quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Bolo de iogurte e, sim, especiarias de novo

Se não tem frutas secas ou especiarias, não é de Natal. Ou pelo menos não remete às minhas memórias de Natal. Então perdoem-me se a lista de ingredientes começa a soar repetitiva. Logo logo dezembro acaba.

Este é um bom bolo para se distribuir pedaços primeiro e descrevê-lo depois. Quando me perguntaram "o que tem no bolo?", a resposta foi muito longa: iogurte, nozes, canela, cacau, noz-moscasa, pimenta-do-reino, pimenta-da-jamaica, cravo, casca de tangerina e baunilha. E vi alguns narizes torcidos, receosos do excesso de informação. Gente que gosta de Chocottone. Eca.

Mas a verdade é que, como Flo Braker promete, os sabores do bolo são muito equilibrados, tornando-o suave, excelente para um café-da-manhã ou chá da tarde, acompanhado de frutas de verão, principalmente manga. Bem diferente dos bolos fortes que costumam levar todos esses temperos, esse você corre o risco de comer inteiro sozinha, tão leve.

Enquanto vou brincando com especiarias, meu já não tão pequeno matador de dragões engatinha aos meus pés, batendo colheres de pau no chão, segurando em meus joelhos para ficar de pé. Em uma semana apenas ele aprendeu tantas coisas novas, que às vezes é difícil acompanhar sua evolução. Minha mais importante lição, no entanto, foi me dar conta de que o pequeno não será um comedor de Chocottone, ainda bem. Adora frutas secas, passas, damascos, tâmaras, que apanha com as pontas dos dedos e leva à boca; e noutro dia, com pressa, dando-lhe alguns legumes apenas cozidos, ele os rejeitou. Uma colherada de pesto e um pouco de pimenta-do-reino e manha resolvida: raspou o prato. O menino sabe o que é bom e não aceita comida sem graça. ;)

BOLO DE IOGURTE E ESPECISARIAS
Tempo de preparo: 1h30
Rendimento: 1 bolo médio

Ingredientes:
  • 2 1/2 xic. farinha de trigo
  • 1 colh. (chá) canela em pó
  • 1 colh. (chá) fermento químico em pó
  • 1 colh. (chá) cacau em pó
  • 1/2 colh. (chá) pimenta-da-jamaica moída
  • 1/2 colh. (chá) sal
  • 1/8 colh. (chá) cravo moído
  • 1/8 colh. (chá) noz moscada ralada na hora
  • 1 colh. (chá) extrato natural de baunilha
  • 1 xic. iogurte natural
  • 225g manteiga sem sal, em temperatura ambiente
  • 1/2 xic. açúcar cristal orgânico
  • 1 xic. açúcar mascavo claro, apertado na xícara
  • 4 ovos grandes, orgânicos, em temperatura ambiente, ligeiramente batidos
  • 1 xic. nozes moídas finamente
  • 1 colh. (sopa) casca de laranja ralada fina (usei tangerina)

Preparo:
  1. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Escolha uma forma Bundt de 25cm de diâmetro por 7,5cm de altura, ou uma forma redonda com furo no meio de 25cm de diâmetro por 10cm de altura. Unte generosamente com manteiga, passe uma camada fina de óleo em spray por cima (se você tiver em casa) e polvilhe com farinha, batendo o excesso na pia.
  2. Em uma tigela grande, peneire a farinha, fermento, sal e especiarias. 
  3. Em uma tigela pequena, misture a baunilha ao iogurte.
  4. Na tigela da batedeira, bata a manteiga em velocidade média até que fique cremosa, 30-45 segundos. Junte os açúcares de uma vez e bata por mais 3-5 minutos, até que fique clara e fofa. Pare a batedeira ocasionalmente para raspar as laterais da tigela com uma espátula.
  5. Junte os ovos batidos, umas 2 colheres de sopa por vez, misturando bem a cada adição, e ocasionalmente raspando as laterais com a espátula. 
  6. Na velocidade baixa, junte as nozes moídas.
  7. Junte a farinha em quatro partes, alternando com o iogurte em três partes, começando e terminando com a farinha, e misturando apenas o suficiente para que esteja incorporada. Com a espátula, junte a casca de laranja. 
  8. Despeje a massa na forma, espalhando de modo uniforme, e leve ao forno por 40-45 minutos, ou até que esteja dourado e você toque a superfície e ela volte para o lugar.
  9. Retire do forno e deixe esfriando sobre uma grade por 10 minutos. Incline a forma, dando leves tapinhas, para soltar o bolo, e inverta na grade, retirando a forma e deixando que esfrie completamente antes de servir.

10 comentários:

Andrea disse...

Ana,
Leio sempre seu blog e adoro os textos, fotos e receitas. Mas me divirto muito quando vc afirma que seu filho não comerá isto ou aquilo. Me vejo um pouco como você há quatro anos atrás... o fato é que irá para a escola, frequentará festas infantis. Bem, o resto é história. E sim, vc fará um chocottone para ele.
Beijos,
Andrea

FIND disse...

Ola, vendo essa receita pensei em fazer esse bolo para o natal, faria dois discos redondos e rechearia com damascos secos em forma de geleia e uma bela fita natalina em volta, o que voce acha? Se nao fizer isso sera o velho e conhecido pao-de-lo!
Obrigada, leila

cristiane.reis disse...

Ai ai ai, hein D. Ana! Que preconceito com quem come chocotone rsrsrs!!!
Eu adoro chocotone... aliás adoro tudo... até bolo com especiarias... sem preconceito! Tem espaço pra tudo no estômago! ;-)

Patricia Scarpin disse...

Eu gosto de chocottone - ha!

CamomilaRosaeAlecrim disse...

Nossa...que diferente, vou ter que experimentar, adoro especiarias e tudo que vei canela...
Mas vou te dizer...fiquei de olho tb no formato do bolo...ainda não achei uma forma dessas, deixa o bolo mais bonito e apresentável...mas, cidade do interior não tem tudo!
Valeu a dica...
Fiz merengue hoje...passa "lem casa"!
Boa semana
CamomilaRosa

CRISTIANE LARA disse...

Oi Ana, tudo legal ? Adorei esse bolo de iogurte com especiarias. Faço um também que leva banana amassada e castanha-do-Pará picada. Muito bom ! Agora Chocottone também não sou fã não. O panetone verdadeiro só leva frutas, não é mesmo ? O resto é pura invenção...rs Bj

Cilene Mansini disse...

Olá,
Cheguei até aqui atraves da Claudia Regina, acompanho o blogo de fotografias dela.
E posso dizer de longe que esse foi o melhor blog sobre culinária que já li.
Eu sou uma pessoa que esta sempre ali brigando com a balança e no momento estou (rs) quase vegetariana. Digo quase pq não tirei totalmente o peixe da minha alimentação. E amei tudo que vc postou aqui com grãos, legumes e afins.
Amei os passos a passos que vc coloca, a explicação de tudo com muitos detalhes.
Eu tenho como opção não ter filhos, mas ler sobre a o seu filhote, ele se acabando de comer é lindo.
Resumindo, seu blog é uma delícia.
Parabéns.

Livia Luzete disse...

Princípios bem arraigados em casa não se muda.Discordo da Andreia na questão que um dia qdo o pequeno Thomas estives desbravando outras terras irá se render a outros sabores.Não é regra.Tenho duas primas que conheciam 2 tipos de chá que chamavam de coca-cola e outro de guaraná. E até hoje não tomam nem o verdadeiro guaraná ou a coca-cola!Até hoje meus filhos não comem frituras. Já experimentaram porque eu ofereci,mas não gostam. Enfim...nada é regra. E quando se fala de paladar de bom gosto, duvido que se mude.

Anônimo disse...

Passando aqui para desejar um delicioso Natal. =)

Luciana

Anônimo disse...

Oi Ana,
Estava louca para fazer esse bolo e aproveitei que estava chovendo, não fiz natação e fui fazer esse bolo...
Como meu marido não é de especiarias fiz meia receita. Trouxe um pedacinho para ele provar e... o bolo acabou!
Muito obrigada por mais essa receita!
Bj e bom fim de semana para você
Thatiana Bandeira

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails