sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Sorvete de Daiquiri para relembrar vexames adolescentes

Atire a primeira pedra quem nunca na adolescência pediu um drink doce e cremoso num bar. Meus drinks favoritos quando tinha lá meus dezoito anos e não sabia beber [hoje a manguaça corre solta] eram Sex on The Beach e Alexander. Um colorido e outro cremoso. Ambos grandes fornecedores de dores de cabeça no dia seguinte. Esses tempos se foram [graças a Deus], e apenas seriamente coagida eu sentaria num bar e pediria qualquer bebida com leite condensado na fórmula.

Talvez por isso não tenha dado o devido valor a esse sorvete quando passei meus olhos por ele da primeira vez. Quer saber? Não preciso de nenhuma violência para me fazer comer esse sorvete. Ele é delicioso, cremoso, refrescante, e, preparem-se para o cliché dos clichés: tem gosto de verão. [Aah! Você não achou que eu teria coragem de escrever isso, mas ah, eu fui lá e escrevi mesmo assim! It's funny because it's true...!]

Finja que você vai de fato, sem rir nem nada, preparar um Daiquiri. [Se é que Daiquiris são assim, eu nunca tomei um na vida. Ou posso ter tomado mais de um, ter tido uma ressaca imensa e ter convenientemente esquecido que bebera Daiquiri. Vai saber? Bêbado é uma droga, mesmo.] Bata no liquidificador uma lata de leite condensado (395g), 3 xíc. de abacaxi picado em cubos, 1 xic. de banana fatiada, suco de limão a gosto e 1-2 colh. (sopa) de rum escuro. Cuidado com a quantidade de rum, ou o sorvete pode não firmar caso você use demais. Coloque na sorveteira e siga as instruções do fabricante. Se o dia estiver muito muito quente, deixe a mistura na geladeira por algumas horas antes de colocar na sorveteira.

A receita é do livro Cook 1.0, de Heidi Swanson.

15 comentários:

cacahuete disse...

Também nunca bebi daiquiri, mas este gelado deixou-me com água na boca.

Bom fds.

Bigode de chocolade disse...

Me deu vontade de fazer sorvete de Alexander. Quando era criança, era viciadíssimo em Alexander. Lá em casa, menor até que podia encarar um golinho. Lembro-me da churrascaria de final de semana e aquela mesinha com copinhos plásticos logo na entrada.Tinha batida de maracujá e outras misturas. Eu dava um jeito de escapar da mesa para surrupiar uns copinhos. Era bebum e não sabia... poxa, isso explica tanta coisa!

Sabrina disse...

Nossa, seria bem legal um de Sex on The Beach! Bons tempos...

rafaela perazzolo disse...

nossa...viajei no tempo de volta ao mundo dos drinks doces, coloridos e assassinos, lendo esse post.
hummm...mas não vou mentir...me encheu de água na boca esse sorvete...terei que testar a receita.
beijos!!!

Lucas disse...

Mas o abacaxi não deixa o leite condensado amargo? Isso sempre ocorre com abacaxi in natura...
Bjs, parabéns pelo blog, acompanho sempre.

pimentacalabresa disse...

Qdo eu comecei a beber - e lá se vão muitos anos - eu gostava de um drink com curaçao blue e chuvisco (soda com martini). Bem, o meu primeiro pileque foi cortesia do curaçao e eu nunca mais ingeri qualquer coisa azul na minha vida!
Hoje em dia mal bebo drinks, sou mais adepta da cerveja, do vinho.
Ana, eu vejo esses teus sorteves e penso seriamente em adquirir uma sorveteira! Qual é a marca da sua, e o tamanho dela?
Bjs, bom final de semana!

miosotiis disse...

Vou ter de atirar a primeira pedra... Nunca apanhei uma bebedeira e até hoje, nem imaginava que uma bebida podia levar leite condensado eheheh!

Mas mais estranho do que alguém que não bebe, é casar com alguém que provou pela primeira vez álcool há 2 anos apenas... :D

mas esse gelado merece correr o risco! ;D

Nanita disse...

Well, well, well..
Frozen Daiquiri meus amigos é basicamente uma polpa de futa (pêssego, abacaxi, morango),suco de limão, açúcar, rum escuro e gelo triturado, tudo batido no liquidificador...
Muito boa esta receita... pena que o verão acabou aqui na Europa...

Patricia Scarpin disse...

Em uma das vezes que fui ao Refinaria, na Franz Schubert, tomei uma Espanhola (leite condensado + vinho + abacaxi) - o troço era doce e suuper espesso, mas acabei gostando. Hoje, me dá enjôo só de pensar! Eca.

Este sorvete eu não perderia de jeito nenhum, Ana - aliás, vai para a listinha agora mesmo. :D

Beijo!

PAULO RT disse...

Não posso atirar nenhuma pedra. Tomei vários Alexanders.
Embora esteja fazendo as pazes com o leite condensado. Faço os meus sem ele. Quem sabe um dia coloco a receita?
Mas é verdade, devo admitir que pela receita, tem gosto de verão, mais, tem sabor de verão haha

PS: Me diverti com teu texto!

Guilherme disse...

Não sei se você já postou isto mas..você poderia me informar qual sorveteria voce usa???
Agradeço a atenção.

Re disse...

Ana,
Eu nem sei como vim parar aqui, o que sei é que fiquei fascinada pelo seu blog.
Parabéns!

Franciel disse...

Ana, tudo bem? ja faz algum tempo que visito seu blog, adoro a forma de voce escrever! E gostaria de te pedir se voce sabe de algum lugar onde posso encontrar essa sorveteira, visto que nos sites (submarino, shoptime...) ela está esgotada, ou alguma loja fisica que a venda, sou do Rio Grande do Sul, e é o sonho da minha mae comprar uma sorveteira assim.
Um abraço e aguardo retorno.

Jun.~ disse...

Oi Ana! Agora, toda vez que eu como alguma coisa, lembro de você (ou de outras pessoas de blogs, como a Patricia do Technicolor Kitchen ou o Vitor do Prato Fundo).

Outro dia eu tava vendo uma comida japonesa que é feito de harusame (uma espécie de macarrão de arroz que fica transaparente) e outros ingredientes (maioria vegetais), temperado com um molho agridoce e é servido gelado. Quando der, vou te passar a receita, haha (abuso? D:)

Lá em casa não tem sorveteira :/ Por isso que eu só fico babando nos sorvetes... Quando eu for morar só, acho que vou fazer sorvete todos os dias, haha.

Renzo disse...

Só para contrariar: Alexander nunca levou leite condensado. A receita fala em partes iguais de brandy, licor de cacau e creme de leite, batidas com gelo. O drink é coado e finalizado com raspas de noz moscada.

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails