sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

UMA SEXTA FEIRA FRUGAL 9: atum em conserva

Por que alguém quereria fazer sua própria conserva de atum, quando pode comprar a latinha pronta e mais barata no supermecado? Porque essa é uma conserva de atum como nenhuma outra: o peixe fica absolutamente macio e úmido, em comparação com as versões ressecadas de supermercado. Fiquei muito surpresa com o sabor e a textura do atum preparado assim, e é tudo tão incrivelmente fácil...

Em termos de preço, a coisa complica um pouco. Tudo vai depender de onde você compra seu pedaço de atum e em que pote você o guarda depois, pois é o tamanho do pote que vai determinar quanto azeite você vai usar. Quanto mais apertadinho estiver o peixe dentro do pote, menos azeite é usado e mais barato fica. Também não se pode comparar o preço desta conserva com as latas comuns, em que o atum é conservado em "óleo comestível". Aliás, detesto esse termo. Poderia ser mais genérico??? Comparado com algumas marcas de atum em lata italianas e portuguesas, em que o peixe é conservado em azeite de oliva, com certeza sai mais em conta.

Esta receita é uma conserva de geladeira. Porque carnes em conserva em geral devem passar por pressão para selar vidros ou latas e garantir uma temperatura alta o suficiente para matar qualquer porcaria que possa... bem... matar você depois. Na geladeira dura menos (duas semanas) mas é completamente seguro. Na minha casa, no entanto, não durou uma semana, pois o atum estava tão bom que o comi todos os dias.

CONSERVA DE ATUM (de geladeira)
(do livro A16 Food + Wine)
Tempo de preparo: 2h30
Rendimento: 2 xíc.


Ingredientes:
  • 450-500g posta de atum fresco, com uns 3-5cm de espessura
  • sal grosso
  • 1/2 bulbo de funcho, cortado ao meio
  • 1/2 cebola vermelha
  • 1 talo de salsão
  • 3 dentes de alho
  • 1 limão, cortado ao meio (siciliano, de preferência)
  • 1 folha de louro
  • 1 colh. (sopa) de pimenta-do-reino inteira (as bolinhas)
  • Azeite de oliva extra-virgem

Preparo:
  1. Tempere generosamente o atum com o sal, em todos os lados. Cubra com filme plástico e leve à geladeira por no mínimo 2 horas e no máximo 1 dia.
  2. Numa panela média, misture o funcho, cebola, salsão, alho, limão, louro e pimenta, e coloque água suficiente para cobrir tudo, uns 5cm.
  3. Leve à fervura branda em fogo médio e delicadamente baixe a posta de atum inteira na água. Ajuste o fogo para que a água ferva o mais brandamente possível, para que o atum não se despedace e fique duro, e cozinhe por 8 minutos (ou até 15, se estiver usando um pedaço muito espesso), até que fique entre "no ponto" e "bem passado". O peixe ficará mais firme e a cor mudará de vermelho para acinzentado por fora, e ligeiramente rosado no centro (cheque afastando a carne com a ponta de uma faca).
  4. Com uma escumadeira, retire o atum com cuidado e coloque em um prato limpo. Descarte o líquido de cozimento. Verifique se o atum tem qualquer ponto escuro de sangue e retire-os. Cubra com um pano de prato limpo e úmido e deixe chegar à temperatura ambiente.
  5. Quando o atum estiver frio, experimente um pedacinho. Se estiver sem gosto, tempere com sal. Coloque o atum num recipiente com tampa, o menor possível (pense em como o atum vem apertado nas latas) e cubra com azeite. Tampe e leve à geladeira.
  6. Para usar o atum, retire a quantidade desejada de peixe e raspe o excesso de óleo com uma faquinha (o azeite solidifica na geladeira e fica esbranquiçado, isso é normal e não altera o gosto). Tenha certeza de que o restante do atum continua submerso em azeite antes de voltá-lo à geladeira. Dura 2 semanas.

9 comentários:

Quéroul disse...

que lindeza. me deu até vontade de comer 'atum de lata' de novo, iguaria de quem eu corro léguas hoje em dia. todas as marcas comuns estão horríveis; o suposto peixe vem com gosto de lata + água do mar poluída + medo.

não dá mais.
mas esse seu, hummm...
bonito.
;)

Patricia Scarpin disse...

Ana, você realmente está criando as conservas mais criativas - que idéia fantástica essa do atum! Dá mesmo para perceber a textura completamente diferente - que bom que você postou esta foto dele na conserva.

Dani disse...

Que legal chegar aqui todo dia e ter uma receitinha nova =)

Juliana disse...

Uau! Me deu até fome!
Deve ser delicioso.

Luciana disse...

Como a gente se bitola, não? Achei incrível alguém fazer conserva de atum que não seja de gôndola de supermercado...

João Mario disse...

Nunca experimentei fazer este tipo de conserva. Consumo atum sempre em lata ou fresco. Mas gostei da sugestão.
Gostei muito do seu blog, estou seguindo.
Se tiver um tempinho passa lá no meu.

Um abraço

João Mario
http://picadinhodebacana.blogspot.com

DricaPeixoto disse...

Ana, que receita linda! Acho que vou testá-la no final de semana :)

BIA disse...

Ana, descobrei seu blog por acaso e agora te acompanho semanalmente para ver as novidades! Simplesmente adorei seu estilo de culinária!
Bem, só é uma pena eu ser tão fraquinha na cozinha! rsrs
Quando acho que dá pra fazer alguma receita, vou lá e me arrisco, que é o caso dessa de atum. Nessa receita só tive duas dúvidas, depois de cozinhar o atum vc disse pra tirar os pontos de sangue, se houver, mas eu devo fatiar o atum em busca destes pontos ou vc quis dizer só superficialmente? Depois, pra colocar o atum no recipiente, eu posso fatiá-lo ou ele deve ficar inteiro no pote?
Sei que minhas dúvidas são muito bobinhas, mas tenho medo da receita não dar certo por não entender bem algum passo.
Desde já agradeço e muito obrigada por manter esse blog maravilhoso!

Ana Elisa disse...

Bia,
são pontos superficiais, geralmente nas pontinhas, mais perto de onde estava o osso. Uma parte que continua vermelhona, mesmo depois de cozida. Você pode quebrar os pedaços para fazer caber melhor em um pote menor e assim usar menos azeite para cobri-lo.
Bjs.

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails