sábado, 9 de fevereiro de 2008

Sweeny Todd e as tortas de carne com as quais nunca terei de me preocupar

Eu adoro o Tim Burton. Talvez seja meu passado pseudo-gótico que permanece mais enraizado do que eu gostaria de confessar. Adoro as histórias que ele escolhe filmar, adoro sua direção de arte, seu senso de humor bizarro, e seu talento para encontrar as pessoas perfeitas para seus papéis. Quando a parceria é com Johnny Depp, então, eu sou a primeira a comprar pipoca e esperar ansiosamente na fila do cinema. (Hmmm... pipoca...)

Ontem fui assistir ao filme Sweeny Todd. É claro. Não era tudo o que eu esperava, porque não é por ser fã que abdico de meu senso crítico. Mas adorei (como sempre) sua luz, sua cores (ou falta delas), a representação teatral, os ângulos de câmera, as roupas. Para um musical, as canções deixam a desejar. Já se foi o tempo de My Fair Lady. E Sasha Baron Cohen com certeza me impressionou mostrando que é mais do que um comediante sem um pingo de vergonha.

Agora, vocês me perguntam, por que demônios estou falando de cinema aqui?

Porque toda a história das "Meat Pies" me fez pensar... Acho que se existe uma vantagem em não consumir carne é que você nunca comerá uma torta de abobrinhas que tenha sido prévia e inadvertidamente um gato ou um ser humano. A não ser em outra vida. Mas se um ser humano renasceu como uma abobrinha, ele provavelmente fez por merecer ser comido de qualquer forma.

3 comentários:

Flávia J. F. Solís disse...

Hm! Também gosto de Tim Burton e quero assistir Sweeny Todd. Quanto à carne, bom... tenho que assistir o filme, mas pelo jeito ando correndo esse risco.

yaralucas disse...

Oi! Também assisti Sweeny Todd, fui ontem. Adoro Tim Burton :o) mas concordo com você, algumas coisas deixaram a desejar. Achei que tinha muito sangue, ficou uma coisa meio Jason, iéct. Mas a música das tortas ficou engraçada, quem vai querer uma de juiz? Eu não, hahaha. Beijos pra você, é muito bom vir aqui te visitar, viu?

ali ckel disse...

Estava vendo seus últimos posts no meu reader, quando leio de relance "torta de carne"... Imediatamente, lembrei do filme e do pequeno trauma que me deixou no fim da tarde da ontem (tive de me esforçar para ingerir algum tipo de carne). Só quando li novamente o título do post com calma que me dei conta de que era exatamente sobre o filme.

Concordo com os comentários sobre o filme. Achei tudo muito bom, excelentes o figurino, a janela do sótão com Londres e suas chaminés esfumaçando, a atuação de Johnny Depp, enfim. Só deixaram a desejar as canções, de forma geral. Não aguentava mais ouvir "Johanna... Johanna...". A música da torta, por outro lado, ficou bem legal!

Um abraço!

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails