segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Sorvete de Pitanga

Adoro pitangas. Mas não tenho uma pitangueira em casa [*suspiro*] nem qualquer espécie de fonte de pitangas frescas em qualquer lugar a não ser uma arvorezinha mirrada perto do clube que costuma ser assaltada por pássaros e mendigos antes que eu possa chegar perto dela. Por isso, quando tive vontade de preparar o sorvete, precisei apelar para o suco concentrado.

Comecei pela mesma fórmula do sorvete de caju (que é bastante doce), mas o gosto do leite condensado sobressaía demais. Mais um pouco do suco azedinho. Neh... ainda não. No fim das contas, acabei usando o vidro todo de suco, até que o sorvete ficasse doce mas com o sabor pronunciado das pitangas e um refrescante azedinho no final. Não sei nem se é preciso uma sorveteira para fazê-lo, pois minha avó costumava fazer sorvete de limão da mesma forma, apenas batendo tudo no liqüidificador e levando ao congelador.

SORVETE DE PITANGA
Tempo de preparo: 5 minutos (mais o tempo para gelar)
Rendimento: 1,5l


Ingredientes:
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 xíc. de leite integral
  • 2 1/4 xíc. de suco concentrado de pitanga (sem açúcar)

Preparo:
  1. Bata tudo no liqüidificador e leve à sorveteira, seguindo as instruções do fabricante. Difícil, não?
Falando em sorvete, ontem fui à Vipiteno tomar o famosíssimo sorvete de pistache. De fato, excelente. Mas os outros sabores que experimentei não me animam a sair de casa e ir até o Itaim só para tomar sorvete. Fico por aqui mesmo, com os caseiros e, ocasionalmente, um bom Häagen-Dazs. Fora que achei muito pouco esperto da parte deles não ter um banquinho do lado de fora. Estava com o cão e o Allex teve de entrar sozinho para pegar o sorvete, que tivemos de tomar de pé, no meio da rua.

13 comentários:

Aninha disse...

Ai ai Ana...
Pitanga é uma das minhas frutas preferidas, tem gosto de infância...
Então, será que você poderia dar uma mãozinha à sua amiga?!
Ensina como ela pode fazer essa delícia sem ter uma sorveteira em casa, usando apenas o liquidificador.
Seria possível?!
Espero ansiosa pela resposta. ;)

Bjão.
Aninha

P.S. Ah, parta do princípio de que a moça aqui, nunca, sequer, jamais, ousou fazer sorvete caseiro, ok?!

Ana Elisa disse...

Oi, Aninha.
É o seguinte: quando eu era criança, minha avó costumava fazer sorvete de limão, abacaxi ou manga batendo no liquidificador 1 lata de leite condensado mais a fruta pretendida. A única indicação que ela me deu foi "deixa no congelador até pegar consistência de sorvete de massa". Eu nunca fiz, é questão de tentar. A quantidade de açúcar do leite condensado provavelmente não deixa o sorvete virar uma pedra. Na dúvida, você pode tirá-lo de 1 em 1 hora do freezer e bater com um fouet para quebrar cristais de gelo, umas 4 vezes. Era como eu fazia antes da sorveteira.

Boa sorte! Beijos!

Fer Ayer disse...

Aproveitando o post sobre sorvete. Eu comprei a sorveteira, mas todas as receitas do manual dela usam chantilly..É isso mesmo? Todo sorvete cremoso precisa deste ingrediente? Queria fazer um sorvete saboroso, tipo chocolate ou creme mas que fosse mais natural...e as receitas em inglês que vi em livros pedem vários tipos de creme que não sei a tradução. Alguma dica?

Ana Elisa disse...

Oi, fer.
Chantilly é natural, se você bater em casa. É só creme de leite fresco com açúcar. Nunca, NUNCA use o de spray. Há algumas receitas de sorvete que usam o creme batido para dar corpo e cremosidade ao sorvete, o mesmo que você faria com um mousse, por exemplo. Os gelati à base de ovos, tradicionais, entretanto, costumam se valer do fato de não ter ingredientes com muito ar incorporado (como é o caso do chantilly), tornando-os mais densos e cremosos e menos aerados. Acho que é questão de você testar a receita. Aqui no blog tem uma de sorvete de chocolate que você com certeza vai gostar: ele ficou ótimo mesmo sem a sorveteira:http://lacucinetta.blogspot.com/2006/09/
gelato-de-chocolate-o-sucesso.html.

Quais cremes estão atrapalhando sua vida?? Quem sabe eu posso ajudá-la...

Abraços!

Aninha disse...

Ana,

Muito Obrigada pela dica.
Espero em breve colocá-la em prática.
O resultado você confere no Receita.
Aguarde.

Bjos.

Leandro disse...

Que marca é a sua sorveteira?
Eu tava falando de comprar uma daquelas do shoptime ainda ontem!

laila disse...

ficou com um lindo aspecto!sempre faço com acerolas q tenho no quintal mas de pitanga deve ficar uma delciia! adorei! bjos

Márcia disse...

Ana, eu PRECISO parar de vir aqui... Cada dia vc me tenta com uma coisa, mulher... Assim não dá!
kkkkkkkkkk
Eu não gosto muito de pitanga, por traumas de infância. Mas creio que esse sorvete com acerolas tb deve ficar tudo! Ah, e o que foi aquele pãozinho francês, hein? Babei, pra variar...
Bjos.

Paula Amanda disse...

Oi Ana,

Se soubesse que você gostava tanto de Pitanga te manda o pé todo que tem no fundo aqui de casa (detesto pitanga)!!!!

Essa arvorezinha do quintal dá cada frutinha linda e perfeita que até experimentei, mas não consigo gostar!!!!

Dá uma olhadinha lá no meu blog pra ver o tamanho das danadas, tão linda que até coloquei como decoração do blog!!!!

Adoro vir aqui te visitar, cozinha muito confortável, cultural e divertida!!!! Quando vejo um post novo fico torcendo para que no final tenha dado tudo certo e tenha gostado da receita!!!!

Abraços,
Paula Amanda

Ana Elisa disse...

Leandro,
a minha é uma Hamilton Beach, feinha, mas que dá conta do recado e é mais barata que a da Cuisinart (sem contar menos trambolhosa). Todas são iguais: um motorzinho fuleira, um balde com aquele líquido térmico que nem caneca de cerveja, e uma pazinha de plástico. Gostei da minha porque deixo o balde no freezer o tempo todo para fazer sorvete quando quiser, e o motorzinho é minúsculo e ocupa pouco espaço na despensa. As de outras marcas são mais trambolho e ocupam um espaço que eu não teria disponível.

Laila e Márcia,
com acerola deve ficar ótimo, pois também tem o azedinho para contrabalançar o leite condensado docérrimo! Vou tentar depois!

Paula,
que inveja do seu pé de pitanga! Dá ele para mim! hehehe...

Beijos!

Fer Ayer disse...

Ana...o creme que te disse que tem nos livros em inglês que andei folheando é o double cream (que não sei se é chantilly ou o que).
Fiz o sorvete de creme com chantineve...não se mate...risos, mas tive um problema com creme de leite fresco aqui em Recife (vc pode ver no meu blog) e estava com muita vontade de estrar a sorveteira, mas estou louca para fazer um sorvete de chocolate e um de coco. Vou ver o de chocolate e se tiver alguma de coco boa me manda tá?
Beijos

Ana Elisa disse...

Fer,
dê uma olhada naquele texto meu que vc copiou para seu blog:
http://lacucinetta.blogspot.com/2007/12/
creme-de-leite-sour-cream-crme-frache.html
Double cream = creme de leite fresco.

Abraços!

Anônimo disse...

Oi Ana,
Também amo pitangas e faço um suco que o sabor serve para quebrar o galho!!!
Laranja e pimentão vermelho (sem caroço) feito na centrifuga, acho que vc vai amar!
Eu sempre tenho um pezinho de pitanga por perto, o chá da folha adoçado com mel é ótimo para febre e para garganta.
Bj,
Thatiana Bandeira

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails