segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Só brigadeiro de colher resolve. Mas se não pode, não pode. Fazer o quê?

Começo já a sentir forte a síndrome de abstinência de doces. Por mais que adore frutas frescas, há um momento em que só brigadeiro de colher resolve. Quem é mulher me entende. Ando correndo atrás de alternativas que tornem os "lanchinhos saudáveis" mais atrativos do que a velha e boa maçã. Algo para comer de colher. Que seja grelhar a fruta para extrair dela mais doçura, que seja temperá-la com uns pinguinhos de nada de água de flor de laranjeira. Qualquer coisa que eleve a fruta ao status de sobremesa está valendo.

A nutri, como era de se esperar, valeu-se do truque de me entupir de lanchinhos para matar minha fome voraz e constante e, de quebra, aumentar meu metabolismo. Após o treino de corrida, por exemplo, preciso de um segundo café-da-manhã com fruta e proteína, ao que a nutri escrevera: "1 banana com 1 iogurte desnatado".

Olhem bem para minha cara. Ok, não dá. Então imaginem bem minha cara. Iogurte desnatado? Jura?

"Mas eu faço meu próprio iogurte integral toda semana", expliquei a ela. "Essas coisa light são cheias de aditivos e não têm gosto de nada..."
"Ah, tenta pelo menos fazer com leite semidestanato, vai...", pediu.
"Hmmmm... ooook...", menti.

Meu iogurte é integral. Assim como meu omelete não é de claras. Ora bolas, tenho sido uma boa menina em todo o resto. Não creio que vá para o inferno por causa desse deslize.

Lembrei-me então de uma sobremesa rápida de uma revista francesa, com figos gelados, e resolvi recriá-la para meu lanche, de cabeça. Cortei dois figos pequenos e bem maduros em quartos e os bati no liqüidificador com 3/4 de xícara de iogurte integral caseiro (equivalente ao copinho de 200g, eu pesei!) e 1/4 colh. (chá) de canela em pó. Aos fora da dieta, acrescentem mel a gosto. Como os figos estavam doces, no entanto, e o leite que uso para o iogurte o deixa com um delicioso sabor e aroma de creme de leite, a mistura rosa-antigo, ligeiramente pedaçuda, equilibrou-se perfeitamente entre o doce da fruta e o azedinho do iogurte. Muito melhor que qualquer desses iogurtes de frutas light que prometem levá-lo ao trono. :P

10 comentários:

cynthia disse...

Meus gatos têm sido um bom termômetro da qualidade da comida. Eles recusam iogurte feito com leite semidesnatado, e preferem o integral. A Sofia bebe um pires de leite semidesnatado praticamente todo dia, mas quando tem leite integral, ela surta de alegria e bebe um pouco mais.

Talvez o truque pra consumir o iogurte integral sem fugir muito da dieta seja diminuir um pouco a quantidade de iogurte. Ao invés de 200g, usar uns 150g...

Ana Elisa disse...

Cynthia,
Passei os primeiros 20 anos da minha vida bebendo leite desnatado, porque eu passava mal do estômago com leite A quando criança. Quando juntei com o marido, foi ele quem me encheu a paciência para mudar para o integral, pois ele não suportava o desnatado. E deu nisso, hoje quem detesta desnatado sou eu! Tem gosto de água, fala sério! Fora que você vai ver as embalagens dos iogurtes e eles são cheios de espessantes, amido e isso e aquilo. Credo...

Beijos!

raquel disse...

Oi Ana,
Sei o que vc está passando, pois também faço reeducação alimentar. Com o tempo, todas essas adaptações vão saindo naturalmente.
Estou querendo uma dica sua - é que pretendo fazer meu primeiro pão caseiro. Claro que será uma receita sua. Qual delas vc recomenda, considerando que é a primeira vez que vou sovar alguma coisa (já assisti ao seu vídeo váárias vezes, pra tomar coragem)?
Abraços!

Ana Elisa disse...

Raquel,
que complicado... Um monte de gente me faz essa pergunta... Mas a verdade é que existem pães simplíssimos que sempre dão certo na minha cozinha e que deram errado na mão dos outros. Difícil saber. O que posso te recomendar é escolher aquele que te parecer mais fácil, assim, na leitura da receita. E, sinceramente, não leve a coisa muito a sério. Senão deixa de ser divertido e você fica frustrada se não ficar exatamente como você esperava. O primeiro provavelmente não vai sair lá essas coisas. Só com a prática você pega o jeito da coisa... OK?

Beijos!

Núbia Gomes disse...

Olá Ana Elisa. Conheci seu blog há pouco tempo, por meio de outros food blogs. Tô adorando. Ainda mais agora que estou com uma teimosia de fazer as coisas em casa: pão, geléia, iogurte. Fiz pão, mas ainda não saiu nota 10. Acho que a prática leva à perfeição, né? Então, o que queria sber é onde comprar os lactobacilos para fazer o iogurte. Em lojinhas naturais? E, na primeira tentativa ele saiu bom?
Obrigada pela atenção!!

Ana Elisa disse...

Núbia,
comprei no supermercado mesmo. Mas você não precisa deles. Pode começar com iogurte comprado pronto mesmo, na proporção de 1-2 colheres de sopa de iogurte para 1 litro de leite integral. Uma dica: vá misturando o leite ao iogurte bem devagarinho, ou ele pode ficar talhado. Atente apenas aos rótulos dos iogurtes do mercado, pois muitos deles são iogurte desnatado com amido para engrossar. Procure o que tiver menos ingredientes para usar de base. Ok? Uma vez comprei um iogurte da Parmalat, fiz tudo como sempre faço, e o iogurte não vingou. O último que fiz com iogurte comprado era com um integral da Batavo e o leite integral Batavo Origem (como me recomendaram). Ficou ótimo.

Beijos!

Ivette disse...

Que ótima sugestão de sobremesa. Como eu não sou de muito açcúcar, Eu adoro iogurte natural caseiro puro, e às vezes como com morango e umas uvas passas no meio para adoçar um pouco. Mas essa ahi de figo pareceu uma alternativa ótima agora que os morangos estão acabando.

Abraços e boa sorte com a sua dieta.

Iv.

Suzana disse...

Deinitivamente melhor que qualquer iogurte semi-qualquer-coisa! Adoro figos, como tal tenho de experimentar. :)

Ana Elisa disse...

Ivette e Suzana,
Então, ficou muito gostoso. Mas vou dizer que só deu certo porque os figos estavam doces. Senão, acho que ficaria bem sem gosto... :P

Beijos.

vanessa . disse...

que terapia ler esses posts...

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails