quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Iorrrrgute

Fazia tempo que queria usar aquele envelopinho de lactobacilos para fazer meu iogurte assim, do zero, a partir do leite, sem ter de comprar iogurte industrializado. Quando Allex veio, feliz e contente, dizendo que a próxima aventura sorveteira seria frozen yogurt, achei que o momento era apropriado.

No fim foi facílimo: fervi 500ml de leite integral, que depois misturei a mais 500ml de leite ainda gelado (o que deixa a mistura numa temperatura de aproximadamente 43ºC, segundo dizia o envelope). Misturei os lactobacilos por uns 2 minutos, até dissolver, cobri a tigela de louça com filme plástico e trancafiei a bendita em uma destas geladeirinhas térmicas de viagem, para manter a temperatura, por 6 horas. Quando abri, tchanans: iogurte! Verti-o nesta garrafa de vidro de boca larga que comprei há um ano atrás para exatamente esse fim, e neste instante meu iogurte está na geladeira, bonitinho, esperando o restinho de granola que sobrou no pote (café de amanhã). Como qualquer iogurte caseiro, ele não dura mais de 2 semanas. Se bem que 1 litro de iogurte, aqui, não fica na geladeira por mais de 7 dias. Ainda mais assim, azedinho, com um fio de xarope de rosas, que além de adoçá-lo e perfumá-lo, deixa-o manchado de um rosa-choque completamente decadente. Nham-nham...

2 comentários:

Ariel Pacífico disse...

Olá Ana!
Passeando novamente pelo teu blog, achei a oportunidade de tirar uma dúvida gigante: Posso fazer iorgute com leite de caixa? Desnatado também fica legal? Valeu pela atenção.
Abraços,
Ariel

Lívia Bueno disse...

Queria saber se posso, à partir desse iogurte, fazer os próximos, para não ter que recorrer aos industrializados. Ou se não, a cada vez que for fazer, preciso de um novo saquinho de lactobacilos.
Obrigada

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails