terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Cassoulet vegetariano para o próximo inverno

Vamos fingir por um momento que não está calor. Vamos fingir que o asfalto lá fora não está derretendo, que o vento inexiste e que eu gostaria de estar escrevendo esse post de dentro de uma piscina. Com laptop e tudo.

Pronto?

Ok. Só assim eu poderia descrever aqui, sem ser apedrejada, um prato tão substancial, quente e reconfortante como um cassoulet vegetariano. Em minha defesa, ele foi preparado no último dia de frio desse verão que parece ter enfim emplacado. Então parem de me olhar como se eu fosse maluca.

Quando vi essa receita na revista Gourmet, tive minhas dúvidas. Cassoulet é, em linhas gerais, uma feijoada francesa de feijão branco. Tira-se a carne e você tem... feijão branco. E por mais que eu adore feijão branco, ele não me parece nem de longe uma refeição completa. Passeei os olhos pela receita, analiticamente, fazendo a nota mental a respeito dos ingredientes: cenouras, alho, alho-poró... por enquanto parece apenas mirepoix... ok, uma coberturinha de pão. Hmmm... Apetitoso. Mas seria capaz de aplacar minha frustração pela falta de "cozidos" vegetarianos interessantes? Seria aquele cassoulet suficientemente saboroso para que apenas ele em minha tigela bastasse? Seria mais do que um acompanhamento? Seu sabor seria suficientemente intenso?

Sim.
Sim.
Sim para todas as questões.

O segredo desse maravilhoso prato é o tamanho dos legumes. As cenouras bojudas e ainda firmes, os nacos de alho-poró desfiando, os refrescantes pedaços de salsão, todos eles fazem as vezes da carne, mas de um modo muito mais leve, fornecendo contraste de texturas em relação ao feijão branco que se desmancha e um adorável equilíbrio de sabores. O cravo moído, aliado a uma quantidade generosa de pimenta-do-reino, também parece trazer os feijões para uma nova dimensão, criando picância onde normalmente há somente doçura.

Delicioso. Reconfortante. De lamber os beiços. De repetir.
Mas com certeza num dia frio.
Marque essa para o próximo inverno.

[Uma pena não ter nenhuma foto realmente decente do panelão de cassoulet. Assim que ficou pronto, esqueci-me da câmera, e só pude bater uma foto da tigelinha com as sobras do dia seguinte. :P]

CASSOULET VEGETARIANO
(da revista Gourmet)
Tempo de preparo: 1h20m
Rendimento: 4 a 6 porções


Ingredientes:
  • 3 alhos-poró médios (apenas parte branca e verde-pálida)
  • 4 cenouras médias
  • 3 talos médios de salsão
  • 4 dentes de alho picados
  • 1/4 xíc. azeite de oliva
  • 4 ramos de tomilho fresco
  • 2 ramos de salsinha fresca
  • 1 folha grande de louro
  • 1/8 colh. (chá) de cravo moído (ou 2 cravos moídos no pilão - muito mais aromático)
  • 3 latas de 400g de feijão branco ou cannellini, escorrido e lavado (ou 350g feijão branco seco, cozido na véspera)
(cobertura)
  • 4 xíc. de miolo de baguette esmigalhado
  • 1/3 xíc. azeite de oliva
  • 1 colh. (sopa) alho picado
  • 1/4 xíc. salsinha picada

Preparo:
  1. Corte os alhos-poró ao meio no sentido do comprimento e lave-os bem embaixo da torneira, para retirar toda a terra entre suas camadas. Corte em pedaços de 1,5cm de largura. Corte o salsão em pedaços de 3cm de largura. Corte as cenouras ao meio no sentido do comprimento e então corte-as do mesmo tamanho que o salsão.
  2. Em uma panela grande, aqueça o azeite e cozinhe o alho-poró, cenoura, salsão, alho, tomilho, salsinha (as ervas vão inteiras, com galhos, não picadas!), louro e cravo em pó, acrescentando 1/2 colh. (chá) de sal e o mesmo de pimenta-do-reino. Mexa de vez em quando, em fogo médio, até que os legumes estejam macios e dourados, mais ou menos 15 minutos.
  3. Junte os feijões, cubra com 1 litro de água e deixe levantar fervura. Cubra parcialmente com a tampa e cozinhe em fervura branda até que as cenouras estejam macias, mas não se desmanchando, o que deve levar uns 30 minutos.
  4. Enquanto isso, prepare a cobertura. Aqueça o forno a 180ºC. Misture as migalhas de pão, o azeite e o alho picado, acrescentando 1/4 colh. (chá) de sal e o mesmo de pimenta. Espalhe em uma assadeira e leve ao forno por 12 a 15 minutos, mexendo de vez em quando, até que as migalhas estejam douradas e crocantes. Retire do forno e deixe que esfriem na assadeira. Então misture à salsinha picada.
  5. Quando o cassoulet estiver pronto, retire os ramos de salsinha, tomilho e a folha de louro. Amasse alguns feijões com as costas de uma colher de pau, para engrossar o caldo. Acerte o tempero e polvilhe com a cobertura de pão na hora de servir.

10 comentários:

Bigode de chocolade disse...

Lembro da receita no site da Gourmet. Sou fan de Cassoulet, humm. No meu aniversario de casamento fiz dois paneloes que sumiram rapidinho. A diferenca foi o pato afogado que faltou no seu cassoulet. Me parece que gordura de pato nao derrete com a temperatura do corpo...acho que gruda em tudo que é parede lá dentro. A versao vegetariana vai entrar na minha lista infinita de receitas ainda nao provadas, isso porque prometi comer menos carne em 2009. E isso agradeco a você. Feliz ano novo, Ana, mesmo que atrasadinho. Eugenio

Cristiane disse...

Guloseima ideal para quem està morrrrrendo de frio, neste gélido inverno europeu, neve "amadurecida", para nao dizer velha e congelada na calçada, sem falar nos escorregoes... Chegando em casa à noitinha e relaxar na cozinha tentando preparar esta "pietanza" deliciosa... Vamos experimentar!!!
Ana, sei grande!!!!

Ludmila Carvalho disse...

Ana Elisa,
Fiz esta receita no ano passado e tive as mesmíssimas impressões que você. Ótima lembrança para fazer de novo, já que aqui está o contrário daí: hoje os termômetros marcaram -21 graus!
Beijos,
Lud

Heliantia disse...

Uma excelente proposta para Portugal :)
Aqui está um frio que não lembra a ninguem, até nevou em Braga!

Obrigada, vou experimentar.

Gabriela disse...

nossa!! parece divino!! vou guardar essa receita pra fazer no inverno!!

S. Lyra disse...

Ana Elisa,
que delícia. Aqui em BH tem chovido e feito frio, em pleno alto verão. Se bobear, experimento essa receita ainda esse mês. Tenho testado alguams receitas suas, que maravilha! Vc escreve muito bem e faz com que qualquer um se sinta à vontade a se arriscar na cozinha. Bjs

Ana Elisa disse...

Eugenio, Gabriela e S. Lyra,
Experimentem sim essa versão. Acho que é saborosa mesmo para os carnívoros...

Cristiane, Ludmila e Heliantia,
hehehe... invejinha do frio que te permite ficar assando coisas o tempo todo... ;)

Bjos

melecanacozinha disse...

Nossa, como eu procurei uma receita assim. Tenho um marido vegetariano e eu amo cassoulet, e não achava uma receita assim.
Muito Obrigada!

Restauraçao disse...

Ana,
Fiz essa receita no sábado,e meu marido que sempre faz cara feia para os legumes, adorou e repetiu!!!
Fiquei super feliz, pois lendo o seu blog que tomei coragem para começar a cozinhar em casa, deixar de lado as desculpas e temores!
Se você consegue, eu também consigo, precisamos de força de vontade para mudar nossas atitudes e pensamentos em relaçao a vida, nao é?
Adaptei somente os temperos, pois aqui em Barcelona, nao encontro tao fácil assim os mesmos frescos...
mas ficou uma delíciaaaaa!
Beijinhos e obrigada pelo blog!

Clari disse...

se acrescentar shitake fica uma delícia também... :)

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails