segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Iêeeeei! Livro novo!

A despeito do fato de ela estar perdendo um pouco a noção das coisas, usando suco de limão em garrafinha e ganhando peso como um lutador de sumô, continuo gostando de Nigella. Seus programas de tv andam caindo numa breguice sem fim, e ela com certeza explora mais a imagem dos filhos do que deveria. Mas, ainda assim, suas receitas dão certo. Sempre. Já preparei pratos salgados seus muito mais saborosos do que outros de Jamie Oliver e afins, e suas panquecas já bateram as panquecas de um de meus livros favoritos, o Professional Baking, e são quase obrigatórias em minhas manhãs de domingo.

Por esse motivo mesmo ignorei completamente as críticas encontradas na Amazon, dizendo que ele continha poucas receitas 100% vegetarianas, e, tendo encontrado a versão inglesa do livro na Cultura (original, no sistema métrico), não resisti. Comprei o livro. Mesmo detestando a temporada de TV com mesmo nome, em que ela é aparentemente instruída pelo diretor a falar mais devagar e gesticular de forma pouco natural, como se para tentar ganhar o público americano (tanto que, vendo seu novo programa, Nigella Express, ainda sem data de estréia no Brasil, ela "volta ao normal", falando rápido e agindo mais naturalmente).

Tendo folheado o livro rapidamente, já encontrei muitos itens que me deixaram com vontade de correr para a cozinha. E tendo já preparado uma versão vegetariana de seu chilli e uma adaptação ligeira de seu quadruple chocolate cake, acredito que há muitas coisas boas por vir.

13 comentários:

Letrícia disse...

Iêeeeei digo eu ;-) Não vejo a hora de ver aqui as suas experiências com as receitas da Nigella.

Beijos!

raquel disse...

Oi Ana,
Nada a ver com o post...mas qual é a sua balança de cozinha mesmo? Não lembro mais em que post vc a mencionou...algo sobre ser digital e com precisão de 1 g?
Onde a comprou?
Abraço!

Ana Elisa disse...

Raquel,

é uma digital da Black & Decker, que ganhei da minha irmã. Que eu saiba ela comprou no Ponto Frio. Mas existem outras boas marcas também. O importante é ter a tal da precisão de 1g, pois quando se lida com coisas como fermento, 1g faz diferença.

Abraços!

Danielle disse...

Oi Ana,

Parabéns pelo livro novo! Gosto da Nigella, mas às vezes acho que ela usa muita gordura nas preparações... Bom, mas passei por aqui para lhe fazer uma pergunta: por acaso você sabe me dizer onde posso encontrar Amarena (um tipo de cereja italiana - que acredito que você conheça bem! :) ) aqui em São Paulo??

Muito obrigada

Bjos

Danny

Ana Elisa disse...

Oi, Danielle.
Acredito que em casas que trabalham com importações, como o Santa Luzia ou Empório Santa Maria (esse acho que até com mais certeza) tenham. No Sta. Luzia já encontrei até as cerejas Morello. Mas são caaaaaaras...

Abraços!

Danielle disse...

Oi Ana...

Muito obrigada, vou tentar procurar lá (empório Sta Luzia)então!

Bjos

laila disse...

apesar das nogentices as receitas são incontestaveis!! adoro! bjos

Dani disse...

Oi, Ana!

Meo Deos! A Nigella tá desse tamanho todo como aparece na capa do livro? Bom... ela tá gordinha, mas continua linda e as receitas com chocolate (minhas preferidas) são tudo de bom!

Mais uma coisa: Testei a torta coringa da sua mãe, tirei foto e postei no meu blog com link da receita pra cá, tudo bem?

Beijo!

Fer Ayer disse...

Realmente as panquecas dela são quase obrigatórias aqui em casa tb...já fiz 3 versões de uma receita dela do programa de verão e o povo não se cansa de comer.
Quanto ao fato dela etar quase adquirindo o peso de um litador de sum^}o...estou indo para o mesmo caminho...hahaha...então não posso jogar pedras...brincadeirinha...sou um pouquinho mais magra)
Beijos

Ana Elisa disse...

Vixe, ela já está bem maior do que isso. Baixei seu programa novo (Nigella Express) e fiquei em choque com o triplo queixo da moça. O pior são as blusas estrategicamente alfinetadas para tentar dar-lhe ainda alguma cintura. Muito triste, considerando que ela era minha musa do "come de tudo e continua linda".
Adoro manteiga, mas um alfacinho vai bem de vez em quando para compensar os cupcakes, não?!

Dani, fico feliz que tenha gostado da torta!

Beijos!

Márcia disse...

Ai, Ana, a Nigella tb era minha musa come-de-tudo-e-não-engorda...
Mas se até ela engordou, não quero nem pensar o q será de mim...
Tô doida pelas receitinhas, postas em prática com suas mexidas.
Bjos.

Anônimo disse...

Oi Ana, parabens pelo blog!
Eu ganhei este livro da Nigella, mas a versão americana, em que os ingredientes são medidos em colheres ou xícaras. Como não sou muito experiente e gosto de seguir as receitas nos míiiiinimos detalhes, fico sempre na dúvida se estou medindo certinho, apesar de ter as xícaras medidoras. A farinha de trigo mesmo, cada vez que peso uma xícara, tenho resultados diferentes
(entre 120 e 150 gr). Você saberia me dizer quantos gr de farinha tem uma xícara de 240 ml? Super obrigada, Anne

Adriana Jordão disse...

Ana,
Descobri seu blog por acaso ao procurar coisas sobre a Nigella. Já vi que ficarei tão interessada por aqui como no programa dela. Inclusive, já estreeiou o Express aqui! Achei bem interessantes suas colocações sobre ela. Acredito que ela exerça um facínio de como ela prepara tudo rápido, aparentemente gostoso - testei pouquíssimas coisas - e está sempre disposta a cozinhar mais e mais e com aquele glamour fake da TV - o q. não ocorre com o Jamie e com Gordon.
Eu gosto da cozinha só de vez em quando, pra receber amigos ou família. O dia a dia é muito chato!Meu hobby é outro. Quando tiver tempo, visite meu blog e vc saberá!
Agora vou conhecer um pouco mais do seu talento culinário. Um beijo e prazer!

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails