terça-feira, 6 de julho de 2010

Orecchiette e folhas de rabanete gratinadas

Rabanetes não estavam em minha lista de compras quando fui à feira. No entanto, eles estavam tão lindos, pequenos, redondos, de um rosa-choque exuberante, e sua folhagem estava tão fresca e verde, que não me aguentei. "Tiro as folhas?", perguntou o feirante. "De jeito nenhum!", respondi. Voltei para casa, separei os rabanetes da folhagem, guardando os primeiros num pote e lavando e secando a segunda.

As folhas do rabanetes são ligeiramente urticantes quando cruas, mas são deliciosas e valem a coceirinha na hora de lavá-las. Assim como as folhas de nabos e de beterrabas, elas ficam maravilhosas refogadas em alho e azeite, e podem substituir o espinafre ou outra verdura cozida em qualquer prato.

Neste caso, cozinhei 200g de orecchiette (mas poderia ser qualquer massa curta), e enquanto isso refoguei um belo maço de folhas de rabanete cortadas grosseiramente (com seus cabinhos) em um pouco de azeite, 2 dentes de alho fatiados fino, um pouco de sal e uma pitada de pimenta-calabresa, até murchar e o alho ficar dourado. Juntei uma colher de manteiga e acertei o tempero. Escorri a massa, e juntei-a às folhas, com 1/2 xic. de creme de leite fresco e um punhado generoso de parmesão ralado na hora. Coloquei numa travessa refratária untada com manteiga, cobri com mais um punhado de parmesão e um fio de azeite e levei ao forno a uns 205ºC até borbulhar e dourar (uns 15 minutos). Serve 3 pessoas com apetite normal ou 2 morrendo de fome.

9 comentários:

Patricia Scarpin disse...

As suas receitas com folhas escuras são imbatíveis, Ana - jamais teria pensado numa combinação como esta, deve ter ficado deliciosa!

Dani Etoile disse...

Ana, estou começando a usar as folhas do vegetais. Graças a vc, pois verdade seja dita, nunca havia pensado nisso. Agora, algumas entram até na papinha do baby!
Bj,
Dani

João Mario disse...

Já ouvi tanto falar nas folhas de rabanetes, beterrabas e nabos e sempre as tive à disposição com muita facilidade, porém nunca experimentei, nem é cultural por aqui experimentar. Mas vou fazer, prometo. Da próxima vez que comprar uma dessas hortaliças, vou fazer um belo refogado com as folhas.
Obrigado pela dica.

João Mario

Anônimo disse...

Hummm que fome!! Parabéns pelo seu blog e pela sua criatividade...

Gustavo disse...

Adoro seu blog,é nele que eu confio! Vc está me ensinando a cozinhar, muito obrigado!

Gustavo disse...

Adoro seu blog,é nele que eu confio! Vc está me ensinando a cozinhar, muito obrigado!

Laís Fraga disse...

Oi Ana... adorei a receita!!
(estou dedicando alguns minutos dos meus dias para ler o seu blog de cabo a rabo... e adorando!!)
Estou tentando começar a fazer o maximo de coisas possiveis em casa, amanhã já faço o iogurte! E tambem estou comprando tudo na época!! - Ontem não sabia oq fazer, entao vi a sua receita, e apesar de nao ter nenhum dos ingerdientes, adaptei... peguei um resto de espinafre, fiz um molho branco (bechamel) e cozinhei um penne... Acho que tive uns 15min. de trabalho, depois foi só deixar no forno!! Rs!!
Beijos!

Simone Arrais disse...

Oi Ana! Uma das coisas mais chatas da minha saga ortomolecular foi deixar de comer macarrão... Dezoito quilos a menos depois, saco cheio da tal dieta protéica, fiquei com água na boca com a foto deste prato. Vou fazer! Bjs carinhosos!

Judivan Araujo disse...

gosto muito de refogar folhas para comer,como estou incluindo o rabanete na minha alimentção, não sabia se podia utilizar as folhas, agora que sei vou experimentar as sua receitas, que pelo visto, são deliciosas, bjs.

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails