domingo, 22 de junho de 2008

Bolo de limão siciliano e mirtilos: parabéns para mamãe!


Certo dia minha mãe me telefonou com a pergunta: "Ana, o que é mirtilo?"

"É uma fruta mãe. Blueberry."
"Aaaaaah... Tem chá disso?"
"Acho que tem, mãe. Já vi dessas marcas tchanchantrans."

Pausa.

"Por quê, mãe?"
"Ah, sonhei que me diziam que eu tinha de tomar chá de mirtilo."

Bizarrices à parte, desde então minha mãe passou a comprar o tal chá de mirtilo, e potes da fruta congelada, uma vez que as frescas são excessivamente caras. Foi mera coincidência termos descoberto, logo em seguida, que a danada da fruta é considerada um (detesto o termo) "super-alimento", por causa da quantidade vasta de vitaminas e nutrientes e por conter antioxidantes.

Mas chega disso, pois detesto todo esse aspecto científico-nutricional que tira o gosto da comida e transforma tudo em remédio.

De qualquer forma, foi por conta desse episódio que, no aniversário de minha mãe, achei apropriadíssimo preparar-lhe um bolo de limão e mirtilos, extraído do livro Sky High. No entanto, a ausência de uma terceira forma e a presença de poucas bocas para devorar o bolo mais uma vez me obrigaram a adaptar a receita para apenas duas camadas. E, desta vez, foi de fato adaptado, e não apenas diminuída respeitando as proporções, já que a quantidade de ovos era um diabo de um número primo, e a autora usava extrato de limão. Nunca encontrei extratos naturais no supermercado, e como não queria que o bolo de minha mãe tivesse gosto de detergente de limão, usei suco na quantidade que me pareceu mais interessante.

O bolo resultou numa massa incrivelmente perfumada de limão, macia, com desenhos lilazes ressindindo ligeiramente aos mirtilos (infelizmente aquela batelada dos congelados não estava lá essas coisas). A geléia no centro talvez eu cozinhasse menos numa próxima vez, para que ficasse um pouco mais líquida, mas seu sabor ficou doce na medida e um tantinho ácido, por conta do suco de limão que usara para diluí-la antes de expalhá-la sobre o bolo. O buttercream de limão, no entanto, como eu temia, achei um pouco pesado. Mas é uma questão de gosto, pois nunca fui (nem o pessoal de casa) muito fã de buttercream. Sou uma garota mais glacê ou ganache, quando muito uma cobertura de chantilly. Acho que o bolo ganharia uma nota a mais com uma cobertura de chocolate branco aromatizada com limão no lugar do creme de manteiga.

A alegria extra é devida ao fato de minhas habilidades bolísticas estarem melhorando, e fiquei realmente orgulhosa pela aplicação da cobertura. A dica crucial do livro, usada para melhorar o visual do bolo, foi banhar a espátula em água fervendo e secá-la rapidamente, passando-a sobre a superfície da cobertura, que derrete ligeiramente, tornando-se lisa, uniforme e brilhante. Com certeza o bolo mais bonito que já fiz, considerando que faço muito poucos bolos com cobertura.

Para quem gosta de buttercream, fica a receita. Acredito que, num dia de pressa, o recheio possa ser substituído por boa geléia de mirtilos comprada, apenas misturada a um pouco de suco de limão e uma pitadinha de gengibre em pó.


BOLO DE LIMÃO SICILIANO E MIRTILOS

(Ligeiramente adaptado do livro Sky High)
Tempo de preparo: afe! Uma manhã inteira.
Rendimento: 8-16 pedaços dependendo da gula


Ingredientes:

(bolos)
  • 150g de manteiga em temperatura ambiente
  • 1 1/2 xíc. de açúcar cristal orgânico
  • casca ralada de 1 limão siciliano
  • 3 colh. (sopa) de suco de limão siciliano
  • 5 claras de ovo
  • 2 xíc. de farinha de trigo
  • 2 1/2 colh. (chá) de fermento químico em pó
  • 1/3 colh. (chá) de sal
  • 3/4 xíc. + 1 colh. (sopa) de leite
(recheio)
  • 1 1/2 xíc. de mirtilos frescos ou congelados
  • 1/4 xíc. + 2 colh. (sopa) de açúcar cristal orgânico
  • 1 colh. (sopa) de suco de limão siciliano
  • casca ralada de 1/2 limão siciliano
  • 1/2 colh. (chá) de gengibre fresco ralado
(cobertura)
  • 2/3 xíc. de açúcar cristal orgânico
  • 1/6 xíc. de água
  • 1 ovo + 1 gema
  • 225g de manteiga sem sal em temperatura ambiente
  • 1 1/2 colh. (sopa) de suco de limão siciliano
Preparo:
  1. Coloque as frutas, o açúcar, o suco de limão e o gengibre em uma panela de fundo grosso de inox e leve ao fogo médio, levando à fervura, mexendo freqüentemente para dissolver o açúcar. Continue cozinhando por 15 a 20 minutos, até que engrosse e reduza a 1/2 xíc. Mexa sempre, para que não queime. Retire do fogo e deixe esfriar.
  2. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte com manteiga duas formas redondas de 20cm. Forre os fundos com papel manteiga e unte novamente.
  3. Em uma batedeira, bata a manteiga, o açúcar, a casca de limão e o suco até que fique leve e fofo (lembre-se de ir aumentando a velocidade da batedeira aos poucos, e deixar bem uns 10 minutos até ficar bem fofo, pois a manteiga batida muito rápido pode talhar quando os ovos forem acrescentados).
  4. Junte as claras, duas por vez, batendo bem a cada adição.
  5. Peneire a farinha, o sal e o fermento e junte-os à mistura, em 3 vezes, alternando com o leite e deixando misturar bem antes do próximo acréscimo. Bata em velocidade média-alta por 1 minutos, até que fique bem homogêneo.
  6. Separe 1/2 xíc. da massa em uma xícara. Divida o restante entre as formas, alisando a superfície com uma espátula. Junte 1 1/2 colh. (sopa) da geléia de mirtilo à massa reservada e misture bem, até que fique homogêneo. Espalhe essa massa roxa às colheradas sobre os bolos e, com um palito ou a ponta de uma faca, faça desenhos, sem misturar completamente as duas massas.
  7. Leve ao forno por 20 minutos, na grade central, ou até que um palito saia limpo e o bolo comece a se desprender das laterais das formas. Deixe esfriar nas formas por cerca de 10 minutos, então desenforme, retire o papel das bases com cuidado e deixe que esfriem sobre grades por no mínimo 1 hora.
  8. Para a cobertura, leve a água e o açúcar à fervura em uma panelinha sobre fogo médio. Deixe fervendo sem mexer, até que forme um xarope grosso mas ainda claro (115ºC no termômetro para doces). Retire do fogo.
  9. Na batedeira, bata os ovos ligeiramente. Com a máquina ligada, tomando cuidado para não atingir a pá, despeje o xarope ainda quente em um fio constante. Quando todo o xarope tiver sido absorvido, aumente a velocidade para médio-alta e bata por 15 a 20 minutos, até que a mistura esteja leve, fofa e em temperatura ambiente.
  10. Reduza a velocidade para médio-baixa e adicione a manteiga amolecida em 2 ou 3 vezes, batendo bem entre adições. Junte o suco de limão e misture bem.
  11. Coloque o primeiro bolo em um prato, de ponta cabeça. Com um pincel, retire migalhas soltas. Se a geléia estiver muito firme, dilua-a com uma colher de água ou suco de limão, e espalhe-a sobre o bolo, deixando 0,5cm de borda. Posicione o segundo bolo, base para baixo, e coloque um pouco de cobertura em cima, no centro, Vá puxando para fora com a espátula, até as bordas, e depois para baixo, passando a espátula em torno, sempre no mesmo sentido. Quando todo o bolo estiver com uma cobertura fina, leve o bolo à geladeira por meia hora. Então comece tudo de novo, com mais cobertura, até que todo ele esteja uniformemente coberto. Reserve um pouco de cobertura para aplicar com o bico de confeiteiro, se quiser decorá-lo. O bolo pronto precisa ser mantido na geladeira até a hora de servir.

25 comentários:

Rogério disse...

Mas que lindo esse bolo!
Sobre buttercream sou suspeito..gosto prá caramba.
Parabéns
Rogério

Gourmandise disse...

Sonho engraçado! Vai ver era um sinal...
Gostei da decoração: simples e elegante. Minha mãe não gosta de pasta americana. Da última vez que fiz um bolo para ela (bodas): lindo, né. Pena que o sabor é estranho (se referindo à pasta americana).

bjo,
Nina.

Laurinha disse...

Vivas pra mamãe e para você! Ficou lindo, delicado, parabéns!
Beijinhos

Anônimo disse...

hummmm, deu vontade tanto de comer qto de fazer tbém! Parabéns! O seu bolo ficou lindo!!!!

Giuliana disse...

Ana, o bolo estava ótimo!!! Mesmo não sendo muito fã da cobertura, ficou tudo muito bom e só tem mais um pedacinho na geladeira...acho que acabaremos com ele hoje! Continue fazendo essas delícias sempre, ok?

Ah, se eu sonhar com pudim de leite ele também aparece lá em casa? hehehe, bjos, Giu.

Patricia Scarpin disse...

É um dos bolos mais bonitos do livro e você o reproduziu lindamente!

Flávia disse...

Olá Ana!
Descobri seu blog procurando pela internet alguém que soubesse como cozinhar uma massa de forma correta. Minha família paterna é italiana, mas quando descobri minha paixão pela culinária já não havia mais como aprender com a Nonna...
Adorei o "La Cucinetta" e me identifiquei bastante com o seu perfil. Sou veterinária, tenho 28 anos e há alguns meses percebi que o que mais gosto de fazer nas minhas horas de folga é cozinhar!
É um prazer conseguir confeccionar receitas que dão certo e um desafio tentar adaptar aquelas mais encrencadas... Adoro quando meu noivo saboreia "com gosto" as minhas criações!
Me caso em novembro e já estou fazendo planos para uma cozinha super equipada!!!
Ainda não tomei coragem pra expor as minhas aventuras culinárias em um blog. Tenho que me habituar a fotografar as receitas e estou super enrolada com os preparativos do casório e com uma tese de mestrado que tem que ser defendida antes que eu fique maluca!
Saiba que ganhou uma admiradora!
Bjs,
Flávia.

Ágatha disse...

Olá Ana!! smepre acompanho o seu blog, já cheguei a deixar uns coments, mas eles sumiram... Recomendei o seu blog no meu, pois gosto mt das receitas e o jeito que vc descreve as sua aventuras na cozinha!
Sucesso!
Bjs
ÁGATHA

Fer Ayer disse...

Olha Ana...ficou bonito mais uma vez...apesar que aquele que você fez de chocolate chamou mais atenção por eu ser choco-dependente...risos. Fico até amuada quando vejo você fazer as receitas com mirtilos e tal porque por aqui não acho nada disso para comprar (não achava em Recife que era grande, imagina interior de SP), mas uma hora volto lá no Mercadão agora que estou pertinho e compro um monte.,..risos.
Beijos

Demas disse...

Hummmmmmmmmm.
Adoro blueberries.
E esse bolo parece
ter ficado de-li-ci-o-so!
Mãe merece, né?
Abração.

PS: Não sabia dessa história
do super-alimento

Dricka disse...

Ana eu nunca fiz nada com buttercream por preconceito, só de ler os ingredientes acho que fica muito pesado.Mas olha só! eu amo lamber a espátula depois de bater os ovos com a margarina e o açucar qdo bato bolo.

Ana Elisa disse...

Rogério,
Se você gosta de buttercream, vc vai lamber os beiços com esse. Vou dizer que a cor me desestimulou um pouco (o buttercream do livro era bem branquinho, por conta da qualidade da manteiga). Por causa da nossa manteiga amarela (e pelo fato de eu ter usado uma gema a mais), a cobertura ficou muito COM CARA de manteiga, o que aumenta a sensação de estar entupindo suas artérias a cada garfada. Não que eu me preocupe com isso... hehehe...

Nina,
A gente também acha que era um sinal... hehehe... A decoração foi tipo "vamos ver o que dá prá fazer com essa colherinha de buttercream que sobrou na tigela..." Nunca fiz nada com pasta americana. Preciso tentar ainda...

Laurinha,
muito obrigada! Mamãe tbm agradece!

"Anônimo",
Faça e coma, pois ficou beeem gostoso. E assine, da próxima vez, para eu saber com quem estou falando! ;)

Giu,
Que bom que vc e a mamãe gostaram. Eu adorei fazê-lo e estou louca para o próximo aniversário (ops, é o meu), para preparar mais um!

Patrícia,
vindo esse elogio de você (que faz coisas lindas) fico até encabulada! Obrigada!

Flávia,
Uau! Muito obrigada! Que bom que gostou do blog! Uma das coisas que mais tenho gostado dessa coisa de blog é conhecer mais gente que tenha o mesmo prazer na cozinha, os mesmos princípios. Continue aparecendo por aqui.

Ágatha,
sabe que fui fuçar para ver se achava seus comentários (recebo-os por e-mail, então mesmo se eu tivesse apagado, eles ainda estariam na minha caixa) e não achei nenhum! Deve ter dado algum erro! Que bom que você está gostando! Continue aparecendo por aqui!!

Fer,
pois é, quis variar um pouco, pois andava muito viciada em bolos de chocolate, principalmente depois da empreitada Pierre Hermé. Bluberries são difíceis de se achar mesmo, e as frescas, quando se acham, são caríssimas. Quando achar das congeladas, compre várias bandejinhas e mete no freezer, prá ter sempre!

Demas,
também gosto um bocado. Pena que as congeladas nem sempre estão doces (se bem que minha tia, de L.A., me disse que nem as frescas são garantidas).Essa história da fruta ser toda mega-nutritiva (e toda a fruta não é???)eu vi na (Argh...) Oprah, quando ela estava falando de boas comidas para mulheres. É, se estiver falando de comida, até Oprah eu assisto. Ó o nível do vício...

Dricka,
eu também ficava enjoada só de ler a receita. Mas não ficou ruim. Ficou bem gostoso. Mas pesado para mim. Realmente não sou fã de buttercream. Mas sou menos fã ainda de margarina. Detesto a textura e o gosto metálico que fica na boca. Larga a margarina, mulher, e usa manteiga mesmo!! (Tô te enchendo, cada um come o que quer e eu não tenho nada com isso! Não fique brava comigo!)
:)

Beijos!

Mirella disse...

Oi Ana,
Sempre passo por aqui e adoro seu blog.
Vc já viu o filme "Um beijo roubado (My Blueberry Nights)"? A protagonista (Norah Jones), no começo do filme sempre come um pedaço de torta de Blueberry enquanto desabafa com o dono do restaurante. Quando li essas postagens suas sobre Blueberrys não pude deixar de lembrar do filme.

Bjos,
Mirella.

Giuliana disse...

Como assim o PRÓXIMO aniversário é o seu??? não esqueceu nada não? Pensa bem, isso... SIM, O MEU ANIVERSÁRIO É ANTES DO SEU!!!

Danielle disse...

Oi Ana...

Vc está ficando especialista em decorar bolos não??? Realmente ficou lindo... em especial a foto do bolo com os desenhos...

Nunca comi buttercream, mas acho meio pesado só de ver a receita (mas imagino que deve ser imensamente mais saboroso do que a pasta americana, não??).

Vou ficar atenta para ver se encontro blueberries para testar esse bolo e os muffins. :)

Ahhh... adorei ver fotos novas do Gnocchi! :))

Bjos

Danny

Andreia T. Farias Britez disse...

Lindo bolo, Ana! MAs confesso que seu problema com buttercream é o meu com blueberry!! Tudo bem, devo confessar que minhas experiências com essa frutinha se limitam ao muffin da Starbucks, mas não sou muito fã não!! Mas fiquei desejando a massa com aquele gostinho de limão, bem quentinho, pra tomar com um chá preto à tarde... hummmm...

l. disse...

Um blog de lamber a tela. Obrigado por salvar um cozinheiro iniciante da dúvida sobre lights, doubles e heavy cream. Voltarei mais vezes e como sempre digo: "Pasta basta!" l.

Dricka disse...

RSRSRSRS
Ana eu realmente uso a manteiga, usava antes só pro pão agora uso pra tudo, mas me habituei tanto a falar margarina que nem tinha reparado que troquei as bolas.E vc não é chata nada, um primo meu trabalhou uma época em uma dessas industrias que produzem margarina e o descrição que ele nos dava não era nada apetitosa.E além do mais a manteiga é natural, e a margarina um verdadeiro resultado quimico.
bjo pra vc tb

Michel disse...

Além das fotos estarem lindas o bolo realmente é de babar.
Parabéns.

Clarissa Fondevila disse...

Oi Ana,
Hoje é meu aniversário... Manda esse bolo pra cá, vai...? :0)

Manu disse...

Aaaaiiiinnn!!!
Faz um pra mim???
Meu aniversário tá chegando: 18 de julho!!!

Hehehehehe!!!
A-M-E-I, tá com uma cara toda boaaa....
Bjoooo
=)))

Andreia T. Farias Britez disse...

Oi Ana,
Tô precisando de um help! VocÊ tem alguma receita de gnocchi que seja infalível!! Eu tenho várias mas tem umas que não dão o ponto ou ficam com gosto forte de farinha! Já abusando, como você é uma italiana bem ativa, você podia fazer um "festival de massas caseiras", dando dicas pra gente fazer macarrão em casa! Acho massa caseira uma delícia mas morro de medo de fazer. O único que me atrevi até hoje foi o danado do gnocchi e ele nem sempre dá certo!! Fica a sugestão (tudo bem que não tem nada a ver com o tópico)! Beijão!!

Ana Elisa disse...

Giu,
OOOOOOOOOOPS... Descuuuuuuulpa!Esqueci completamente! Que feio!!! Vai ter bolinho prá vc também... (Vergonha...)

Danny,
Sinceramente, se não encontrar os blueberries, substitua por qualquer outra fruta vermelha. Não vai ficar igual, mas acho que vai ficar muito bom. O bolo mesmo, enquanto eu fazia, pensei em prepará-lo com morangos ao invés dos mirtilos. Geléia de morango num bolo de limão siciliano acho que ficaria BEM gostoso. E dá prá aproveitar que agora é época, não?
Quanto ao buttercream, ele é um pouco pesado: você SENTE o gosto da manteiga. Mas, é questão de paladar. Tem gente que adora. Eu arrisquei, mesmo sabendo que não era minha praia, pois lembrei que só comi coberturas amanteigadas de bolo de padaria, que são uma nojeira (a maioria usa gordura hidrogenada, que é mais barato que manteiga).

Andreia,
gosto não se discute, não? Mas fiquei com vontade de preparar de novo o bolo e testar outros recheios, ou mesmo marmorizá-lo com chocolate... Ele sozinho já era bem gostoso.

L.,
Muito obrigada! Volte sempre!!

Dricka,
Aaaaaaah, tá. É, eu também sabia que margarina é refugo industrial, mas achei melhor não falar nada. Hehehe...

Michel,
Obrigada!! Faça-o. Vc não vai se arrepender... Estava de lamber os beiços...

Clarissa,
parabéns atrasado! Serve a foto do bolo? hehehe...

Manu,
parabéns adiantado! Tenta fazer o bolo pro seu aniversário! Ele não é difícil não...

Andreia,
vixe, mulher... Você encontrou meu calcanhar de aquiles. Minha avó me ensinou uma receita bem daquelas de vó, tudo no olho, então uso "sempre" a do livro Fundamentos da Cozinha Italiana Clássica, da Marcella Hazan. Mas vou te dizer que os meus nunca saíram perfeitos. A não ser UMA vez, quando eu ainda morava com meus pais. Acho que no que diz respeito a gnocchi, nenhuma receita é infalível, pois elas nunca são exatas, e exigem sim a experiência do cozinheiro... :)
Mas, se quiser, me mande um E-MAIL, e eu te envio a receita.

Beijos!

Mariana disse...

Olá, Ana!
Trocadilhos à parte (ou não), achei seu blog delicioso.

Se você não se incomoda, gostaria de mandar aqui um dica de outro blog de culinária que eu gosto muito e não sei se você conhece: http://swirlandscramble.blogspot.com/

E não, não é merchan. Só uma dica amiga, mesmo. :)

No aguardo por suas novas aventuras gastronômicas!

Ana Elisa disse...

Mariana,
obrigada pela dica! Parece muito legal. Não tem jeito, todo mês eu saio fazendo a rapa nos meus "favoritos": quem fica mais de um mês sem atualizar, é apagado. Aí eu começo a fuçar na net, acho um monte de outros sites legais, e pronto: 150 favoritos de novo... ai, ai, ai...

beijos!

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails