terça-feira, 19 de setembro de 2006

Macarrão do jeito certo

Acho que se é para inspirar meus amigos a largar a comida congelada, talvez seja melhor começar com coisas um pouco mais básicas, como cozinhar macarrão. Parece bobagem, nas já presenciei pessoas colocando manteiga na água do cozimento, ou colocando a massa na água praticamente fria. Para evitar esses pequenos desastres culinários, siga os passos abaixo:

  • A PORÇÃO: 100g de massa por pessoa. Parece pouco, mas isso é o que cabe em um estômago saudável e deve satisfazê-lo.
  • A ÁGUA: para cada 100g de massa, usa-se 1 litro de água (a partir de 300g, no entanto, não passe de 3,5 litros ou use 2 panelas, pois o caldeirão ficará muito grande e muito cheio e pode causar acidentes sérios). Tampe e leve ao fogo alto, até que a água esteja fervendo com bolhas grandes.
  • O SAL: ele é a única coisa que você colocará na água. Para cada litro de água, coloque meia colher (sopa) de sal. Cuidado, pois o sal faz com que a água borbulhe mais e espirre.
  • A MASSA: se for qualquer tipo de spaguetti, NÃO os quebre. Segure os fios juntos, no meio, com as duas mãos, torça ligeiramente e apoie a base dos fios no fundo da panela, soltando-os de uma vez. Eles abrirão em leque em direção à borda, e o próprio movimento da água os arrastará para dentro. Quando a massa estiver submersa, tanto com os spaghetti quanto qualquer outro tipo de massa, você precisa mexer suavemente com um garfo por um minuto apenas. A temperatura da água e o garfo nos primeiros instantes impedirão que a massa grude: você não precisa acrescentar óleo na água. Siga sempre o tempo de cozimento escrito no pacote, pois ele varia; mas experimente a massa cerca de 2 minutos antes do tempo haver terminado. Melhor do que jogá-la na parede de sua cozinha, é colocá-la na boca: se estiver ligeiramente resistente à mordida, mas sem grudar em seus dentes, está pronta. O melhor escorrê-la instantes antes de ela estar no ponto, já que continuará cozinhando no próprio calor.
  • O MOLHO: massas não esperam as pessoas, e sim o contrário. Escorra o macarrão rapidamente e volte-o à panela, imediatamente cobrindo-o com o molho escolhido e misturando com garfos. Se a base do molho for manteiga, acrescente uma colher da mesma, e se for azeite, uma colher pequena. Isso ajuda a soltar o molho. "Sirva imediatamente" não é apenas uma expressão. Existe uma palavra em italiano que fala da massa que ficou sentada esperando os convidados: scotta. Enquanto espera, a massa cozinha além do ponto em seu próprio calor, ficando grudenta e fria. Não deixe que isso aconteça.
Bom apetite!

5 comentários:

Dê disse...

Ana, obrigada pelas dicas.
Fiquei sozinha em casa com meu irmão e não sabia o que fazer para ele comer.Logo pensei em macarrão!
Obrigada!

Ana Elisa disse...

Imagina! ESpero que tenha ficado gostoso!

;)

Eduardoo disse...

Ana, obrigado.
Eu estava aqui na casa do meu pai. Precisavca cozinhar pra ele, e a namorada dele. Nunca tinha cozinhado, e nem nunca vi minha mãe cozinhando.
Pensei logo, macarrão é mais facíl. rsrs.

Ajudou bastante. Valeu.

Daniel Luiz Costa disse...

O processo que adoto p cozinhar macarrão é igual ao seu, apenas com a ressalva de que tenho o costume de colocar óleo na água, mania que aprendi com a minha família e que tratarei de abolir. Ótimo texto! Vc está de parabéns!

natcordeiro disse...

Oi Ana!

Adoro o teu blog e já virou mania pesquisar aqui antes de fazer qualquer receita... risos...

Quero comprar uma máquina para fazer macarrão em casa, como vi que tens uma, gostaria de saber se tens alguma dica ou se já usou a da Marcato Atlas 150 (http://www.marcato.it/en/shop/marcato-classic/atlas-1-2/atlas-180-roller).

Obrigada!

Beijos, Natacha.

Cozinhe isso também!

Related Posts with Thumbnails