quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Ô, dificuldade prá fazer um couscous...!


Onze e meia da manhã. Fui desligando devagar a cabeça do trabalho e dos inúmeros post-its colados na tela de meu computador, lembrando-me do que estou esquecendo de fazer. Apanhei o livro italiano de cozinha vegetariana que ganhara de presente e comecei a procurar o que fazer para o almoço. Couscous marroquino com ovos e pimentões parecia uma ótima idéia. Um tanto de carboidrato permitido, legumes cozidos e uma fritatta simples. Tudo dentro da lei.

Separei todos os ingredientes no balcão e, quando estava já prestes a medir 400g de couscous, lembrei: peraê, tem outra medida. Volto-me à geladeira, espiando as notas presas à porta. Cinco colheres de sopa de carboidrato. Oooook... Uma, duas, três... Mas... Peraê. Cozido ou cru??? Porque couscous marroquino infla. Deve ser cozido. Volta uma colher.

Próximo item: 4 colheres de sopa de legumes cozidos. Olho inconformada para meus pimentões e minha lata de tomates pelados. What the f*ck...! Como diabos eu vou medir isso? Corto metade da quantidade que pretendia, separo apenas um tomate da lata e prossigo.

Ok, hora da fritatta. Espio a cola. Posso comer uma omelete de 4 claras.

Aaeaeaeaeaeaaaaaaargh...

Perdoe-me, nutri, mas há coisas que eu faço e coisas que não faço. E omelete de claras eu não faço. Vai uma fritatta de dois ovos então.

No fim das contas, um almoço incrivelmente simples, que normalmente não me tomaria mais de 10 minutos, demorou mais de 30 para sair. Ficou bom? Ah, sim, ficou sensacional, e eu nunca diria que aquilo estava em conformidade com uma dieta. Deu trabalho? Para mim sim, que tive de ficar calculando quantidades. Para você, ah, para você vem de mão beijada. O bizarro foi apanhar minha tigela e ir colocando 5 colheres de couscous, 4 colheres do molho, meia fritatta.

E a preguiça de pensar no jantar?

COUSCOUS MARROQUINO COM PIMENTÕES E FRITATTA
(Adaptado do livro Piatti Unici do Verdure)
Tempo de preparo: 20 minutos Rendimento: 2 porções


Ingredientes:
  • 1/3 xíc. de couscous marroquino
  • 1/2 pimentão amarelo pequeno, sem sementes
  • 1/2 pimentão verde pequeno, sem sementes
  • 1 tomate sem pele
  • 4 ovos
  • 1/2 colh. (chá) de páprica picante
  • 2 dentes de alho picados fino
  • 1/2 colh. (sopa) de azeite de oliva
  • sal e pimenta-do-reino moída na hora
  • 1/2 colh. (chá) de canela para polvilhar
Preparo:
  1. Bata os ovos com 1 colh. (sopa) de água em uma tigela e tempere com sal e pimenta. Aqueça o azeite em uma frigideira grande e despeje os ovos, cozinhando-os em fogo baixo. Quando a parte de baixo tiver coagulado, leve a frigideira ao forno e finalize a fritatta sob o grill ligado. Mantenha-a aquecida.
  2. Corte os pimentões em pedaços de cerca de 1,5cm. Coloque-os em uma panela pequena com o tomate e o alho picado e mexa, cozinhando em fogo baixo. Junte a páprica e salgue. Apenas cubra com água, aumente o fogo e deixe que o molho engrosse, mexendo de vez em quando.
  3. Enquanto isso, coloque 1/3 de xíc. de água em outra panela, para ferver. Quando entrar em ebulição, salgue e junte o couscous, mexendo com um garfo. Desligue o fogo e tampe a panela, deixando que descanse por 5 minutos.
  4. Destampe o couscous. Afofe-o com um garfo. Despeje-o no prato de servir. Corte a frittata em quadrados do tamanho dos pedaços de pimentão e misture-os ao couscous. Derrame o molho de tomate e pimentões por cima. Polvilhe a canela e sirva.

8 comentários:

Elvira disse...

400 g de couscous é uma quantidade ENORME! Bastam menos de 200 g para alimentar (muito bem) 4 pessoas. ;-)

Hoje estamos em sintonia pois também publiquei uma receita de couscous vegetariano.

Bjs.

laila disse...

humm gostei desse prato...realmente adequar nossos pratos aos cardápios q esses medicos mandam é um tanto dificil...sempre fico em duvida, espio, coloco mais uma, tiro outra...e assim vamos...

bjs

Ana Elisa disse...

Elvira,
Hahahah! Calma, que a receita era para 4 porções, daí os 400g!! Imagina, eu costumava fazer 1/2 xíc. para duas pessoas, o que já é um monte!!! É, eu vi... aquele couscous está com uma cara booooa...

Laila,
Tô me matando aqui... AS colheres-medida estão em pleno uso!!

Beijos.

Fernanda disse...

Oi Ana, só para dizer que adoro seu blog e me identifico muito com ele.

Sou arquiteta, descendente de italianos e comecei a adotar uma alimentação mais saudável e vegetariana (pq eu amo os bichinhos) há 3 anos. Adoro seus textos, suas receitas deliciosas que nem sempre dão certo e acabam se transformando numa confusão, exatamente como nas casas dos mais simples mortais.
Parabéns e continua porque o blog é bem bacana.

Um beijo grande e boa sorte na dieta (tenho o mesmíssimo problema de abusar dos carboidratos por cortar na carne!).

P.S.:Passei no *an egg* e seu trabalho é ótimo.

Ivette Raymunda disse...

Oi Ana,

Eu desistí de ir para uma nutri qdo uma amiga me contou que uma delas tinha dito que o máximo de manteiga a passar em uma fatia de pão é uma colher de chá!! Isso ahi não rola de jeito nenhum ... já pensou? para mim, podem cortar até a carne, mas tirar a manteiga e o queijo da minha vida ... isso não!.

Uma obs.: já faz uns 2 ou 3 dias que qdo quero entrar no seu blog, aparece apenas uns diretórios (que imagino sejam seus) é pq eu entrei bem na hora que vc estava editando o site, ou pq está havendo algúm problema?

Abraços

Iv.

Glau disse...

Vc acredita que nunca comi couscous? eu sempre vejo no supermercado, fico pensando em comprar, mas no final acabo desistindo!

Do jeitinho que vc parece ser determinada logo, logo chegará no seu peso e corpitcho ideal!

Bjos, Glau

carladuc disse...

Couscous marroquino é ótimo, super versátil. Adoro. Eu preparei pela primeira vez esse ano e fiz uma salada com ele, com alguns vegetais e queijo feta. Fica muito bom e já passou a fazer parte do nosso cardápio. :)

Gosto também que ele é muito fácil de fazer. Se alguém se interessar a receita da salada está publicada.

Eu ainda não tentei o couscous como prato quente, mas certamente o farei. A foto do seu prato está com uma aparência ótima! Nham. :)

Abraço,

Ana Elisa disse...

Fernanda,
Muito obrigada pelos elogios ao blog e ao meu trampo! Fico tão feliz... Tento ser sincera nos meus relatos, pois eu não sei tudo e nem quero fingir que sei. Se meus amigos achassem que acerto sempre, aí sim que eles perderiam a coragem de ir para a cozinha... Quanto aos carbs, meu marido que ri da minha cara: "quero ver italiana sem comer macarrão..." Pode?

Ivette,
O pior de tudo é que a nutri disse: "o que a gente vai cortar é os ´inhos´: a manteguinha, o docinho, etc." De fato, me dei conta de que o que provavelmente me fez engordar foi o olhômetro meio gordo para a manteiga no risotto, o azeitezinho na refoga ou na salada. Como eu estava abusando sem precisar! Tanto que a nutri pediu para não usar mais de 2colh.(chá) de azeite para refoga, e, para falar a verdade, ando usando uma só, porque basta e já recobre todos os vegetais. Antes usava umas 2 de sopa!!!!
O problema que vc mencionou é porque estava mudando de provedor. Acho que agora já resolveu.

Glau,
acho couscous uma das coisas mais versáteis da cozinha! Pode comer frio, pode comer quente, pode acompanhar o que diabos você quiser, pode rechear coisas, até receita doce eu já vi. Experimenta!!

Carla,
eu quase sempre faço ele quente mesmo, pois me satisfaz mais. Tão bom...

Beijos.

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails