quarta-feira, 10 de março de 2010

Udon é bom e eu gosto

Jantarzim de ontem e almocim de hoje. Beleza isso de ter kombu dashi (caldo de kombu) congelado no freezer, em porções de 2 xícaras, pronto para virar coisinhas gostosas como udon. Nunca experimentara o shiitake seco, e o danado é também sensacional, carnudo, algo de defumado, mais complexo do que sua versão fresca.

A receita original pedia daikon (nabo japonês) e shiso, além das sementes de gergelim que simplesmente esqueci de acrescentar. Não tinha nenhum dos dois vegetais, mas tinha três lindos pés de couve chinesa orgânica na geladeira. Como sei que ela vai maravilhosamente bem em sopas e caldos, acrescentei-a sem dó. E ficou ótimo!

Fiz o caldo ontem, mas só preparei udon suficiente para as porções do jantar, guardando o resto do caldo na geladeira. Hoje, requentei-o, cozinhei mais udon e pronto: udon no almoço. Pena que não tinha taaaaanto caldo quanto ontem, razão pela qual na foto ele quase não aparece, com toda a massa e cogumelos flutuando por cima... ;)

UDON EM CALDO DE COGUMELOS
(Adaptado do livro Essentials of Asian Cuisine, de Corinne Trang)
Tempo de preparo: 30 minutos (cogumelos) + 15 minutos

Rendimento: 4-6 porções


Ingredientes:
  • 12 cogumelos shiitake secos
  • 6 xic. kombu dashi*
  • 1/3 xic. mirin (saquê específico de cozinha)
  • 1/3 xic. molho shoyu
  • 4 cebolinhas grandes, metade picada fina, metade em pedaços de uns 2-3cm (parte branca inclusa)
  • 230g udon
  • 50g gengibre fresco, descascado e ralado
  • 4-5 folhas de couve chinesa cortadas em fatias largas
*Kombu Dashi: use uns 30g de kombu para cada litro de água. Não lave o kombu; limpe-o com um pano úmido, se necessário. Coloque o kombu seco na água fria e deixe marinando (na geladeira, se preferir) por no mínimo 12 horas ou durante a noite. Retire a alga e guarde o caldo.

Preparo:
  1. Limpe bem o shiitake. Coloque-o de molho em 3 xíc. de água quente, tampe para não deixar o vapor escapar, e deixe amaciando por 30 minutos.
  2. Retire os cogumelos, aperte-os nas mãos para retirar todo o líquido, apare os caulezinhos duros e corte os chapéus em tiras. Filtre o líquido de molho dos cogumelos em um papel toalha e reserve o líquido.
  3. Coloque em uma panela o kombu dashi, o líquido dos cogumelos, os cogumelos fatiados, as cebolinhas em pedaços grandes, o mirin, o shoyu e a couve chinesa e leve à fervura. Abaixe o fogo e deixe no mínimo até a hora de servir.
  4. Enquanto isso, esquente água em outra panela. Quando ferver, acrescente o udon, mexendo um pouco para não grudar. Cozinhe por 3-5 minutos.
  5. Escorra bem o udon e distribua a massa entre as cumbucas. Distribua o caldo sobre as porções de massa, tendo certeza de que todos têm quantidades iguais de cogumelos e couve. Guarneça com a cebolinha picada fina e o gengibre ralado e sirva.

6 comentários:

Crisão disse...

Adoro suas dicas de receitas orientas (entenda, nesse caso, japonesas)! Udon é delicioso num jantar em dias de verão.

Mudando o tópico, vc poderia arriscar fazer um macarrão ensopado apimentado (como num restaurante da liberdade, o Rong He).

bjs

Ana Elisa disse...

Crisão,
eu A-DO-RO o Rong He!!! :)
Meu livro de cozinha asiática é bastante completo, mas tem pouquíssimas versões vegetarianas de pratos chineses. Sempre que encontro alguma, saio marcando para fazer. Assim que encontrar uma boa receita, faço com certeza! :)

Bjs

Letícia disse...

que delícia! :)

Crisão disse...

Oba! Estarei aqui lendo seus pratos e aguardando.

bjs

Mirella disse...

Oi Ana

Que vontade de fazer esse prato... Mas aqui em SANTOS que não é uma cidade tão pequena eu não consigo achar Raddichio (é assim que escreve?) quem dirá Couve Chinesa... Aii quando crescer quero cozinhar como vc...com essa variedade de sabores...acho muito lindo!

Bjus.

Anônimo disse...

Maravilha, Ana Eliza!!! Li a seu respeito na Istoe, dei uma olhada e ja sou sua fa. Obrigado pelo blog!!

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails