segunda-feira, 25 de abril de 2011

Sopa de brócolis e Stilton

Talvez sejam os hormônios ainda retornando a seus níveis normais; talvez seja simplesmente a maternidade instalada; mas, como um porco-do-mato protegendo sua cria, tenho tido reações tempestuosas a determinados pitacos de pessoas à minha volta. Arreganho os dentes e saio querendo dilacerar quem diz que estou errada. Afinal, conselho e julgamento são coisas bem diferentes.

A primeira verdade é: my baby, my rules.

A segunda verdade é: se todo bebê fosse igual, seria mamão com açúcar criar filhos. Então não me diga que é o SEU jeito que funciona e não o que meu marido e eu estamos fazendo.

A terceira verdade: as pessoas parecem ficar temporariamente surdas quando você tenta explicar o modo como pretende criar seu filho. Você passa a gravidez inteira explicando como quer que as coisas funcionem no quesito alimentação, brinquedos, disciplina, e a criança mal completa três semanas e você já vê metade das regras quebradas, e já consegue ver quem vai dar a primeira bala de goma pro seu filho quando ele tiver apenas um pobre e indefeso dente de leite na boca.

*Suspiro*

Meu Eu-Controlador sente espinhos se eriçarem nas costas e fogo sair pelas ventas. [Sim, nessa metáfora sou um cruzamento de porco-espinho e dragão.] Vê-se logo que toda aquela doçura maternal que vocês esperavam que eu tivesse não ganhou muita força frente a meu habitual mau humor. ;)


De qualquer forma, essa tem sido a única chateação da maternidade no momento. Já me sinto menos cansada durante o dia e durante os fins de semana, o que tem me dado paciência e disposição para cozinhar com frequência e apelar para os meus pratos congelados apenas nos momentos desesperadores. Os burritos, aliás, fizeram tanto sucesso, que o marido prometeu que se eu abastecer o freezer com eles regularmente, ele nunca mais compra miojo. :D Será que eu acredito?

Ainda consegui um tecido para amarrar o bebê ao meu corpo, liberando meus braços e, finalmente, dando-me suficiente independência para voltar a passear o cãozinho, ir ao supermercado e afins. Ou mesmo usar as duas mãos para digitar, como estou fazendo agora. E isso me deixa muito, muito feliz. Agora tudo o que falta é voltar a correr; se tudo der certo, daqui a uma semana ou duas. :)

No fim, como diz meu marido, tem sido menos trabalho do que esperávamos e mais do que gostaríamos. Mas totalmente gerenciável, com um pouco de organização e uma boa dose de calma. Talvez o fato de eu estar genuinamente feliz ajude um bocado também.

Esta sopa de brócolis não é comida congelada, mas é tão fácil de fazer que pode ser uma boa pedida para quem também está com um pequerrucho dependurado no braço. E ela é tão saborosa, que vai fazer você esquecer que não vai dormir nada esta noite e que esqueceu de pedir ao marido para comprar pão para o dia seguinte. E melhor: tanto a sopa quanto a coberturinha de pão e sementes se mantém bem na geladeira (separados, é claro), só precisando requentar a sopa numa panela e dar uma tostadinha de leve nos croûtons numa frigideira antes de servir.  Bem mais fácil que criar filho, e nisso você pode dar pitaco à vontade.

SOPA E BRÓCOLIS E STILTON 
(Ligeiramente adaptada da Jamie Magazine)
Tempo de preparo: 20 minutos
Rendimento: 6 porções

Ingredientes:
  • manteiga
  • 2 cebolas, picadas
  • 500g brocolis, cortado em pedaços pequenos (usei o japonês)
  • 250g batatas, cortadas em pedaços de 1cm (com casca mesmo)
  • 5 xic. caldo de legumes caseiro
  • 1 fatia de pão amanhecido por pessoa (usei um integral, caseiro)
  • 50g nozes, picadas
  • azeite de oliva extra-virgem
  • uma pitada generosa de páprica
  • 2 colh. (sopa) sementes de abóbora, girassol ou uma mistura
  • 200g queijo Stilton ou outro queijo azul de qualidade, como Roquefort ou Gorgonzola
  • 2 colh. (sopa) creme de leite fresco
  • 1 colherinha de Jerez (opcional; usei Marsala)

Preparo:
  1. Derreta a manteiga numa panela grande, em fogo médio e junte a cebola. Diminua o fogo e cozinhe, mexendo, até que esteja amolecida, sem deixar dourar. 
  2. Junte o brócolis e a batata e mexa algumas vezes. Junte o caldo e leve à fervura. Abaixe o fogo novamente  e cozinhe até que os legumes estejam macios, cerca de 15 minutos. 
  3. Enquanto isso, corte o pão em pedaços pequenos e misture com as nozes, a páprica, sal e pimenta. Aqueça um pouco de azeite numa frigideira grande e junte a mistura de pão, mexendo até que doure. Transfira para um prato e coloque as sementes na mesma frigideira, tostando até que estejam perfumadas. Junte ao pão. 
  4. Quando os vegetais estiverem macios, junte metade do queijo e bata no liquidificador, em partes, tomando cuidado ao bater líquidos quentes. Junte o creme e acerte o tempero. Se quiser, misture com o Marsala ou Jerez. 
  5. Sirva em tigelas, com a cobertura de pão e sementes e o restante do queijo esmigalhado.

32 comentários:

Cynthia disse...

Oi Ana,
Minha filhota fez um ano no dia 10/04 e eu sei bem o que é isso das pessoas querendo dar pitaco. Para coibir isso acho que só uma maneira: fechar a cara e dizer do modo mais antipático possível para a pessoa não se meter, que Catarina é minha filha e que quem cria, educa e dita as regras somos eu e meu marido. Usei essa técnica com minha mãe, minha avó, minha sogra, amigos meus e do meu marido e... funcionou. Ninguém mais fala com voz de idiota com a Catarina, nem tenta dar nada para ela comer sem me perguntar antes, nem fica me dizendo que eu preciso colocar/ tirar o casaco nela, etc.
Boa sorte.
Beijos

Tati Marques disse...

que delícia de sopa!

adoro as histórias de mães de primeira viagem....
é verdade, é bem mais fácil do que imaginamos apesar de todas as lorotas que escutamos durante a gravidez.

era igualzinha, mas "o mundo gira a lusitana roda":)
e no segundo filho muda tanto...

bjs e é muito bom te ler.

Pat Siciliano disse...

Seja mesmo A mãe e finja que não ouve. Eu mesma tenho dois filhos, o mais velho tem 6 anos e a minha menina nasceu dia 06/04 - cada um é de um jeito, e as coisas que eu fazia com ele não funcionam com ela...
Parabéns pelo filhote!

Anônimo disse...

Ana querida,

ate de "mau-humor" seus textos sao muito bacanas! Tenho 2 filhos pequenos, de 6 e 4. APROVEITE essa fase maravilhosa e tranquila do seu bebe. Da pra fazer bem mais do que imaginamos, ainda que cansadas pela falta de sono. Porque criar filho, é que nem videogame, quanto mais fases vc passa mais dificil fica.
Seu blog é sensacional e as receitas nota 1000! Ja fui ate no mercadao atras do famoso chocolate Callebaut (e nao encontrei..). Aprendo um monte!

Sucesso, saude, sorte!

Ligia

Bruna disse...

Ei Ana!

Bem, meu filho está completando 2 meses na próxima semana e eu compartilho com você está raiva pelos pitacos. Olha, só vão aumentando, aumentando... nossa, HAJA paciência, viu? TUDO o que eu e meu marido fazemos está errado, mas surpreendentemente, meu filho ainda sobrevive!!! Sabe-se lá como! risos...

Adorei a receita da sopa, obrigadíssima por compartilhar!

Beijos.
Bruna

Ligia disse...

Ana, acho que o mais divertido nessa fase é ver como a gente mesmo quebra rapidinho algumas regras que instituímos pra criação dos filhotes. Quanto aos palpiteiros de plantão e suas regras e dicas infalíveis, faça-se de surda e abuse da cara de paisagem ;-)

Carla Soar disse...

Bem-vinda a maternidade real :)
Se o filho é nosso, o neto é delas, o sobrinho deles, e todo mundo sabe a melhor maneira, a sua. Assim como sabes a tua, ouriça mesmo os espinhos, ladra, faz cara feia e todos sobreviverão a ti :) Sobreviveram a mim e, apesar de eu achar que estava certa, hoje acho que ninguém sabe é nada, inclusive eu... portanto, toca a andar do jeito que der e não te esqueças de lhes relembrar sempre que tens dentes e bufas fogo... parabéns

Marmita disse...

Acho que estamos em sintonia com as sopinhas esta semana! Adoro uma boa sopa, a tua ficou com um aspecto diivinal. beijo da Marmita

Andreia T. Farias Britez disse...

Oi Ana!! Dei risada lendo seu post, porque só muda o endereço... Comigo foi a mesma coisa e pelo jeito é com todo mundo. Confesso que até hoje sofro um pouco (minha filha fez 1 ano semana passada)mas chegou uma hora em que eu relaxei. Não dá pra controlar tudo e pitacos vem e vão, é só entrar por um ouvido e sair pelo outro... Beijos!!

Ana Carolina Araújo disse...

Mães se entendem, e todas passamos por isso. Mas passei pra comentar sobre o pano pra amarrar o bebê, ou sling, que eu também amo. Não uso mais pois o Bernardo já está com 12 kg. Mas, além da praticidade, ele nos ajuda a dar segurança e carinho ao bebê por mais tempo. Tudo de bom!

Anônimo disse...

Oi Ana,

Sempre pensei numa sopa de brócolis cremosinha assim....mmmmmm!!!! Sempre um muito obrigada pelas altas dicas.

E qdo se tem um filho é assim mesmo e nem é por maldade é querer ajudar mesmo, mas como todos sabemos, principalmente com crianças, cada caso é um caso e não é pq funcionou a 30 anos atrás que vai funcionar agora, ou coisas do tipo. Mas comigo foi assim. Hj penso que poderia ter feito igual mas diferente. Mas acho q pior que parente e amigos dando pitacos, é qdo a criança começa a andar na rua e vem aquele vizinho que nunca falou com vc e vem oferecer balinhas, pirulito e etc pra ele, incrível a incidência de vezes q aconteceram comigo, a raiva q sentia por causa disso, ou vc entra numa loja de roupa tentando achar um agasalho que não contenha nenhuma imagem nociva e oferecem um brinquedo de plástico que não dura 2 min na mão dele. Acho que tudo isso fez parte pra aumentar minhas convicções. E me ajudou no meu trabalho que é auxiliar mães e babás para condução de uma educação mais livre.

Um grande beijo Miti

Suzana Arreguy disse...

Oi, Ana!
Há tempos leio o seu blog, mas nunca fiz um comentário. Gosto muito de suas receitas, aprendo muito com você. A forma como você escreve é admirável!
Hoje, resolvi comentar devido ao assunto. Olha, só as mães não sabem cuidar de seus filhos! Eu, sinceramente, acho que as pessoas querem ir à forra conosco. Só pode ser! Em um momento tão precioso, tão íntimo em que só se deve distribuir amor e segurança, escutam-se absurdos ditos na nossa cara, dentro de nossa casa disfarçados de conselhos...
Boa sorte com seu menino!
Beijos.

angela disse...

Deve ser uma delícia,k e sim.. filhos pendurados é bom!!

Patricia Scarpin disse...

Se as pessoas já gostam dar palpite na vida alheia normalmente, imagina com filho no assunto... Deus me livre de gente enxerida. Vc está certíssima, faça as coisas do seu jeito e dane-se o resto.

Que sopa delícia, hein? Eu adoro brócolis, vou querer experimentar.

Beijo!

Fernanda Garcia disse...

A maior verdade de todas: Your baby, your rules!

Valentina disse...

Ana, amo a tua franqueza. A combinação brócolis e stilton é maravilhosa. Stilton é o meu queijo favorito. gostei muitos dos crutons.

Taís disse...

Ai, Ana, esses seus posts de depois de mãe de primeira viagem são quase um alento pr'aqueles que tem medo, como eu. Parece tão possível quando você conta. Especialmente com uma sopa de ingredientes tão legais como esses.
Força por aí! Keep it going!
Beijos, no pequenino também!

DricaPeixoto disse...

Esse lance de dar pitaco na criação do filho dos outros é complicado demais :/ Chato mesmo.

Tomara que vc consiga voltar logo para a corrida. Eu também adoro e sei o quanto faz falta.

Beijosss

Taís disse...

Esse é só pra consertar o endereço do blog!

Sil disse...

Ai, Ai, Ana... Só muda o endereço e o nome!...
Querida, relaxa... Olha só, tenho uma filha de quase 23 anos, e até hoje algumas pessoas (nem vou dizer quem são, tente advinhar...)dão "conselhos" sobre o que acham ser o melhor prá ela...
Ainda bem que ela tem uma cabeça ótima (meu trabalho foi muito bem feito, me orgulho muito disso ;))e hoje nós nem somos mais mãe e filha, somos amigas, então nos divertimos imensamente lembrando dos "conselhos"!
Sugestão: ao invés de brigar (até porque alguns conselhos são até úteis, vamos valorizar a experiência dos mais velhos), diga ok e, depois, faça do jeito que vc achar melhor... Sempre acreditei que nós, mães, nascemos com uma intuição que não pode ser desprezada; então, confia no teu taco ;)
Bjs, e sucesso com o baby
Sil

Dricka disse...

Ana, eu odeio livros de auto ajuda, mas um dia folheando um sobre bebes, vi uma parte onde o escritor pediatra dizia que tinha aconselhada uma mãe e na consulta seguinte a criança estava perfeita e ele perguntando o que ela tinha feito ela disse: -Simplesmente o contrário do que o senhor me mandou. Adorei.
Cada um tem um ritmo, cada um tem um modo e ainda bem porque senão o mundo seria uma padronização muito chata. Siga seus instintos sempre.
Bjs

Mila disse...

Oi Ana,

Eu sobrevivi aos primeiros meses da minha filhota assim, com ela agarradinha, nesse mesmo pano. Eu morava na Holanda e ficava sozinha em casa e ela era muito chorona e só ficava quietinha assim, colada no peito da mamãe! Era cansativo umas horas, mas na maioria das vezes achava uma delícia. Hoje ela está com um ano e meio e de vez em quando ainda vai pro "paninho" pra cochilar e eu aproveito pra matar as saudades do tempo dela bem pequenina! Aproveita mesmo esse tempo, pois é muito gostoso. E quanto aos pitacos, deixa eles virem e irem embora, e continua fazendo do seu jeitinho!
Ah, e quanto às tuas receitas, sempre que tento fazer alguma, só recebo elogios, rsrsrsrs!
Parabéns pelo blog.

CRISTIANE LARA disse...

Oi Ana,
Tudo bem ? Você está certíssima com relação aos "palpiteiros de plantão". Da próxima vez que alguém se intrometer, diga que vai dar um gato para essa pessoa cuidar (o gato tem 7 vidas ).:)
Não ligue mesmo !
E seja muito feliz !
Adorei a receita da sopa. Parabéns !
Beijocas

maira disse...

não seja tão dura com vc mm e com as palpiteiras de plantao. lembre-se que elas tb amam seu filho e só querem o bem dele, ainda que de uma forma diferente da sua. e lembre-se que quem educa é pai e mãe. o resto "estraga" desde que o mundo é mundo. (eu tenho 5 filhos e já passei por isso tudo e descobri que não vale a pena estressar qdo há amor)

saborcomletras disse...

Alcançar a essência dos sabores é entrar em sintonia com lembranças guardadas em arquivos que criamos para preservar nossas memórias mais tenras. Adorei seu espaço.

chica disse...

ahahahah...Nonna-Ana-Mãe tu és ótima! Mas sempre vale o cuidado pra depois a gente mesma não cair em tentação e sair dando os nossos pitacos-baby pros filhos dos outros... Enfim, bom humor sempre resolve tudo e apara um pouco os espinhos-hormônios que servem pra resgatar aquelas raízes jurássicas de preservação da nossa espécie (dragão com asas) rsrsrs...
bjs
chica

Nicole disse...

Flor, off topic total... você não tem mais aquele negócio de perguntas/respostas (ai, esqueci como é que chama!)? Sei que o povo enchia tua paciência além da conta, mas era tão útil... =(

Anônimo disse...

Oi Ana!
Faz tempo que não comento, mas estou sempre passando por aqui saber das novidades.
Acabei de fazer a sopa de brócolis, ficou deliciosa! Já era fã da sopa de beterrabas e daquela com folhas de rabanetes, esta esta sendo incluída agora no rol das sopas que irei reproduzir no próximo inverno.
Parabéns pelo filhote!
Bjs,
Flavia Uchoa.

heleni disse...

Ana, estou super feliz por vc, pelo seu bebe. Parabéns!! Passo sempre por aqui pra saber suas novidades. To virando sua fã, rs. Deus te abençoe e a sua familia. Beijos!

Anônimo disse...

Sempre passo aqui para me inspirar e ver uma receitinha nova.. pouquissimas eu faço...rs.. mas olho todos os ingredientes. O melhor de tudo é o texto até chegar na receita. Adoro! As pessoas sempre sabem um pouco de tudo, é mais facil dar pitaco na vida dos outros do que cuidar da própria. Roberta

Delika things disse...

Oi Ana, tudo bem? Faz um tempo que acompanho o seu blog, principalmente porque eu o considero com as melhores receitas! Algumas são meio difíceis, com ingredientes que eu nao tenho facil acesso, mas é só adaptar...rs

Já adaptei varias de suas receitas, adoro aquele seu bolo de milho por exemplo...!

Eu nunca havia deixado um comentario aqui, e hoje resolvi mudar isso... principalmente, porque criei um blog e um site, onde coloquei um link em cada um para o seu blog! Eu sei que ele nao precisa de mais visitantes, mas como eu o frequento bastante resolvi colocar. Esses sao os endereços se quiser visita-los:
http://delikathings.blogspot.com/
http://www.wix.com/lianahomi/delika

E toda a felicidade quando nascer o bebê! Desejo tudo de bom a ela...será uma mãe espetacular :)

beijo
Lia

Livia Luzete disse...

Poker face!

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails