quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Do creme de papaia à lavanda: comida vai, comida vem.

Quando era adolescente, não podia ir a um restaurante, do mais fuleiro ao mais pretensioso, sem encontrar no cardápio creme de papaia com cassis. Nunca fui muito fã, na verdade, mas adorava a versão em sorvete de palito feita pela Kibon na época (você sabe o que um doce é moda quando a Kibon faz sorvete dele). Depois do creme, veio a hoje infame tríade mozzarella de búfala-rúcula-tomate seco. Pizzas, sanduíches, esfihas, risottos, massas, saladas, todas as versões do que hoje acabou caindo no reino das breguices culinárias (o que não quer dizer que eu não continue adorando). Então, foi a vez do petit gâteau. O pobre bolinho (chamado carinhosa e espirituosamente por minha cunhada de "gatinho") teve vez em padarias e em versões industrializadas da Sadia. Testemunhamos uma verdadeira invasão de petits gâteaux por toda a parte, até a exaustão, com sorvete, com calda de frutas vermelhas, e até bolinhos que não mereceriam o nome, recheados de goiabada depois de prontos, ou simplesmente brownies disfarçados. Vimos histórias e mais histórias em diversas revistas a respeito da sobremesa, e o alarde foi tanto que houve até briga de chefs reivindicando a autoria.

Então o petit gâteau foi juntar-se à rúcula com tomate seco e ao creme de cassis.

Ratatouille não tem nem graça. Entrou na moda rapidinho, e despontou, de repente, no menu de muito bistrozinho.

O que ando achando de mais interessante desde que comecei o blog (e conseqüentemente comecei a ler outros), é observar esses modismos indo e vindo cada vez mais rapidamente.
Há épocas em que você vê blogs nacionais e internacionais publicando textos e mais textos a respeito de macaroons. Em especial os do Pierre Hermé. Todo mundo fala a respeito, cozinha, tira foto, discute qual versão é a melhor. De repente, pára tudo: a moda são madeleines. E vê-se as mais "inovadoras" versões, até discussões "forma de alumínio contra forma de silicone": qual é a melhor para dourá-las e formar aquela ligeira casquinha por fora?! Passou-se pela moda do chá verde (que chegou agora aqui no Brasil mas já é quase datado lá fora) e fazem-se as mais bizarras experiências com chá verde, de bombas, passando por trufas e chegando aos sorvetes. A lavanda vem juntinho, já dando as caras esporadicamente por aqui, apesar de ter também pipocado em todas as confeitarias lá de fora.

Outras modas surgiram por aqui mesmo, sem ajuda do "pessoar dos estrangeiro". Foi o caso do cupuaçu. Houve uma época que eu pularia da janela se me oferecessem mais um bombom de chocolate com cupuaçu. O açaí também teve seus áureos dias de glória, e até muita polêmica por causa daquele grupo japonês que "patenteou" a fruta. Hoje tem açaí até no livro da Heidi Swanson.

E aí? O que será que é a modinha hoje? Estou tentando pensar num prato ou ingrediente salgado que esteja já cansando nossa beleza. O que é que se vê em todo restaurante, até lanchonete de rodoviária? Qual é o ingrediente da vez que comeremos até nunca mais querermos vê-lo?

10 comentários:

Márcia disse...

Ai, Ana... aqui em recife ainda rola muito petit gateau, mas o que tem em todo canto é salmão com maracujá. Meio "demodê", até, mas tem em todo canto. E o que tb nunca some é crepe! Ô povo para amar crepe, de todo jeito, com toda invencionice possível!!!
Cada mês abre uma creperia nova, todas faezm sucesso e algums sempre têm fila na porta!
Afff...
Bjos!

Laurinha disse...

não sei....já teve:
melão com presunto cru - continu gostando,
tiramisu - continuo gostando,
strogonoff - continuo gostando,
risotto - continuo gostando,
comidas saudáveis - gosto só das gostosas,
...
enfim, os modismos nos apresentam a 'da vez', experimentamos, gostamos ou descartamos.

Tô nem aí que strogonoff é 'out', em casa, qdo tem, é sempre 'in'!!

Beijinhos,

Anônimo disse...

Ana,

1-) Em primeiro lugar, gostaria de te parabenizar pelo teu blog.
Ele é o melhor do gênero no Brasil.

2-) Comentando o teu relato de hoje: o que mais irrita não são apenas os modismos. Se a coisa pega, é porque o que há de bom nela reverbera nos corações e estômagos de todos. O problema é sua total e absoluta disseminação, sem critério algum.

Para dar um exemplo, cito o modismo dos cogumelos mais utilizados na culínária japonesa. Eu os adoro, mas não pude deixar de ficar chocado ao vê-los espalhados pelo cardápio do La Casserole (!). E nas pizzarias todas, então ?
Até num boteco especializado em caipirinhas eles estavam lá, encharcados de manteiga e shoyu, como sempre, independente do quê acompanhem, como se não houvesse outra maneira de fazê-los.

Esperemos que(não)cresçam nas sorveterias. Ou - pra citar outra moda - virem um chutney (isto é, qualquer coisa cozida com açucar).

Será?

Danilo.

Cynthia disse...

Aqui em BH o petit gateau já está saindo de moda, mas ainda não reparei no que vai entrar no lugar dele. Teve uma época que todo mundo comia torta alemã/holandesa. Acho que a moda chocolate com pimenta foi bem curtinha, pois eu nem vi... já de salgados, não consigo lembrar de nenhum. Só sei que eu adoro strogonoff, independente de moda. E... lavanda? Que medo... será que fica com gosto de sachê?

Manú disse...

Ana,
Eu ri. Ri muito, com esse post! Ri demais, lembrando que, exatamente no sábado passado, estava falando com um amigo sobre a combinação mais sem graça de pizzas, que, na nossa opinião, é a de tomate seco, mussarela de búfala e rucula! E chegamos à conclusão de que em salada, tudo bem, mas na pizza, fica sem graça!
Daí, 3 minutos depois, aparece alguém para nos servir a dita cuja. Não teve jeito: caímos na risada!
Mas realmente... tem umas comidinhas que.. ahn... cansam a beleza!
A onda agora, acho que vai ser o couscous marroquinho... já vi em vários restaurantes, nem sempre bem feitos!
Uma beijoca,
Manú.

Gastronomia e Cinema disse...

Ana Elisa, amei o teu blog!
O teu estilo de cozinhar e fazer o marido participar dos experimentos gastronômicos é muito semelhante ao meu.
Faz pouco que comecei com o meu blog... mas já tem algumas amostras dos meus testes nestes últimos meses. Dá uma olhada lá! Adicioneu a tua Cucinetta no meu blog.
Estou hiper de acordo com as tuas constatações sobre as modinhas, mas tenho que admitir que mesmo passando a moda, se gostei, repito!Um super beijo,
Camila

Bruna Lyrio disse...

Oi, Ana. Nos blogues e mesmo em muitos livros estrangeiros, tenho visto diversas receitas com tapioca, maracujá e mesmo com goiaba. Sinceramente, muitas vezes fazem umas misturebas que nao me atraem nada, mas, parece que basta haver um desses ingredientes para a comida ganhar o status de "cool". Vejo muito modismo também na chamada culinária molecular, caviar de berinjela, caviar de maracujá, caviar disso e daquilo.
E, quanto ao petit gâteau, tenho aqui o link de um texto que li há um bom tempo, e com o qual concordei plenamente: http://josimarmelo.blog.uol.com.br/arch2007-06-10_2007-06-16.html
Um beijo,
Bruna.

Lílian disse...

Ana, concordo com a maioria dos comments neste post (e ri demais com suas divagações). Mas sou péssima de memória e não lembro de nada além do que foi citado.
Sobre os presentes que minha mãe me deu... bem, sempre há uma cobrança, mas em relação a estes últimos mimos culinários ela ainda não questionou. : )
Abraços

Ana Elisa disse...

Há! Adorei os comentários! Moda de comida só é irritante porque cansa, porque parece que todos os restaurantes têm o mesmo cardápio... Mas eu continuo adorando rúcula e tomate seco, petit gâteau, strogonoff (adorava, né, porque não como mais carne), risotto (não precisa nem falar, é só ver a quantidade nesse blog), e tantas outras porqueiras... Tenho até um pezinho de alfazema que eu estou enrolaaaaaando para usar para fazer cupcake... hehehe...
Obrigada pela colaboração de todos!!
Beijos!

Dani disse...

Ana, também adoro strogonoff e, apesar de ainda ser carnívora, o preferido aqui em casa é do strogonoff e palmito. Fica ótimo!
Dá moda também tinha o salpicão de frango, mousse de maracujá e chocolate, mas a bola da vez, eu também acho, é o couscous marroquino, ah, e a carne seca também.
O que está na moda aqui em casa são os sucos e as sopinhas que eu invento para a pequena.
Beijos e um 2008 bem saboroso.

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails