos ser saudáveis.
Gostei da sua sugestão.Com o calor que está fazendo em Brasília, essa é uma boa pedida.
Bj e bom fim de semana,
Lylia

Nutrição com Sabor disse...

olá.. Adoro de paixão seu blog, principalmente pelas sugestões sempre saudáveis de pratos!! Já testei várias receitas e com certeza farei muitas outras.. Lindo demais o contraste das cores nessa foto..Amei!

Chocolatine Cramée disse...

Então aqui na Europa eles fazem bastante essa propaganda, pois as pessoas não cuidam tanto da alimentação. Quando vejo na cantina o povo pegando um prato de hamburguer com batata frita ou macarrão (puro) com um bom pedaço de manteiga por cima ou purê de batata com salsicha, percebo que no Brasil o arroz e feijão é uma alimentação barata, simples e super completa.
Por conta da praticidade e às vezes da dificuldade em achar alguns produtos, as pessoas compram congelados e não se importam em ter uma alimentação saudavel.
Então o governo tem que ficar martelando na cabeça de cada um que é preciso comer 5 frutas ou legumes por dia.
Discutindo com meus amigos e por experiência propria, às vezes é dificil de chegar à meta, principalmente no inverno onde ha menos frutas e saladas frescas nos mercados.
Senão, sua salada esta com uma cara deliciosa!!

Fernanda Cunha disse...

Ana,
Adoro seu blog e sempre estou por aqui... Larapiando receitas, ou simplesmente lendo e planejando o dia que tomarei coragem de fazer algum pão diferente do irish soda bread...;O)
Fiz o sorvete de chocolate ontem e o meu ficou incrivelmente escuro e gostoso!Joguei umas pecãns só pro pecado ficar inteiro...
Já que vc é a guru da Itália, me conta, vc pode me explicar o que é farro in chicchi?
Um abraço!

Wind Zackie disse...

Oi =D

Acho que as pessoas se assutam com pouco. Em vez de parar pra pensar o que são as cinco porções, já acham que é muito logo de cara x.x"

Eu vejo isso com as pessoinhas ao redor.

bem, até xD

bjos e saude para toda a família.

Laís Fraga disse...

Não sei ao certo como é a contagem de porções nos EUA, mas no Brasil funciona assim: Arroz e batata não entra em FLV (frutas, legumes e verduras)... são cereais! Feijão também não entra: leguminosa.
O cálculo de porção é mais complexo que as porções que a gente faz em casa. Uma porção de alface = um pé de alface médio.
Dependendo da fruta, cada porção são 2,3... elas são calculadas pelas calorias.

Enfim, só explicando mesmo. Pq, realmente, pra quem não está habituado a comer muitas FLV, é difícil atingir essa meta.

No mais, concordo com você. Ao invés de ficar contando porção, regulando nutrientes e estragar um dos nossos maiores prazeres, a alimentação, é muito melhor (e mais fácil) ter um hábito alimentar saudável e optar pelo óbvio: ingredientes naturais ou o mais próximo possível desse estado.

Ju R. disse...

ó q engraçado... acabo de comer arroz integral, feijão azuki e omelete de bertalha feita pelo meu pai. estão faltando duas porções, né?

ana, se vc tiver tempo, passa p/ gente (mim, hahaha) uma receita qualquer com abacate, pq eu adoro a fruta (aaaamo vitamina) e só sei comer em forma de guacamole ou mesmo a própria vitamina.

fiquei de olho no bolo de peras, mas vou ter q pedir à miha mãe q o faça, pois não sei fazer bolos.

beijão.

Ju R. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Patricia disse...

Nossa, adorei a conta. Tb não tinha pensado nesse jeito de fazer a conta. Sem querer já faço isso. Incremento o arroz, com espinafre ou com ervilhas frescas ou com cenoura. O feijão, ás vezes, ganha um cará. A omelete alguns espinafres. Ou seja, feito assim já são duas porções.
Patricia

Lucia Boldrini disse...

Ana do céu, sou fã silenciosa dos seus talentos encantadores, mas esta é a primeira vez que escrevo -- e é para pedir socorro! Você saberia dizer por que o creme de leite fresco, seja de que marca for, simplesmente desapareceu do mercado (paulistano, ao menos) há pelo menos duas semanas? Tenho uma festa longamente planejada no próximo sábado, e o sour cream que aprendi com você era parte importante do que planejei, para pelo menos dois pratos. São 2h13 da madrugada agora; amanhã cedo vou ligar para todo SAC imaginável. Mas você tem como me salvar? Você conhece alguma alquimia alternativa para fazer sour cream? Eu tenho uma receita magnífica de cornbread para acompanhar chili que usa sour cream em vez de manteiga; parece uma nuvem! Se não puder fazer, vou ficar arrasada... Tem salvação? E esse amargo enigma do sumiço do ingrediente?! Um beijo grande da Lucia Boldrini

Ana E.G. Granziera disse...

Lucia,
por aqui o creme de leite não sumiu não. Estranho você dizer isso. De qualquer forma, o Sta. Luzia vende sour cream de fabricação própria, se quiser.

bjs

Marcia H disse...

Ana,
eu estava precisando de algo para fazer com minhas beterrabas, que estao prestes a saltarem do jardim para minha cozinha rsrs gostei da combinacao com funcho, outra coisa que gosto muito. vou fazer essa salada.

Aqui na Alemanha a maioria das pessoas come mal, muita coisa pronta, muita gordura, muito suco, refri e smoothies prontos. E por isso essa campanha é bem-vinda por aqui.

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails